sexta-feira, 28 de março de 2014

Alzira E lança 'O Que Vim Fazer Aqui' no Sesc Belenzinho


Show terá a participação de Gustavo Galo

Alzira E lança seu novo álbum, O Que Vim Fazer Aqui, que compila canções de sua parceria com Itamar Assumpção, revelando composições que estavam guardadas na gaveta. O show de lançamento acontecerá no dia 11 de abril, às 21h, no Teatro do Sesc Belenzinho, e terá a participação especial de Gustavo Galo, cantor e principal compositor da Trupe Chá de Boldo.

No repertório do show estão inéditas como Norte (Alzira E / Itamar Assumpção), Chuva no deserto (Alzira E / Itamar Assumpção) e Conversa mole (Alzira E / Iara Rennó), entre canções como Sei dos caminhos (Itamar Assumpção / Alice Ruiz), Man (Alzira E / Itamar Assumpção) e Já sei (Itamar Assumpção /Alzira E / Alice Ruiz).

Alzira se apresenta com Gustavo Cabelo (guitarra), Peri Pane (violão e violoncelo), Marcelo Dworecki (baixo) e Cris Scabello (guitarra), jovens músicos consagrados, de uma geração influenciada por Itamar e Alzira, presentes na cena paulista atual em formações como Bixiga 70, Trupe Chá de Boldo, entre outras experimentações artísticas, do Homem Refluxo às Canções Velhas de Peri Pane.

As cordas marcantes, também na gravação do novo cd, enchem de ritmo as harmonias complexas, enquanto a melodia interage com as letras em arranjos originais criados de maneira coletiva e orgânica, realçando a narrativa da poesia de Itamar Assumpção.

Alzira E vive um momento especial de sua trajetória de cantora e compositora. Seu novo cd, O Que Vim Fazer Aqui (Estúdio Traquitana), ressalta seu lado intérprete, enquanto suas composições vem se destacando em gravações de Ney Matogrosso, Zélia Duncan, Tetê Espíndola, Ceumar, Maria Alcina, Filipe Catto, Ana Cañas e Simone, entre outros.

No show, assim como no cd O Que Vim Fazer Aqui, Alzira E coloca em evidência o momento criativo de sua parceria com Itamar Assumpção, revelando inéditas e novas versões para canções de seu álbum AMME, produzido por ele em 1992. Naquele momento, Alzira encontrou nos poemas de Itamar um incentivo para a liberdade musical que vem marcar toda sua trajetória como instrumentista, compositora e intérprete. O Que Vim Fazer Aqui foi contemplado pelo Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo - ProaC Edital 2013, para Gravação de Disco Inédito e Circulação de Espetáculos de Canção.

Alzira E tem nove álbuns: Alzira Espíndola (1986); AMME (produzido por Itamar Assumpção 1992); PEÇAMME (1995); Anahí - gravado ao vivo com Tetê Espíndola (1998); Ninguém Pode Calar - homenageando Maysa (2000); Paralelas - com a poeta Alice Ruiz (2005); Alzira E (2007) e Pedindo A Palavra - em parceria com o poeta arrudA (2010); e O Que Vim Fazer Aqui (2014).

Serviço

Alzira E lança 'O Que Vim Fazer Aqui', no Teatro do SESC Belenzinho

11 de abril (sexta), 21h

Com Alzira E (voz), Gustavo Cabelo (guitarra), Peri Pane (violão e violoncelo), Marcelo Dworecki (baixo) e Cris Scabello (guitarra). Participação especial: Gustavo Galo.

Ingressos: R$ 25,00 (inteira); R$ 12,50 (usuário inscrito no SESC e dependentes, + 60 anos, estudante e professor da rede pública); R$ 5,00 (trabalhador no comércio de bens e serviços matriculado no SESC e dependentes)

Ingressos à venda online a partir de 31/03, às 15h30, e pela rede INGRESSOSESC a partir de 02/04, às 17h30.


Nenhum comentário:

Postar um comentário