quarta-feira, 23 de julho de 2014

III FESTIVAL INTERNACIONAL DE ATUAÇÃO RECEBE GRANDES NOMES DO CINEMA NACIONAL E INTERNACIONAL


Acontece no Latin American Film Institute (LAFilm), em Higienópolis, Sâo Paulo, o III Festival Internacional de Atuação e Cinema, nos dias 28 de julho à 3 de agosto, com grandes nomes do cinema nacional e internacional, como Osvaldo Montenegro, Andrew Meyer, The Vicious Brothers, Paul Brown, Rica Mantoaneli, Andrei  Malaev Babel.

Durante uma semana inteira de programações intensas (das 10:30h até as 23h), os inscritos participarão de workshops, palestras e exibições exclusivas de filmes seguidas por debates com os cineastas. Nas palavras da renomada Marjo-Riikka Makela (diretora do Chekhov Studio International e convidada do evento em edições anteriores): “…o melhor lugar do mundo, hoje em dia, para se estudar atuação e direção, sem dúvida é o Instituto Stanislavsky…”.

Diretores e cineastas, de clássicos do cinema como o indicado ao Oscar, "Tomates Verdes Fritos", e "O Clube Dos Cincos", além de sucessos recentes como “Fenômenos Paranormais” (eleito pela revista Forbes como um dos 10 filmes mais assustadores de 2011 e 2012) e programas que marcaram época na televisão como “Arquivo X”estarão acessíveis ao público brasileiro por uma semana. Indicados ao Oscar, ao Emmy e aoGolden Globe® estarão no Latin American Film Institute representando os EUA, Canadá, Rússia e Brasil. 

Para atender as preferências tantos dos fãs do “cinemão” de Hollywood quanto dos apreciadores de cinema independente, o lline-up diversificado e eclético de convidados do evento conta com nomes como o cantor e cineasta Oswaldo Montenegro, diretor de Léo e Bia e Solidões; Andrew Meyer (EUA), produtor do filme “Tomates Verdes Fritos” e “Clube dos Cinco”; The Vicious Brothers (EUA/Canadá) - os irmãos Stuart Ortiz e Colin Minihan, que escreveram e dirigiram o filme "Fenômenos Paranormais" (Grave Encounters, 2011); Paul Brown (EUA) roteirista e produtor de Arquivo X, Star Trek Voyager e Camp Rock; Rica Mantoaneli,  diretor de Chiquititas, do SBT e Patrulha Salvadora; Andrei  Malaev Babel (EUA/Russia), diretor do Asolo Conservatory, Florida State University e do Stanislavsky Studio Theatre em Washington; Tristan Aronovich, cineasta e ator premiado internacionalmente e diretor e professor do Latin American Film Institute, além de Ariel Moshe, preparador de atores para novelas do SBT.

Serviço:
III Festival Internacional de Atuação e Cinema Instituto Stanislavsky
De: 28 de julho à 03 de agosto
Horário: das 10h30 às 23h00
Local: Latin American Film Institute
Endereço: Rua Coronel José Eusébio, 37 - Higienópolis            
Informações: (11) 3969-0347
Mais informações no site:  http://actingfestival.com.br/


Sobre os Convidados:
OSWALDO MONTENEGRO - Brasil
Oswaldo Montenegro possui 42 CDs e 7 DVDs lançados (2 Cds de ouro, 1 de platina e um DVD de ouro). No cinema, seu primeiro longa metragem “Léo e Bia”, lançado em 2010, é consagrado pela crítica e recebe os prêmios de Melhor Trilha Sonora (Oswaldo Montenegro) e Melhor Atriz (Paloma Duarte) no festival de Cinema CINE PE. É exibido em Los Angeles, no LABRFF e em New York. Em Novembro de 2013, lança seu segundo e também elogiado longa: “Solidões”. Oswaldo é autor de diversas trilhas para teatro bem como de peças musicais com recordes de bilheteria (incluindo “A Dança Dos Signos” em cartaz desde 1983 com mais de um milhão de espectadores no RJ).


ANDREW MEYER - Savannah College of Art and Design (USA)
Andrew Meyer acumula mais de 30 anos de experiência como produtor de cinema, executivo da indústria cinematográfica e educador. Dentre os muitos sucessos de sua carreira, destacam-se o indicado ao Oscar(r) “Tomates Verdes Fritos” , o clássico adolescente “O Clube dos Cinco” (eleito pela Entertainment Weekly como o melhor filme de High School de todos os tempos) e Birdy, (prêmio especial do Júri em Cannes dirigido por Alan Parker e protagonizado por Nicholas Cage). Outros filmes produzidos por Andrew Meyer incluem “Rebelião em Milagro” (dirigido por Robert Redford e protagonizado por Christopher Walken), “Minha Vida é um Desastre” (com John Cusack), “Terra Prometida” (com Meg Ryan e Kiefer Southerland) e muitos outros. Andrew foi presidente da Wildwood Productions (produtora de Robert Redford), da A&M Films e da Act III. Mr. Meyer já foi professor da USC e da UCLA e desde 2004 é professor de cinema na SCAD (Savannah College of Art and Design).

THE VICIOUS BROTHERS - Stuart Ortiz (USA) e Colin Minihan (CAN)


O filme comercial de estreia dos cineastas Stuart Ortiz e Colin Minihan (conhecidos como “The Vicious Brothers”), Grave Encounters (Fenômenos Paranormais) estreou em 2011 no prestigioso festival de Tribeca e desde então atingiu o status de cult em todo o globo.  Com um trailer atingindo a marca histórica no youtube de mais de 28 milhões de views e faturamento de mais de 5 milhões de dólares, “Fenômenos Paranormais” foi classificado pela revista Forbes como um dos Top 10 entre filmes de horror de 2011 e 2012. A sequência do filme  (Fenômenos Paranormais 2) foi escrita e produzida pelos Vicious Brothers e estreou no Halloween de 2012. O novo filme de Stuart e Colin, a ficção científica “Extraterrestrial”, estreou em Tribeca em 2014 e foi adquirida pela IFC Film com estreia prevista para 2015.


PAUL BROWN - New York Film Academy (USA)
Paul Brown é um diretor, produtor e roteirista premiado com mais de 25 anos de experiência em cinema e televisão. Brown já realizou mais de cem filmes, séries e pilotos para a televisão incluindo Arquivo X, Star Trek Voyager, The New Twilight Zone e Quantum Leap. Paul recebeu três indicações ao “Emmy Awards” e ao “Golden Globes” além de ser vencedor do “Edgar Award” por melhor Drama para TV. Recipiente do “Genesis Animal Rights Award”, Paul foi um dos criadores do grande sucesso da Disney “CampRock” e recentemente roteirizou e dirigiu Heaven’s Rain, um longa metragem na floresta amazônica brasileira. Como professor da New York Film Academy, Paul ministra aulas e cursos nos EUA, America Latina, Europa e Rússia. 


RICA MANTOANELLI - SBT (Brasil)
Ricardo Mantoanelli é ex-aluno do Latin American Film Institute (Escola de Cinema e instituto Stanislavsky). Formado em publicidade, sempre trabalhou com imagens em movimento. Está há mais de 10 anos no SBT onde dirigiu vários programas na linha de show, como "Ídolos", "Qual é o Seu Talento?", "Se Ela Dança, Eu Danço", "Astros" e "Cante Se puder". Desde 2013 está na Teledramaturgia. É um dos diretores da novela "Chiquititas" e Diretor Geral da série "Patrulha Salvadora", spin off da novela "Carrossel". Criou a "Academia de TV no SBT", espaço dedicado a debater temas específicos do universo da televisão. Recentemente finalizou seu primeiro curta, o documentário "John Lennon da Silva - o Real e o Reality" trabalho de conclusão de curso de Cinema Documentário da FGV. 


ANDREI MALAEV BABEL - Asolo Conservatory/Florida State University (Russia)
Andrei Malaev-Babel - Mestre em Artes Dramáticas pelo prestigioso Instituto Teatral Vakhtangov em Moscow, na Rússia (onde estudou e trabalhou sob a orientação de Alexandra Remizova, discípula direta de Stanislavsky e Vakhtangov)  é diretor artístico do Stanislavsky Theater Studio em Washington desde 1997.  Seu trabalho como ator, diretor e produtor acumula prêmios internacionais como o Helen Hayes Award, Washington Theater Mary Goldberg Award e The World Bank Community Outreach Recognition Award. Mr. Malaev-Babel já se apresentou em alguns dos mais importantes palcos do planeta como The Kennedy Center,  The National Theater, Smithsonian Institution dentre outros. 

Membro da Mesa de Professores internacionais do MICHA (Michael Chekhov Association) e diretor do departamento de atuação do Conservatório Asolo da Florida State University (um dos mais rigorosos mestrados em Teatro do mundo), seus três livros publicados pela Routledge foram recebidos com entusiasmo pelo público e crítica: o Guia Para o Gesto Psicológico de Michael Chekhov (2003) e dois volumes sobre a vida e obra de Vakhtangov (2011 e 2012).


TRISTAN ARONOVICH - Latin American Film Institute / Instituto Stanislavsky (Brasil)
As performances do ator, cineasta e músico premiado Tristan Aronovich já foram descritas como “...excitante, botando para quebrar...” pelo jornal San Antonio Express News e como “...envolvente e emocionante...” por Eric Sherman (American Cinematheque). Seu último trabalho, o longa metragem “Alguém Qualquer” foi descrito como “...uma obra prima universal...” por José Barriga (Harvard University) e conquistou os prêmios de Melhor Filme (Logan Film Festival), Prêmio Humanitário (Sedona International Film Festival), Pêmio Ouro (California Film Awards) e Prêmio “Escolha do Curador” (BLIFF, Harvard University). Aronovich é ainda recipiente do prêmio de “Excelência em Cinema” (Canada International Film Festival) bem como prêmios no Berklee Open Festival, GFA Festival and Competition, Simone Salmaso Competition (Itália) dentre outros. 

Tristan formou-se com bolsa integral por mérito no California Institute of The Arts e já trabalhou como ator, diretor, produtor, compositor, roteirista e editor em mais de 50 produções incluindo sete filmes de longa metragem. Estudou também como bolsista convidado na Harvard University, Stetson University e Arizona State University. É fundador e diretor do Instituto Stanislavsky e da Escola de Cinema e em 2014 lançou, pela editora Criativo, o livro em edição bilíngue “Fazendo Cinema”.


ARIEL MOSHE - SBT (Brasil)
Natural de São Paulo, completa 40 anos de atividades artísticas, com formação em canto lírico pela Pró Arte de São Paulo, teatro por Eugênio Kusnet, Escola de Arte Dramática e pela Acadêmia de Roma, e educação artística pelo Centro Universitário Claretiano, é ator, diretor e professor de interpretação e expressão vocal. Prepara um livro de Expressão Vocal e Interpretação para profissionais da área. Atualmente prepara atores para as novelas do SBT, ministra aulas de interpretação no Teatro Escola Macunaíma.



AMANDA MAYA - coordenadora (Instituto Stanislavsky, Brasil) e diretora do evento
Conduzindo uma carreira versátil e enveredando por praticamente todas as áreas do cinema, seu curta de estréia “Eu Não Tô Entendendo” foi laureado por oito festivais em todo o território nacional e descrito pelo jornal “A TARDE”, de Salvador como “...um dos mais divertidos nonsense de toda a edição...”.  Bacharel em Artes Cênicas pela Universidade Anhembi-Morumbi  ( onde estudou com integrantes do grupo TAPA), Amanda também estudou como bolsista nos Estados Unidos no Chekhov Studio International e no Los Angeles Performing Arts Conservatory. 

No Brasil, formou-se com louvor pela Escola de Cinema e há cinco anos recebe orientação de Tristan Aronovich. Atuou em diversas peças em São Paulo e no Brasil com destaque para ‘Um Homem Indignado’, que contou com a participação de Walmor Chagas. Em 2007, foi selecionada para interpretar a protagonista do longa metragem “SEM FIO” (lançado nos cinemas em Novembro de 2009).

Em 2011  foi a protagonista e Diretora de Arte do longa-metragem "Alguém Qualquer", filme dirigido por Tristan Aronovich que tem conquistado importantes prêmios ao redor do mundo. Como diretora de cinema, estreou em 2012 com seu longa metragem de suspense “O Jogo do Copo”.  Em julho de 2013 ela foi Diretora Executiva, Diretora de Arte e Atriz protagonista na co-produção internacional do longa-metragem “Crosses & Stars”. Atualmente Amanda Maya coordena o Instituto Stanislavsky onde também ministra aulas de interpretação, direção e produção cultural.

Nenhum comentário:

Postar um comentário