11 de janeiro de 2011

BANDA SAÍDA DE EMERGÊNCIA LANÇA CD


Chega aos mercados o mais novo CD da banda Saída de Emergência - “O Importante é o Principal”- o 2º. trabalho do grupo traz o melhor do rock ‘n’roll em 13 faixas. O álbum totalmente autoral conta com a produção musical de Peth Calasans, que já trabalhou com feras como Raul Seixas.A banda que já na estrada há quase 10 anos é composta por Dino Chaves (vocal e guitarra), Danilo Godoy (guitarra e backing), Lok`s (bateria) e Lelo Carvalho (contrabaixo). As letras das canções sempre levam mensagens política sociais, religiosas e cotidianas. Música de primeira qualidade e totalmente original!

“O IMPORTANTE É O PRINCIPAL”

Ah, se todo trabalho fosse tão prazeroso – ao menos para um fã e estudioso de rock brasileiro – quanto divulgar O Importante É O Principal, segundo disco da banda paulistana Saída de Emergência, que está completando oito anos de rock simples, descompromissado e dançante, daquele que soava antigo em 1975 enquanto soa novo em 2010 e vai soar atemporal daqui a muito mais tempo.
O Saída mantém a mesma formação, com Dino Chaves (guitarra e vocal), Lelo Carvalho (contrabaixo) e Lok’s Rasmussen (bateria – “o único americano da banda”, como Dino faz questão de afirmar, já que ele é paulista de Americana); a única mudança é a entrada de um quarto integrante, Danilo Godoy (guitarra), que estréia neste disco. No começo Dino se orgulhava do Saída como um trio: “Pra tocar rock and roll já está bom”. Mas, nada radical, o grupo admitia nos shows um quarto integrante e segundo guitarrista convidado, e agora chamou Danilo para se efetivar como quarteto; conforme resume o baterista Lok’s, “geralmente de quatro é mais legal” – e ele não perde tempo em acrescentar: “com todo o respeito”.
Falamos sobre o rock do Saída ser simples, direto e despretensioso. Mas isso não impede que suas composições tenham o glacê de letras que procuram passar alguma mensagem, evitando falar apenas sobre dançar, beber, namorar ou coisa alguma. Alguns exemplos das 13 faixas deste CD são “Encabrestados F. C.”, “Eu Não Sou Marginal”, “Garoto Juca”, “Lixo Comercial” e “Bem Acompanhado”.
“Encabrestados” fala dos poucos que vivem de iludir muitos, “encabrestados na religião e encabrestados na política”. “Eu Não Sou Marginal” é sobre um episódio real em que Marinho foi confundido com um marginal no centro de Sampa (“eu sou do bem e não do mal”); se parece familiar, é uma regravação bem-vinda do disco anterior. “Lixo Comercial” é uma esculhambação bem humorada com o pop mais apelativo, caprichadamente produzido e, bem, comercial: “Eu quero a porcaria, a lama, a sujeira, negócio seboso, um, dois e vamos lá”, comenta Dino. E “Bem Acompanhado” fala de como encarar as dificuldades preferindo a solidão às más companhias: “Eu estou só, mas muito bem acompanhado/é muito melhor ter a verdade do que a falsidade”.
Não podemos esquecer de mencionar o produtor do disco, Petch Calasans. Este nome também soa familiar? É o mesmo que trabalhou em outras pérolas do rock brazuca como A Panela do Diabo.
Apenas dois discos em oito anos é pouco? Por outro lado, valeu a pena esperar, e dá para ir ouvindo e dançando enquanto não chega o seguinte. E para a banda este seu segundo CD é como se fosse o primeiro, mais bem distribuído e divulgado que o anterior, embora ainda independente (por enquanto!) e sempre honesto, sem preocupação de seguir modas, movimentos, nostalgias (“de que adianta viver de passado?”, diz “Lixo Comercial”) ou novos estilos – e realmente soando único num tempo em que o rock está com menos espaço por aí. Enfim, “O importante é o principal” – e o principal para o Saída de Emergência é o velho e bom rock and roll. E se divulgar trabalhos como este já é um prazer, imagine ouvir – e agora é com vocês.

Por Ayrton Mugnaini Jr.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ultima Postagem

Nísia Floresta contará com Circuito Gastronômico

Ação conjunta dos empresários busca fortalecer o turismo local Nísia Floresta conta com uma forte gastronomia e abriga os principais restaur...