domingo, 29 de novembro de 2015

Instituto Neymar Jr. faz show beneficente para comemorar um ano de atividades




O ingresso deve ser trocado no local por dois quilos de alimento não perecível

No dia 13 de dezembro, o Instituto Projeto Neymar Jr. realizará um show beneficente, em sua sede, no Jardim Glória, na Praia Grande, para comemorar um ano de atividades. 

Contando com a presença das crianças e famílias atendidas pela instituição, o evento também será aberto ao público e os interessados devem trocar seus ingressos por 2kg de alimentos até o dia 5 de dezembro. A troca desses ingressos poderá ser feita de segunda a sexta-feira das 8h às 20h e aos sábados das 10h às 15h, no próprio Instituto, no portão da Rua D. 

Segundo Neymar da Silva Santos, vice-presidente do Instituto, o evento celebrará o trabalho que foi realizado ao longo do ano de 2015. “Queremos comemorar este primeiro ano e mostrar tudo o que foi feito. Vamos fazer este show beneficente aberto ao público e os alimentos arrecadados serão revertidos para as famílias atendidas pelo projeto. Vai ser uma festa muito bonita e importante para exaltarmos os resultados que alcançamos”, explica. 

A expectativa da organização é de que cerca de 5 mil pessoas marquem presença na festa que contará com apresentações de artistas nacionais como Henrique e Diego, Alexandre Pires, Wanessa Camargo e outros convidados especiais. Além das atrações musicais, o público poderá conferir uma exibição de dança dos alunos e vídeos que mostram todo o trabalho realizado neste primeiro do projeto. O INJR abrirá seus portões para o público, no dia do evento, às 15h, com término às 19h. 

O Instituto Projeto Neymar Jr. já é um divisor de águas na vida das famílias que atende. O projeto privado e sem fins lucrativos dedicado às causas sociais, é um complexo educacional e esportivo que atende a população carente da região. O instituto, idealizado por Neymar Jr. e sua família, visa transformar a vida de inúmeras pessoas oferendo a elas oportunidades. Atualmente, a instituição atende 2.400 crianças. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário