terça-feira, 19 de novembro de 2013

Joel Santana é prisioneiro de ‘A Máquina’


Nesta terça-feira (19/11), às 23h30 na TV Gazeta, o programa ‘A Máquina’ captura o treinador e ex-futebolista Joel Santana.

A fama não veio apenas nos gramados, o treinador também ficou conhecido ao pronunciar o seu inglês folclórico, fato que lhe rendeu alguns contratos publicitários.

Durante o bate-papo descontraído com Fabricio Carpinejar, ele fala sobre carreira, copa do mundo e homossexualidade no futebol. Em relação à saúde, diz que é preciso saber se cuidar, e ao ser questionado quanto ao uso de Viagra, desconversa: “depende do momento”.

Na entrevista, assume seu desejo de comandar a seleção brasileira durante a copa do mundo.  “Não é por falta de capacidade que eu não comandei. Vou dizer que eu tenho um sonhozinho, tenho um cochilo, pronto”, brinca.

O entrevistado ainda revela que busca inspiração em filmes do mundo animal para definir estratégias no campo. “Muitas coisas ali não dizem a estratégia, você vê a forma usada para conseguir aquele objetivo”.

A respeito da homossexualidade no futebol, Joel diz tratar com respeito a orientação dos jogadores. “Não admito desrespeito, mas ainda falta educação, falta cultura. Eu acho que tem que respeitar como você é e não como a pessoa quer que seja. E também acho que devem assumir, não faz mal pra ninguém isso, pelo contrario, todos que eu conheci foram respeitosos, disciplinados”.

No quadro ‘Inimigo Secreto’, o técnico precisa falar mal de Carlos Alberto Parreira, mas opta falar de Dunga. Assista ao programa na íntegra na próxima terça-feira (19/11) às 23h30.

Nenhum comentário:

Postar um comentário