sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Livro do José Trajano chega as livrarias de todo Brasil no dia 24 de fevereiro


A divertida e inusitada paixão impossível de um dos mais importantes jornalistas do Brasil

Quando José Trajano conheceu Mônica, ele ainda era chamado de Zezinho, e mal tinha largado as calças curtas para descobrir as festas e bares de Rio das Flores, cidade no interior do Rio de Janeiro onde costumava passar o verão. O garoto nem desconfiava que aquele encontro daria início a uma obsessão de mais de quarenta anos, a um amor não correspondido que ele nunca iria esquecer.

Procurando Mônica é a história dessa paixão impossível, um relato repleto de esperanças, sonhos e frustrações. Puxando pela memória, Trajano recria sua implacável busca por Mônica, contando com humor e uma dose de “tragédia grega” os inúmeros foras que recebeu de sua musa. Mas os tempos mudaram. Trajano, que conquistou uma carreira brilhante no jornalismo esportivo, não é mais o garoto inseguro que Mônica tanto desprezou. Com uma nova dose de coragem, ele partirá novamente atrás dela para, quem sabe, escrever o último capítulo desse livro.

• Uma grande história de amor e desencontros, contada por um dos mais brilhantes jornalistas brasileiros.

• Como Fim, de Fernanda Torres, e O drible, de Sérgio Rodrigues, temos uma recomposição da atmosfera dos anos dourados do Rio de Janeiro.

• Fãs do jornalista vão se divertir com seu conhecido senso de humor: imagine um Woody Allen tijucano contando a sua grande história de amor.

• Um livro para todas as idades e todos os públicos.

• O autor dará entrevistas para os principais veículos: TVs, rádios, jornais e revistas.

• Ampla divulgação nas redes sociais.

JOSÉ TRAJANO nasceu no Rio de Janeiro, em 1946. Começou sua carreira no Jornal do Brasil, em 1963, e desde então passou por todos os grandes veículos do país. Foi comentarista do telejornal esportivo Cartão Verde e diretor de jornalismo da ESPN Brasil, onde hoje apresenta o programa Pontapé Inicial e participa da mesa-redonda Linha de Passe. É um dos mais conhecidos torcedores do América do Rio.




Nenhum comentário:

Postar um comentário