18 de julho de 2023

Joinville comemora 40ª edição do Festival de Dança




Trata-se do maior evento do gênero no mundo pelo Guiness Book e movimenta o turismo da cidade

Já começou e vai até o dia 29 de julho o Festival de Dança de Joinville, um dos eventos mais icônicos da cidade catarinense. Considerado o maior do gênero no mundo pelo Guiness Book, o evento deste ano recebe 13 mil bailarinos vindos de 25 dos 27 estados brasileiros, além de convidados países como França e Paraguai.

“O evento gera impactos positivos em toda a cadeia turística, desde a rede hoteleira, que historicamente tem sua maior ocupação do ano durante o evento, até setor de transporte, alimentação e comércio em geral, além de trazer incremento às empresas e profissionais responsáveis pela montagem e operacionalização”, afirma Giuliano de Mello, presidente do Joinville e Região Convention & Visitors Bureau.

A ocupação do setor hoteleiro chega a quase 100% durante as duas semanas de realização do evento, de acordo com dados do Sindicato Patronal de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Joinville/SC e Região – VivaBem. “A expectativa é ter a cidade lotada durante todo o período, com movimentação nos hotéis, restaurantes, bares, casas noturnas e comércio”, adianta Ana Luiza Moeller Wetzel, presidente do sindicato.

Já os segmentos de gastronomia e eventos preveem aumento de 15% no faturamento até o final do mês. “O impacto na economia não é só na região central, mas em toda a cidade. Para suprir o aumento da demanda, os restaurantes acabam contratando garçons freelancers e os hotéis, camareiras extras. Isso vale também para os motoristas de aplicativos e trabalhadores de segmentos como limpeza e segurança”, detalha Guilherme Kulkamp, coordenador da Câmara Setorial de Gastronomia e Eventos da CDL Joinville.

Criado em 1983 pelo professor de balé Carlos Tafur e pela artista plástica Albertina Tuma, o Festival de Dança foi responsável por consolidar a cidade catarinense no mapa mundial das artes, trazendo visibilidade, emprego, renda e um legado inestimável a Joinville.

Realizado pelo Instituto Festival de Dança de Joinville e pelo Ministério da Cultura, é o maior evento do mundo em número de participantes, reunindo milhares de bailarinos anualmente no destino catarinense. “O Festival de Dança é um importante propulsor do turismo, uma experiência inesquecível para participantes e visitantes, e, sobretudo, um grande orgulho para a nossa cidade”, diz Mello.

“O evento completa quatro décadas com muita vitalidade: crescendo na quantidade de pessoas envolvidas e de atividades realizadas em um calendário que se estende ao longo do ano”, comemora Ely Diniz, presidente do Instituto Festival de Dança, entidade responsável por profissionalizar o evento e com participação direta na inauguração do Saltare Centro de Dança.

A Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, única do gênero em operação fora da Rússia, também reforçou o posicionamento de Joinville como Capital Nacional da Dança, título obtido em 2016. Juntos, Festival e escola têm realizado parcerias que promovem e valorizam a dança brasileira, como a bolsa talentos, a co-produção de um espetáculo coreografado pela Vertigo Dance Company, de Israel, e a apresentação da Companhia Jovem do Bolshoi na Noite de Gala.

A importância do evento é tanta que há até uma agência especializada no atendimento às demandas dos profissionais e de seus acompanhantes. A Bailarinos pelo Mundo, agência oficial do Festival de Dança de Joinville, registrou aumento de 54,8% nos serviços prestados neste ano e confirma a realização da primeira edição do Festival de Dança de Joinville a Bordo, no Costa Favolosa, com embarque em Santos (SP).

A partir de 6 de janeiro de 2024, bailarinos com coreografias inscritas nos gêneros Balé Clássico de repertório, Balé Neoclássico, Dança Contemporânea, Danças Populares Brasileiras, Danças Populares Internacionais, Danças Urbanas, Jazz e Sapateado, com subgêneros Solo, Duo, Variações, Pas de Deux, Grand Pas de Deux e Conjunto se apresentarão a bordo do navio que sai do porto paulista e passa por Itajaí (SC), Montevidéu (Uruguai) e Buenos Aires (Argentina).

Serviço

40º Festival de Dança de Joinville

Até o dia 29 de julho de 2023

A Mostra Competitiva acontece de 18 a 27 de julho com 226 coreografias de oito gêneros - Balé Clássico de Repertório, Balé Neoclássico, Jazz, Danças Populares Internacionais, Danças Populares Brasileiras, Dança Contemporânea, Danças Urbanas e Sapateado. As duas últimas noites (28 e 29 de julho) reúnem as melhores coreografias da 40ª edição entre os diversos gêneros, com apresentações das companhias que conquistaram os primeiros lugares nas categorias Júnior e Sênior durante a Mostra.

Realização: Instituto Festival de Dança de Joinville e Ministério da Cultura - Governo Federal

Promoção: Prefeitura Municipal de Joinville - Secretaria de Cultura e Turismo

Mais informações: https://festivaldedancadejoinville.com.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ultima Postagem

Omoda 5 EV vai ampliar a oferta de veículos eletrificados no Brasil

Modelo terá versões elétrica e híbrida, com preço na faixa do Toyota Corolla Cross Texto:  Sérgio Dias Fotos: Sérgio Dias Um modelo inédito ...