quarta-feira, 16 de abril de 2014

Discovery Turbo estreia terceira temporada de “Cemitério de Carros”


Série chega com episódios repletos de informações sobre veículos de alta performance

Eles já foram carros de alto desempenho, joias do design e da engenharia, mas isso foi em um passado distante. Hoje, daquilo que era conhecido como “muscle car” quase nada restou. É nesta fresta, nesse ‘quase’, que os mecânicos de CEMITÉRIO DE CARROS  (Graveyard Carz) encontram esperança para ressuscitar os veículos e devolver-lhes a glória de décadas passadas.

Na terceira temporada que estreia segunda-feira, 21 de abril, às 21h, o reality show continua no encalço da equipe da Graveyard Carz, oficina comandada por Mark Worman. Cada episódio é uma homenagem a modelos clássicos que agrada os aficionados com detalhes sobre mecânica e lataria. Não faltam informações e curiosidades nas conversas de Mark com a equipe formada por Josh Rose, Royal Yoakum, Daren Kirkpatrick e Holly Chedester – pesquisadora recém-contratada para colaborar na reconstrução fiel dos detalhes.

Mark ainda é o chefe controlador e irônico que usa piadas ácidas em todo tipo de situação: para explicar o que quer, para discutir as melhores alternativas, para chamar a atenção dos colegas e para parabeniza-los também... Ele sabe tudo de motores, é perfeccionista e competente, mas ainda passa longe da sutileza.

A nova temporada começa com as expectativas em alta e pressão por resultados tão bons quanto os do ano passado. Depois restaurações importantes e melhorias na estrutura da oficina, todos sabem que manter o ritmo demandará esforço coletivo.

Logo no primeiro episódio, a ansiedade de Mark atinge ápices sucessivos. A equipe executa os reparos finais de uma restauração especial para ele, um modelo 1971 Plymouth Barracuda – “Phantasm Cuda” – que será testado por dois de seus ídolos: os astros do cinema de terror Don Coscarelli e Michael Baldwin. A dupla se tornou célebre pelo filme Fantasma (Phantasm, 1979), do qual faz parte um carro idêntico ao restaurado.

A participação dos convidados ilustres é um momento antológico para Mark. Eles autografarão o carro e presenciarão o momento em que o Phantasm Cuda volta ao mundo dos vivos. Para isso, o carro precisa estar pronto e Mark deixa claro que não poupará recursos – e decibéis – para que a entrega aconteça no prazo. O episódio mostra os três dias finais do processo, ponto crítico em que o trabalho de meses será posto à prova.

Nenhum comentário:

Postar um comentário