30 de setembro de 2010

MASP leva seu acervo para as ruas de SP a partir de amanhã


Num raio de 1,5 km em torno da sede do museu, 40 cópias de obras-primas do principal acervo do Hemisfério Sul poderão ser vistas nos muros da região delimitada pelas avenidas Brig. Luís Antônio e Radial Leste-Oeste e ruas da Consolação e Estados Unidos. Realizada pela Metalivros em parceria com a Arquiprom, a mostra RevelARTE – O MASP nas ruas é uma iniciativa inspirada em projeto análogo da National Gallery, de Londres, e estará nas ruas de São Paulo por todo o mês de outubro, a partir de amanhã, 1º de outubro. Neste período, o fotógrafo Ary Diesendruck e sua equipe registrarão os locais selecionados e as reações do público no contato com as obras, imagens que resultarão em um catálogo com textos do curador Teixeira Coelho.

Imagine se deparar com um Van Gogh, um Renoir ou um Goya no muro de uma movimentada rua de São Paulo. É o que poderá acontecer durante todo o mês de outubro, quando o MASP – Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand levará, para além de suas galerias, reproduções de 40 obras de seu acervo na exposição RevelARTE – O MASP nas ruas.

O objetivo da realizadora, Metalivros, em parceria com a Arquiprom, é levar à população reproduções de obras de arte do acervo do MASP, o mais valioso e representativo do Hemisfério Sul. “O projeto vai, com arte, colorir, alegrar e humanizar a vida de um pedaço da cidade”, diz Ronaldo Graça Couto, da Metalivros. “É um convite para a população visitar o museu e conhecer essas e outras tantas obras de seu acervo” diz Silvia Landa, da Arquiprom. A iniciativa é inspirada na experiência da National Gallery, de Londres, um dos mais prestigiados museus de arte do mundo, que em 2007 levou para as ruas da capital inglesa reproduções de parte de sua coleção com grande sucesso.

Mais visitado museu do país, o MASP reúne em seu acervo milhares de obras emblemáticas da arte produzida na Europa e América nos últimos 500 anos. As reproduções selecionadas pelo curador do museu, Teixeira Coelho, terão legendas explicativas e serão distribuídas em uma região centralizada a partir da sede do MASP, com distância de até 1,5 km. O quadrilátero é formado pelas ruas da Consolação e Estados Unidos, avenidas Radial Leste-Oeste e Brig. Luís Antônio, com ênfase no eixo da Av. Paulista.

Realizada por meio do Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura (ProAc) e patrocinada pela Usina Colombo, a proposta busca proporcionar encantamento, sobretudo àqueles que nunca tiveram a oportunidade de entrar em um museu. Habituado às vitrines das lojas, o pedestre pode se surpreender com obras de artistas de renome em plena rua, entre eles Modigliani, Cézanne, Manet e Tolouse-Lautrec, entre outros.

Durante a montagem e realização da mostra nos muros da cidade, haverá acompanhamento e registro fotográfico das possíveis reações do público ao se deparar com as reproduções, integradas ao ambiente urbano paulistano. Podem até ocorrer intervenções, como a arte do grafite e outras manifestações do público, da comunidade e da mídia sobre essa iniciativa. Tudo será registrado. Assim, vamos tomar conhecimento do que acontecerá com esta mostra inusitada em meio ao caos visual urbano e ao trânsito de pedestres da maior cidade do Brasil.

O registro do projeto e a reação popular a essa intervenção urbana dará origem a um catálogo com 48 páginas, produzido pela Metalivros, com textos de Teixeira Coelho. Além de fotos dos ambientes onde foram expostas as cópias, reações e depoimentos de donos de estabelecimentos comerciais cujos muros abrigarão as obras, o catálogo trará ainda as primeiras repercussões da iniciativa na mídia. Será, portanto, um documento analítico desta experiência urbana. A curadoria fotográfica será assinada pelo experiente fotógrafo Ary Diesendruck que, além de fotografar, coordenará um grupo de auxiliares habilitados para a cobertura nesta aventura cultural sem precedentes no Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ultima Postagem

Evino apresenta uma seleção de vinhos com até 70% de desconto

Marca aposta no mês de março para promover seus produtos e causar um impacto semelhante à Black Friday A Evino vai comemorar o mês do consum...