Pular para o conteúdo principal

Série mostra restauração de carros em péssimas condições




"Will e Gus: o dobro ou nada" mira lucro que represente o dobro do valor investido 

Gus Gregory e Will Trickett formam uma dupla de amigos e parceiros de trabalho que aposta alto: deixaram para trás seus empregos e ingressaram no ramo da restauração de carros em péssimas condições sem grandes aspirações quanto à perfeição do resultado.

"Will e Gus: o dobro ou nada" (Flipping Bangers) acompanha os dois na difícil tarefa de transformar sucata em carros que podem ser dirigidos e que lhes rendam dinheiro. A série conta com dez episódios de uma hora, cada um deles com foco nos intensos trabalhos de funilaria, mecânica e tapeçaria de um carro diferente.

Não se trata apenas de desafiar o impossível e assumir serviços que a maioria dos restauradores rejeitaria. Eles têm um negócio e precisam lucrar com ele: para cobrir as despesas gerais e viabilizá-lo, a meta é dobrar o retorno de cada centavo investido nos carros. Os carros finalizados não são do tipo dos que saem da oficina e vão direto para exposição em salões, basta que voltem a funcionar e que sejam vendidos pelo dobro da soma entre custo inicial e gastos com a restauração. 

Para isso, o ritmo de produção precisa ser frenético e o objetivo é finalizar um carro por semana. Ou seja, cada projeto tem em média cinco dias de oficina. Assim que o carro chega, os dois criam um leilão on-line que dura exatamente uma semana e correm contra o relógio para cumprirem o prazo que eles mesmos impuseram. 

Entre os carros da primeira temporada estão um Porshce 924 enferrujado, um MX-5, um Volvo 480 que não sai do lugar, um Golf GTi sem motor, um Citroen BX que foi resgatado de um matagal, um Triumph Spitfire com problemas de infiltração de água, um Mercedes 190e que superaquece e um enferrujado Alfa Romeo. 

No episódio de estreia, Will e Gus encontram uma lenda que viveu dias melhores: um Porshce 924 marrom que tem o interior destruído, pintura completamente danificada e “belos” tapetes verdes. A boa notícia: com uma carga na bateria o carro ainda dá partida. 

Gus consegue encontrar um painel para substituir o que está completamente quebrado. Will fica a cargo de restaurar os bancos rasgados. Ainda no interior, Gus tem a ideia de usar corante doméstico (geralmente usado em tecidos) para mudar a cor dos tapetes – uma jogada arriscada, mas que dá certo e rende uma economia preciosa. 

Tudo vai bem, até que pintura se revela o ponto crítico: com tempo escasso e pouquíssimo dinheiro, eles improvisam com uma tinta de secagem rápida e de fácil aplicação. Um cliente cadeirante que procura um carro baixo, fácil de entrar e com espaço suficiente para guardar a cadeira de rodas, fica interessado no carro. 

Serviço 

"Will e Gus: o dobro ou nada" (Flipping Bangers) 
Discovery Turbo
Estreia: terça-feira, 14 de abril, às 21h20 
Classificação indicativa: Livre

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Interior mineiro recebe o passeio off-road Suzuki Day

Cidade de Gonçalves será palco do encontro dos Suzukeiros
A cidade turística de Gonçalves, no sul do estado de Minas Gerais, será o próximo destino do passeio off-road Suzuki Day, que levará os participantes por belas trilhas em meio à Serra da Mantiqueira. O passeio não tem restrição de idade e foi criado para que os participantes possam provar e testar seus Suzuki no fora-de-estrada.

“Gonçalves tem ficado cada vez mais conhecida pelas belas paisagens e ótimos serviços de hospedagem e gastronomia. Além disso, as trilhas são bem bacanas para o off-road”, adianta Fernando Julianelli, diretor de marketing da Suzuki Veículos.

Projeto Motostory exibe acervo que retrata motociclismo brasileiro

Mostra foi idealizado por Carlãozinho Coachman, um apaixonado por motocicletas
O projeto Motostory ganhou sua primeira mostra aberta ao público como parte do Mobile Photo Festival 2019, que oferece a Exposição São Paulo em Movimento. 

"Quem visitar a exposição poderá conferir o contraste de dois mundos: a fotografia moderna do mobile através do olhar clínico destes grandes fotógrafos, e uma pequena mostra do acervo histórico do Motostory, que retrata quase um século do motociclismo brasileiro", diz Carlãozinho Coachman, seu idealizador.

Mitsubishi Outdoor desbrava as montanhas e cachoeiras de Penedo

Rali de aventura e tarefas irá explorar a Mata Atlântica com diversas atividades culturais e de aventura
Um rali que mistura a experiência off-road com atividades culturais e de aventura. Assim é o Mitsubishi Outdoor, que chega a Penedo, charmosa cidade na divisa dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. A região tem um cardápio repleto de aventuras em meio à paisagens incríveis e o melhor: não há limite de idade, a família toda pode participar e curtir um dia agradável repleto de diversão.

“Estaremos numa das regiões mais belas da Serra da Mantiqueira, próximos à divisa dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. A categoria Fun terá uma prova mais linear e facilitadores de navegação. E o pessoal que for na Extreme poderá esperar atividades mais longas nos PCs de aventura e muito 4x4”, afirma Fernando Gualberto, diretor de prova.