sexta-feira, 3 de maio de 2013

Espetáculos que abordam temas femininos são ótimas opções para o Dia das Mães



Espetáculos As Filhas da Mãe e A Casa de Bernarda Alba contam histórias de vidas de grandes mulheres matriarcas de famílias

Maio é o mês das mães e para agradá-las uma boa pedida é um passeio para assistir espetáculos em cartaz na capital paulista. Já que o assunto são essas grande mulheres as melhores pedidas são peças que tratam de histórias de vidas dessas matriarcas de família. Se a opção é gargalhar a dica é o espetáculo As Filhas da Mãe, em cartaz no Teatro Anhembi Morumbi aos sábados e domingos, às 21h e 20h respectivamente. Já se preferir uma opção mais cult que resgata as raízes das matriarcas espanholas tradicionalistas, a sugestão é o bem cotado espetáculo A Casa de Bernarda Alba, em cartaz no Teatro do Ator, às quintas, 21h.

A peça As Filhas da Mãe está celebrando em 2013 seus 30 anos em cartaz. Assim esse é um ano comemorativo marcado por apresentações em locais inéditos. Com uma história marcada pela comédia e irreverência, a montagem é uma das maiores comédias de todos os tempos. Há três décadas nos palcos, o espetáculo já foi visto por mais de um milhão e meio de pessoas. A peça conta a história de uma mãe (Diva Maria), frustrada com sua carreira artística mal sucedida, que decide investir na carreira de suas duas filhas (Deise Maria e Dalva Maria). Sem talento algum para o teatro, as filhas não conseguem entrar em produções teatrais, encenando situações hilárias! Após a frustração em um ato de desespero as moças fogem de casa para fugir da pressão da mãe.  Assim entra em cena a busca desesperada da mãe pelas filhas, onde passam por situações engraçadas e surpreendentes ao longo de todo o espetáculo.

Já A Casa de Bernarda Alba, depois do grande sucesso da primeira temporada, está novamente em cartaz. A adaptação da obra de Federico García Lorca, que data de 1936, é um drama que nesta ocasião foi desenvolvido sob um ponto de vista diferente de todas as montagens teatrais já realizadas até hoje, exaltando aspectos identificados nas entrelinhas do texto, que só podem ser percebidos por um leitor assíduo e incansável do título. A trama conta a história de uma mãe autoritária, Bernarda, que cuida de cinco filhas sob constante vigilância, especialmente após a perda do seu segundo marido. A encenação também revela uma visão mais feminina da prosa de García Lorca, destacando pontos essenciais da alma feminina e da relação entre mãe e filhas.

Espetáculos diferentes que trazem a tona a alma feminina e acabam por homenagear essas mulheres que tem papel essencial na estrutura familiar. Comemore o dia das mães no teatro, e claro em boa companhia!

As Filhas da Mãe

Serviço:
Local: Teatro Anhembi Morumbi
Endereço: Av. Dr. Almeida de Lima, 1176- Brás/Mooca
Telefone: 2872-1457
Temporada: até 16/06
Apresentações:
Sábados – 21h
Domingos – 20h
Valor: R$ 50,00 inteira (R$25,00 meia)
Duração: 60 minutos
Gênero: Comédia
Estacionamento: Parceria com estacionamento no valor de R$ 12,00
Quantidade de lugares: 750
Classificação Indicativa: 14 anos

Ficha Técnica:
Autor: Ronaldo Ciambroni
Direção: Luiggi Francesco
Produção: Tchesco Produções
Elenco: Alexandre Biondi, Luiggi Francesco, Rogério Moretto, Carmen Sanches, Renata Tercero e Thiago Baptista.

A Casa de Bernarda Alba

Serviço:
Obra Original: Federico García Lorca
Temporada: De: 21/03 até 23/05
Datas de apresentação: Quintas-feiras, às 21h
Ingressos: R$ 40,00 (meia: R$ 20,00)
Local: Teatro do Ator
Endereço: Praça Franklin Roosevelt, 172 - Consolação - São Paulo - SP
Telefone: (11) 3257 3207
Censura: 16 anos
Duração: 70 min.
Gênero: Drama
Quantidade de lugares: 110
Não tem venda pela internet.

Ficha Técnica
Direção: Marcelo Medeiros e Néia Barbosa
Produção: DOM Produções
Texto: Federico García Lorca
Figurino: Marcio Rodrigues
Trilha composta e executada: Kauan de Medeiros

Elenco:
Theo Moraes como Bernarda Alba
Pôncia: Samara Pereira
Martírio: Carol Hubner
Adela: Dani Salmoria
Madalena: Renata Fazanella
Amélia: Carol Ghirardelli
Angústias: Vanessa Friggo
Criada: Monica Negro
Prudência / Maria Josefa: Néia Barbosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário