quarta-feira, 19 de junho de 2013

Cruzeiro refaz viagem de Charles Darwin à Patagônia e Terra do Fogo


Visitantes podem  conhecer os locais que foram fundamentais para que o cientista inglês desenvolvesse a teoria da evolução

Poucos foram os cientistas no mundo que conseguiram transformar a história da humanidade com tanto impacto quanto o inglês Charles Darwin. Sua Teoria da Evolução mudou de forma completa a maneira com que a sociedade via seu passado, seu futuro e, principalmente, os fenômenos biológicos e sociológicos do presente. Apesar de conhecida em todo o mundo, pouca gente sabe, no entanto, que foram longas viagens pela América do Sul que fizeram com que Darwin iniciasse o longo processo de estudos científicos que resultaram no revolucionário “A Origem das Espécies”.

Em dezembro deste ano a Cruceros Australis, companhia de navegação especializada no extremo sul do continente americano, está organizando dois cruzeiros que farão exatamente o roteiro seguido por Darwin a bordo do navio Beagle pelos canais e estreitos naturais da Patagônia e da Terra do Fogo. Foi nessa região que Darwin começou a perceber que as espécies se adaptam ao meio ambiente para sobreviver e que aquelas que falham em fazer isso desaparecem.

Os cruzeiros, que têm partidas e chegadas alternadas em Punta Arenas, no Chile, e em Ushuaia, na Argentina, pretendem mostrar aos viajantes o que Charles Darwin viu há 180 anos que tanto o impactou, sendo que muitos dos lugares visitados por ele ainda permanecem intocados. São ao todo 4 noites para quem sai de Punta Arenas e 3 noites para quem sai de Ushuaia, navegando pelas águas do Estreito de Magalhães e do Canal Beagle.

Durante todos os dias da viagem os visitantes serão acompanhados por três especialistas de renome, com livros publicados, sobre a passagem de Darwin na região. Os argentinos Sergio Zagier e Gerardo Bartolomé, por exemplo, escreveram “A Patagônia sob os olhos de Darwin”. Já o americano John Woran lançou “Charles Darwin dormiu aqui, histórias do fim do mundo”, em que conta como foram os meses em que o cientista passou pela região. Cada um desses especialistas fará palestras e mostrará in loco o que se passou com o inglês no extremo sul do continente.

Os cruzeiros têm duas datas. A primeira saída ocorre em 4 de dezembro, a partir de Ushuaia, com duração de 3 noites, e a segunda no dia 7 de dezembro, com partida de Punta Arenas e duração de 4 noites. As tarifas custam a partir de US$ 1.771 por pessoa em acomodação dupla, em sistema all inclusive, com todos os passeios, refeições e bebidas.

Mais informações podem ser obtidas no site www.australis.com ou com as melhores operadoras de turismo brasileiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário