sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Discovery estreia série com o mágico e ilusionista


David Blaine é a estrela de “DAVID BLAINE: REAL OR MAGIC?”

Há mais de uma década, o norte-americano David Blaine impressiona o mundo com surpreendentes números de mágica e ilusionismo. Inicialmente apenas um habilidoso mágico, Blaine passou a seguir os passos de Harry Houdini,  um dos maiores ilusionistas do mundo, buscando façanhas que pareciam fisicamente impossíveis. Para mostrar os incríveis feitos deste ilusionista, o Discovery estreia a série DAVID BLAINE (DAVID BLAINE: REAL OR MAGIC?), na segunda-feira, 27 de janeiro, às 20h40, com episódio especial de quase duas horas.

Neste primeiro capítulo, Blaine impressiona famosos, como os atores Jamie Foxx, Aaron Paul e Bryan Cranston, a atriz Olivia Wilde, o comediante Ricky Gervais e o físico Steven Hawking, além de surpreender pessoas nas ruas em todo o mundo.

Se o episódio de estreia mostra muitos números e instiga os telespectadores a quererem conhecer melhor o trabalho de Blaine, os outros sete capítulos exibem façanhas que ficaram conhecidas mundialmente, além de desvendar os bastidores de algumas delas.

Entre os feitos mostrados, estão os oito dias em que ele passou completamente submerso em um aquário ligado a um tubo que o permitia respirar e receber alimentação. Para fechar este feito, Blaine tentou bater o recorde de maior tempo debaixo d’água sem respirar.

A série mostra ainda quando ele subiu em um pilar de 27 de metros de altura, instalado em um parque de Nova York, e lá permaneceu em pé em um espaço de 56 cm por mais de 34 horas sem água ou alimento.

Outra façanha que não poderia ficar de fora da série foi quando Blaine entrou em um cubo gigante de gelo, totalmente fechado, e lá permaneceu durante quase 64 horas. Na ocasião, ele não usava roupas protetoras e, como no primeiro feito, foi ligado a um tubo que o permitia respirar e se alimentar. No final, o gelo precisou ser cerrado para que ele pudesse sair e o ilusionista levou mais de um mês para conseguir caminhar novamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário