segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

"Sete pecados" é inspiração do novo sanduíche do Burger King




O lançamento oferece sete motivos para o consumidor pecar sem arrependimento 

O novo lançamento do Burger King, exclusivo no Brasil, "Picanha 7 Pecados", é um sanduíche delicioso, com ingredientes surpreendentes, e que promete provocar nos consumidores uma incontrolável vontade de cometer os 7 pecados capitais – de uma só vez.

Disponível também na versão com frango – Chicken Crisp 7 Pecados – o sanduíche traz ingredientes deliciosos e inusitados, como o queijo brie e geleia de pimenta-biquinho, que representam respectivamente a luxúria e a ira. 

Os outros pecados também podem ser facilmente identificados na composição do produto: a gula simbolizada pelo suculento hambúrguer de Picanha, a inveja despertada pela maionese única do Burger King, a salada fresca representando a vaidade, o pão macio que simboliza a preguiça e, finalmente, representando a avareza, o preço irresistível: R$ 27,90 no combo com batatas e free refill. Ou R$ 24,90 na versão Chicken Crisp 7 Pecados.

“O Picanha 7 Pecados foi desenvolvido a partir de um conceito que possui grande apelo entre os consumidores, que é: se for para pecar, que seja com algo delicioso que não trará culpa ou arrependimento. E, aliado a esse conceito, o Burger King reafirma o seu posicionamento de autenticidade por meio de mais um lançamento inusitado, um sanduíche com ingredientes deliciosos e inesperados”, comenta Ariel Grunkraut, Diretor de Marketing do Burger King no Brasil. 

O Picanha 7 Pecados, bem como a versão Chicken Crisp, são edição limitada e estarão disponíveis em todos os restaurantes do BURGER KING® no Brasil até o dia 31/05.

Serviço

PREÇO SUGERIDO para o Picanha 7 Pecados: R$ 22,90

PREÇO SUGERIDO para o Chicken Crisp 7 Pecados: R$ 19,90

PREÇO SUGERIDO para o combo Picanha 7 Pecados com fritas e free refill: R$ 27,90

PREÇO SUGERIDO para o combo Chicken Crisp 7 Pecados com fritas e free refill: R$ 24,90

* Esses valores podem variar de acordo com a unidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário