9 de junho de 2023

Cortar as unhas do cachorro é uma atividade essencial




Saúde de um pet demanda vários cuidados, acompanhamentos periódicos e hábitos de higiene

Texto: Sérgio Dias
Fotos: Pixabay

Cortar as unhas do cachorro é um importante procedimento de cuidado com sua saúde e higiene, tão necessário quanto a vacinação e o banho. Promover o bem-estar do pet envolve muitos cuidados que precisam ser tomados para que ele seja feliz e saudável.


Mas não basta oferecer sombra boa, comida e água fresca. Quem se preocupa com a saúde de um pet sabe que eles demandam vários cuidados, acompanhamentos periódicos e hábitos de higiene. Em conjunto com a Vet Quality Centro Veterinárioa, ajudamos tutor nesses cuidados.

Muitos tutores não imaginam que essa atitude é uma atividade essencial. Em virtude de sempre caminharem por terrenos ásperos como calçadas e ruas, os cães urbanos possuem um desgaste natural de suas unhas, proveniente do atrito com o chão.

O mesmo fenômeno não ocorre com os cãezinhos domésticos, especialmente aqueles que vivem em apartamentos e só têm contato com pisos mais lisos. Uma alternativa que pode ajudar a promover o desgaste das unhas, embora não exclua a necessidade de cortar, é levar o animal para passear na rua, se possível, com frequência.

Ainda assim, é necessário o corte periódico das unhas do seu pet para poder preservar sua saúde, evitando graves problemas que podem surgir com as unhas grandes.

As consequências de se manter grandes as unhas de cachorro são muito graves e podem causar sérios danos à saúde do animal. A unha crescida ocasiona redução do contato do chão com as “almofadas” da pata do animal, interferindo diretamente em sua pisada, fazendo-o caminhar com a pata mais levantada.

Não cortar as unhas do cachorro possibilita também que elas entrem na carne devido ao encurvamento natural do crescimento, o que geraria muita dor e desconforto. Esse fenômeno da curvatura pode ser observado principalmente na unha do “dedão”, que nunca toca o solo quando o animal pisa.

Os cuidados devem ser redobrados no caso de cachorros idosos. Devido à idade avançada, o equilíbrio é naturalmente debilitado e, com as unhas grandes, o risco de queda é muito maior.

Cortar as unhas do cachorro em casa é possível, mas é recomendável procurar um veterinário ou outro profissional da área que seja de sua confiança, para o procedimento ser seguro.

O primeiro passo é escolher a ferramenta específica para o corte em cães, pois os utensílios para uso humano podem ferir o animal. Indica-se alicates ou guilhotinas. Após, deve-se pensar no melhor momento para cortar. A melhor opção é quando o cachorro está mais tranquilo, sem agitações.

É necessário segurar a pata com firmeza e imobilizar o corpo do animal para ele não ficar se mexendo e possivelmente ser machucado devido a algum movimento repentino. Se for o caso de um cão de médio ou grande porte, uma alternativa é procurar deitá-lo no chão, já se for pequeno, pode segurá-lo no colo.

É importante saber que o cachorro possui uma estrutura orgânica conhecida popularmente como “sabugo”, que fica na parte interna da unha. O sabugo é uma área com terminações nervosas e vasos sanguíneos responsáveis por nutrir a queratina, ou seja, se cortá-lo acidentalmente, o cão sentirá muita dor e terá sangramento intenso.

Para evitar um ferimento, deve-se atento à cor das unhas do pet. Nas unhas claras, é possível visualizar melhor o sabugo, já nas escuras deve-se ter um cuidado um pouco maior. Vá cortando aos poucos e devagar para não avançar muito. Em caso de receio, você pode optar tranquilamente por uma lixa específica para gastar as unhas em vez de cortá-las.

O início do corte das unhas deve ser após os dois meses de vida. O motivo dessa espera é justamente por causa do sabugo, que começa a se retrair somente após esse período, o que torna mais seguro o corte.

O ideal é cortar as unhas do cachorro uma vez por semana ou, no máximo, a cada 15 dias, para não crescer tanto a ponto de atrapalhar o andar do animal. Uma dica que pode ajudar muito é observar o seu caminhar, caso esteja com lambeduras nas patas ou com elas levantadas, pode ser um sinal de que as unhas já estão grandes demais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ultima Postagem

Já é tempo de planejar as férias com o seu pet

Garantir uma experiência segura e livre de preocupações durante os períodos fora de casa é fundamental Texto:  Sérgio Dias Fotos: Pixabay Qu...