quarta-feira, 15 de maio de 2013

Primeiro brasileiro a integrar o time do Blue Man Group é escolhido



Companhia americana escolheu Vinicius Masteguim no palco do Caldeirão do Huck

O Blue Man Group se uniu ao Caldeirão do Huck e a TIM para selecionar o primeiro integrante brasileiro da história da companhia. O processo de seleção durou cerca de oito meses e teve em média 300 candidatos inscritos na primeira etapa. Em janeiro, Vinicius (21), natural de Leme, interior de São Paulo, foi para um treinamento intensivo em Nova York ao lado de quatro finalistas. A final do concurso aconteceu no dia 27 de abril, quando foi escolhido por dois dos criadores do grupo, Phil Staton e Chris Wink, além do diretor de performance, Randall Jaynes que vieram ao Brasil especialmente para a final. 

Vinicius é formado pelo Conservatório Dramático e Musical Dr. Carlos Campos, de Tatuí, e foi percussionista da Seleção Brasileira de Percussão Rudimentar Tchá Degga Da. Após a escolha, declarou que teve o sonho realizado: “entrar em uma companhia deste tamanho é uma emoção muito grande”. E completou: “sempre admirei o trabalho deles e fazer parte disso, é incrível!”. Após uma rápida temporada no Brasil, Vinicius embarca para Chicago, onde faz sua estreia oficial como Blue Man no espetáculo que está em cartaz desde 1997 no Briar Street Theater.  O formato deste concurso, que acaba por revelar a verdadeira identidade deste Blue Man, é uma quebra de paradigma, uma vez que o performer de um Blue Man raramente é visto fora do seu personagem. 

A escolha do primeiro performer brasileiro faz parte dos investimentos da companhia no país, onde acaba de abrir escritório em São Paulo, com business plan de três anos. “A presença do Blue Man no Brasil não é novidade. Fizemos uma ação com o Monobloco no carnaval do Rio de Janeiro e concluímos essa seleção no programa Caldeirão do Huck, que durou cerca de oito meses”, afirma Fabio Soares, diretor executivo do Blue Man Brasil. A companhia tem como objetivo tornar uma das cidades do país a oitava do mundo a sediar um show fixo do Blue Man Group e ser o primeiro espetáculo permanente no país. etáculo

Fundado em Nova York em 1987, pelos amigos Chris Wink, Phill Stanton e Matt Goldman, o Blue Man Group tem, hoje, sete shows fixos espalhados pela Ásia, Europa e Estados Unidos e duas turnês, que juntos somam mais de 75 Blue Men  escalados para apresentações diárias. Ao longo desses anos, lançaram EPs, singles e álbuns, foram indicados ao Grammy Award, abriram a Blue School – uma instituição de ensino para crianças do jardim da infância até a quarta série, com a ideia de transformar os alunos em participantes engajados, usando a criatividade e o aprendizado sócio-emocional como pontos centrais da experiência de ensino –, produziram trilhas sonoras para filmes, além de grandes parcerias na área de publicidade.

O Blue Man Group surgiu na cena underground de Manhattan do desejo em comum de um grupo de amigos de extravasar um sentimento de estranheza em relação ao mundo. Na época, compartilhavam um desconforto em relação ao crescimento do individualismo e da competição nas relações. A partir desse pensamento, o grupo começou a se reunir para discutir o espaço que ocupariam no mundo. Saiam pelas ruas em busca de inspiração, visitavam museus, teatros, galerias e clubes de rock e, sem saber, estavam desenvolvendo a estética do Blue Mand Group. 

Seguros de que não estavam sozinhos e com o conceito do personagem e o nome Blue Man Group definidos, decidiram mostrar ao mundo o resultado das sessões. Na rua, em forma de guerrilha, fizeram a primeira aparição, “O Funeral dos anos 80”. Usando uma maquiagem azul para diminuir a individualidade na aparência dos participantes e ícones tribais, como tambores e fogueiras, o manifesto buscava valorizar o coletivo e questionava a perda dos instintos sociais do homem. A MTV acompanhou toda a performance e a exibição, resultando em  outras apresentações.

Após um ano, alguns membros do grupo optaram por seguir outros caminhos, mas o trio original formado por Phil Stanton, Chris Wink e Matt Goldman seguiu em frente com o Blue Man Group. Alguns anos mais tarde, em 1991, apresentavam o primeiro espetáculo no Astor Place Theater, em Nova York, até em hoje em cartaz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário