quarta-feira, 16 de julho de 2014

SESC SÃO PAULO NA 14ª EDIÇÃO DO FESTIVAL DE INVERNO DE PARANAPIACABA



O Festival de Inverno de Paranapiacaba, tem programação especial do Sesc, com diversas atrações, para acalentar as emoções dos amantes da cultura, além da vasta programação, também haverá homenagem ao músico e compositor Dorival Caymmi, que irá promover intervenções artísticas de literatura, dança artes visuais.

A 14ª edição do Festival de Inverno de Paranapiacaba inaugura um novo formato, no que diz respeito à apropriação dos espaços para a realização de atividades culturais, que neste ano está com parceria da Prefeitura de Santo André, o Sesc São Paulo oferece sua contribuição à construção desse enredo, propondo-se a contar, por meio de linguagens e intervenções artísticas que percorrem as ruas durante o festival, um pouco de algumas dessas histórias surgidas no alto da Serra do Mar.

As lendas e causos que pairam sobre a atmosfera da vila de Paranapiacaba, o Clube União Lyra-Serrano abriga, mais uma vez, a programação musical do Sesc, que neste ano lembrará o centenário de nascimento de Dorival Caymmi nos repertórios. Para esta edição, foi elaborado um pequeno recorte de releituras de sua obra. Em variados estilos e ritmos, as apresentações exaltam a importância do compositor e sua influência sobre a música popular brasileira.


Confira a programação completa:

Música

Seresteiros - Caiu na rede é Caymmi...
“E assim adormece esse homem que nunca precisa dormir pra sonhar, porque não há Sonho mais lindo do que sua terra, não há...”.

Canções com balanço de mar navegam no repertório do grupo Seresteiros. O show apresenta releituras inéditas das obras de Dorival Caymmi, nas vozes suaves e no jeito manso de cantar do grupo , com ênfase nos arranjos vocais.

Duração: 90 Min.
Livre
Grátis
Dia 19. Sábado, às 14h30

Mônica Salmaso e André Mehmari
Mônica Salmaso e André Mehmari se conheceram em 2001 e, desde então, mantêm uma profícua parceria musical. O duo sobe ao palco do Clube União Lyra Serrano com repertório calcado em canções de Caymmi e de outros compositores influenciados pelo baiano, explorando as possibilidades sonoras que o domínio da voz e do piano lhes permite.

Duração: 90 Min
Não recomendado para menores de 12.
Grátis
Dia 19. Sábado, às 18h

Orquestra Combo Brasileiro
Com a ideia de religar a música popular brasileira ao requinte dos arranjos orquestrais, a Orquestra Combo Brasileiro apresenta clássicos elaborados especialmente para big bands. O foco no repertório e nos gêneros musicais brasileiros preserva o nosso balanço característico, em uma formação totalmente inusitada para o gênero!

Duração: 90 Min
Livre
Grátis
Dia 20. Domingo, às 14h30

Duofel - Pulsando MPB
Desde 1978, os violonistas Fernando Melo e Luiz Bueno se fizeram um só: Duofel. Fiéis às suas abordagens sobre as sonoridades dos violões, a dupla faz show do novo trabalho: Pulsando MPB. O álbum apresenta versões para obras que marcaram a música popular brasileira e conta com um bloco de músicas de Dorival Caymmi.

Duração: 90 Min
Livre
Grátis
Dia 20. Domingo, às 18h

Carlinhos Antunes e Quinteto Mundano - Suíte Do Pescador
O grupo, criado pelo músico e compositor Carlinhos Antunes, presta sua homenagem a Dorival Caymmi em uma apresentação que mescla diferentes ritmos e melodias na interpretação de grandes temas do compositor baiano. A mistura de instrumentos provenientes de diversas culturas - como os tambores e instrumentos de cordas africanos, o piano, a viola de 10 cordas, o cavaco, o contra baixo acústico e o clarinete, entre outros -, confere uma sonoridade única às execuções.

Duração: 90 Min
Local: Clube União Lyra Serrano
Livre
Grátis
Dia 26. Sábado, às 14h30

Aláfia
O coletivo formado por onze músicos é influenciado pelos batuques de umbigada, ensaios de escola de samba, jongos e bailes black. Neste show, inédito, o repertório de Caymmi recebe uma roupagem elétrica, pop e que explora a tradição dos terreiros de candomblé, com os quais o músico baiano manteve uma estreita relação.

Duração: 90 Min
Livre
Grátis
Dia 26. Sábado, às 18h

Skafandros Orkestra
A banda mescla timbres e instrumentação jazzística - característicos do ska jamaicano de raiz - à música popular brasileira. No repertório, além de obras autorais, covers de bandas jamaicanas conceituadas, composições de Dorival Caymmi e o mundo erudito de Villa Lobos, em um instrumental com energia e resultados sonoros inusitados.

Duração: 90 Min
Livre
Grátis
Dia 27. Domingo, às 14h30

Marina de La Riva Canta Dorival Caymmi
Neste show, a cantora presta sua homenagem a um dos maiores cancioneiros do país, trazendo um repertório com as composições do mestre Dorival Caymmi em seu centenário. Serão interpretadas algumas canções de amor, folclóricas, do mar, toadas e sambas como: É doce morrer no mar, Vestido de bolero, Acalanto, Você não sabe amar, entre outras.

Duração: 90 Min
Não recomendado para menores de 12.
Grátis
Dia 27. Domingo, às 18h


Dança

Posso dançar pra você?
Intervenção urbana que mistura dança e artes cênicas. Concebida a partir da investigação de novas possibilidades para a dança, a performance integra-se ao cenário da Vila de Paranapiacaba, buscando a interação com o público presente. A pesquisa realizada pela companhia parte da observação de diferentes espaços urbanos, em direção à compreensão dos limites entre o cotidiano e o poético.

Duração: 45 Min
Local: Vila de Paranapiacaba - vários espaços
Livre
Grátis
Dia 20. Domingo, às 12h

GRUA - Gentlemen de Rua
A performance, marcada pelo improviso constante, une dança contemporânea, elementos de capoeira, street dance, parkour e outras formas de expressão criativa. As performances ganham variações de acordo com o local onde os artistas se apresentam. Os dançarinos, sempre vestidos a rigor, fazem uma alusão ao homem contemporâneo, pressionado pela rotina sufocante e o caos urbano.

Duração: 30 Min
Local: Vila de Paranapiacaba - vários espaços
Livre
Grátis
Dia 27. Domingo, às 12h

Literatura


Polvos Poéticos

Inspirada na velha brincadeira do telefone sem fio, os polvos poéticos são uma forma divertida e encantadora de incentivo à literatura. Os atores contam as lendas de Paranapiacaba para o público e declamam poesias que, através de conduítes, são ouvidas por seis pessoas ao mesmo tempo. Com o Grupo Sensus.

Duração: 60 Min
Local: Vila de Paranapiacaba - vários espaços
Livre
Grátis
Dia 26. Sábado, às 12h

Artemídia e Cultura Digital

EM CAMPO - MONUMENTO SONORO AO CAMPO DA VILA DE PARANAPIACABA
Ao se aproximar do campo da Vila de Paranapiacaba é possível ouvir, através de um aparelho celular equipado com GPS e Internet, a narração de um antigo jogo de futebol, remetendo a uma possível partida acontecida ali mesmo, no campo da Vila! Além disso, uma maquete do mesmo campo, equipada com fones de ouvido, também fica instalada no Clube União Lyra Serrano convidando o visitante a imaginar uma antiga partida de futebol!

No Campo de Futebol da Vila de Paranapiacaba e no Clube União Lyra Serrano.
Livre
Grátis

Artes Visuais

Sericleta
O público é convidado a produzir cartões poéticos nesta bicicleta transformada em unidade móvel de serigrafia, concebida especialmente para a impressão em ambientes públicos. Todas as peças impressas serão livremente distribuídas ao público passante, que poderá levar para casa uma obra produzida no local.  Com Mônica Schoenacker.

Local: Vila de Paranapiacaba - vários espaços.
Livre
Grátis
Dia 19. Sábado, das 12h às 17h

O Futebol começou aqui!
A história do campo Charles Miller, localizado na Vila de Paranapiacaba, contada através de cartões postais que estarão disponíveis em displays no Clube União Lyra Serrano durante o festival, mas que também convidam o público a conhecer o Monumento Sonoro no campo de futebol da vila.

No Clube União Lyra Serrano. 
Livre
Grátis
Até dia 27.
Sábados e domingos, das 10h às 18h30.

Oficina

Desenhando em Paranapicaba 
Sketching: termo utilizado para definir desenhos rápidos, registrando o tempo presente e o cenário que vemos à nossa volta, não importando o tipo de técnica utilizada.

Sketching em Paranapiacaba: desenhar ao vivo nas ruas e locais de Paranapiacaba, unindo, durante o Festival de Inverno, diversos desenhadores, público visitante, adultos, crianças, pessoas comuns e todos aqueles que queiram arriscar traçados divertidos, em uma atividade coletiva!

Com Lauro Monteiro Filho, artista plástico e designer formado em engenharia civil, artes plásticas e estilismo. Em 1980, fez sua primeira exposição individual. Em seguida, participou da Bienal Internacional de São Paulo, sob a curadoria de Walter Zanini.

Dias: 19, 20, 26 e 27/7
sábados e domingos das 10h às 12h e das 13h às 15h.
Vagas limitadas | Inscrições no Clube Lyra Serrano com 30 minutos de antecedência | Grátis.


Nenhum comentário:

Postar um comentário