sexta-feira, 18 de setembro de 2015

O Setentão mais doce do Brasil!


Ele já é um septuagenário, e ainda conquista a todos pela sua doçura e praticidade, nas festas de aniversário, ele é tão importante quão o bolo. Ele é o brigadeiro!

Um doce típico da culinária brasileira, e consumido de norte a sul do país. Seus ingredientes são leite condensado, chocolate em pó e manteiga, seu segredo é nunca parar de mexer, para que ele fique cremoso e consistente ao mesmo tempo.

No Rio Grande do Sul o chamam de negrinho, nome usado em todo o país, antes do popular brigadeiro.

Sua origem e criação é incerta, mas há uma lenda popularizada na década de 1980 que afirma que o doce seria uma homenagem ao Brigadeiro Eduardo Gomes, que entre os anos de 1946 a 1950 se candidatou a Presidência da República, e alguns fãs paulistas realizaram uma festa idealizada pela Conservadora União Democrática para promover sua candidatura contra o Presidente Dutra, após a queda de Getúlio Vargas. Gomes não ganhou a eleição, mas em compensação os brasileiros ganharam essa delícia saborosa.

Há outras versões na história sobre a guloseima, mas uma coisa é fato, faça Sol ou chuva, ele é opcional para adoçar o dia de qualquer pessoa, sem extinção de classe social, raça ou credo. Uma iguaria nacional que está conquistando até os paladares internacionais, com culinaristas brasileiros que realizam a receita em seus estabelecimentos no exterior e são cativados pelo sabor irresistível do brigadeiro. 

Até lojas especializadas para venda dele foram criadas, além de sabores variados, como de amendoim, com morango,  pistache, chocolate branco, banana e até vegano, para os vegetarianos amantes do "negrinho".

E agora que você já conhece um pouco da história desta delícia, que tal pegar uma panela e se esbaldar desta guloseima?

Assista abaixo receita do brigadeiro executada pelo Chef Paulo Machado:


Nenhum comentário:

Postar um comentário