quarta-feira, 8 de maio de 2013

Além da Escuridão – Star Trek



A Fronteira Final . . . Expandida

Neste verão, o diretor J.J. Abrams leva “Star Trek Into Darkness” com os jovens tripulantes da  U.S.S. Enterprise na direção de sua jornada mais épica.  Abrams se reúne novamente com a equipe que criou a diversão, o humor e o espírito da aclamada versão de 2009, reinício dessa amada franquia.  Nessa segunda viagem, eles ampliaram a ação, aumentaram os conflitos emocionais e lançaram a Enterprise em um perigoso jogo de xadrez de vida ou morte contra uma força destrutiva invencível.  Com tudo que os homens e mulheres da Enterprise acreditam em risco, o amor será desafiado, as amizades serão despedaçadas e sacrifícios terão que ser feitos para a única família que restou para o Capitão Kirk: a tripulação que ele comanda.  

Tudo começa com a volta para casa, à medida que a Enterprise retorna para a Terra no rastro de um controverso incidente galáctico, seu intrépido Capitão ainda quer voltar para as estrelas em uma missão mais longa de paz e exploração.  Mas não está tudo bem no Planeta Azul.  Um devastador ato de terror expôs uma realidade alarmante:  A Frota Estelar está sendo atacada de dentro e o resultado deixará o mundo inteiro em crise. O Capitão Kirk lidera a Enterprise em uma missão como nenhuma outra desde o planeta natal Klingon até a Baía de São Francisco.  A bordo da Enterprise o inimigo entre eles tem um talento gigantesco para a destruição. Kirk os liderará em um campo de sombras e dúvidas onde eles nunca estiveram antes – navegando nas tênues linhas entre amigos e inimigos, vingança e justiça, uma guerra sem limites e o potencial infinito de um futuro de união. 
               
Retornando a Enterprise o elenco que trouxe tudo à vida tão visceralmente no filme de  Abrams “Star Trek”:  Chris Pine como o Capitão James T. Kirk, Zachary Quinto como o Primeiro Oficial Spock, Karl Urban como Dr. Leonard “Bones” McCoy, Simon Pegg como o Engenheiro Chefe “Scotty” Scott, Zoe Saldana como a Oficial de Comunicações Uhura, John Cho como o Timoneiro Hikaru Sulu, Anton Yelchin como Pavel Chekov e Bruce Greenwood como o Almirante Christopher Pike. Se juntando ao elenco Benedict Cumberbatch no personagem do misterioso terrorista intergaláctico John Harrison, Alice Eve como a novata Carol Marcus e Peter Weller como o Almirante da Frota Estelar que entra no conflito com a Enterprise. 

Filmado com câmeras de extremamente alta resolução IMAX® e apresentado em uma detalhada conversão de 3D que avança essa tecnologia, o filme dá às plateias um vislumbre do universo de Jornada nas Estrelas como nunca foi visto antes. 
               
Paramount Pictures e Skydance apresentam uma produção Bad Robot de um filme de J.J. Abrams, “Star Trek Into Darkness.” O roteiro do filme é de Robert Orci & Alex Kurtzman & Damon Lindelof baseado em Jornada nas Estrelas criada por Gene Roddenberry. Os produtores são  Abrams, Bryan Burk, Lindelof, Orci e Kurtzman, os produtores executivos são Jeffrey Chernov, David Ellison, Dana Goldberg e Paul Schwake. A equipe reunida por tás das cenas inclui o diretor de fotografia Dan Mindel, o designer de produção Scott Chambliss, o figurinista Michael Kaplan, as editoras Maryann Brandon e Mary Jo Markey e o compositor Michael Giacchino – os efeitos visuais e as animações interestelares do filme foram novamente criados pelos mágicos da Industrial Light & Magic, sob a égide de Roger Guyett, que foi indicado ao Oscar® por seu trabalho em “Star Trek.” 

Espaço:  Confrontando A Escuridão

Em um legado que criou quatro séries de TV, 11 filmes e incontáveis sonhos galácticos, esse marca a primeira vez que as plateias vão experimentar Jornada nas Estrelas com 8 andares de altura e em três dimensões, no “Jornada nas Estrelas“ de 2009, um grupo inegavelmente promissor, mas propenso a travessuras de exploradores do espaço, recém-saídos da Academia, iniciaram uma cativante viagem inicial para as estrelas. Foi o primeiro grande teste de suas engenhosidades, habilidades e lealdades, logo abaixo de suas personalidades conflitantes, mas foi só o começo.  Agora, tendo provado suas capacidades, a tripulação novata da U.S.S. Enterprise precisa se aventurar mais profundamente na vasta escuridão – e de volta à Terra do Século XXIII, já que forças sinistras de guerra ameaçam a santidade do lar e de mundos ainda desconhecidos. 

Com “Star Trek Into Darkness,” J.J. Abrams retorna à sua visão humana do universo de Star Trek – uma que faz um tributo afetivo à um ícone da cultura pop e ao mesmo tempo se lança em território desconhecido.

O primeiro filme ganhou elogios por mesclar o humor irreverente, os personagens carismáticos e a imaginação sem limites da modesta série de TV dos anos 60 com o ritmo e a ação do Séc. XXI e, nesse processo, forjar uma história nova e emotiva para as origens.  Ecoando a premissa central de Gene Roddenberry, “Star Trek” de Abrams parece ter falado ao sonhador dentro de nós e fazer infinitas possibilidades parecerem palpavelmente reais. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário