20 de outubro de 2022

Agilidade e conhecimento nos processos de importação favorecem empresas do setor eletroeletrônico




Becomex apoia as empresas a alcançar um alto nível de compliance para atender exigências internacionais

Vinicius Pacheco*

As empresas do setor eletroeletrônico estão otimistas em concluir o ano com resultados positivos em suas operações, mesmo com os desafios decorrentes dos indicadores econômicos em um cenário de incertezas e elevação tanto da inflação como da taxa Selic.


De acordo com levantamento realizado pela Abinee – Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica junto às associadas em março de 2022, 74% das entrevistadas pretendiam ampliar os investimentos e 73% tinham intenção de aumentar o quadro de funcionários em 2022. Esses indicadores corroboram a expectativa de um PIB com crescimento de 2,6% - muito melhor que o previsto pelo mercado no início do ano.

Esse otimismo tem fundamento em razão dos bons resultados obtidos nos anos anteriores. Os principais indicadores encerraram o ano de 2021 com crescimento em relação à 2020, superando também os patamares de 2019, período anterior à pandemia do Covid-19. O faturamento da indústria eletroeletrônica atingiu R$ 211,3 bilhões no ano de 2021, com crescimento nominal de 22% em relação a 2020, quando o faturamento foi R$ 173,2 bilhões.

Um dos possíveis entraves para um desempenho cada vez melhor do setor está ligado às dificuldades decorrentes da falta de componentes e matérias-primas no mercado. Embora com melhoras, considerando o que ocorreu logo após o início da pandemia do Covid-19, esses entraves permanecem prejudicando a atividade do setor.

Em junho, de acordo com a Abinee, considerando todos os modais de transporte, 57% das empresas do setor indicaram atrasos no recebimento de cargas importadas. Além desses atrasos, houve dificuldades na aquisição de componentes e matérias-primas em função da falta destes itens no mercado, fato que se tornou uma reclamação constante das empresas do setor eletroeletrônico.

Com a atuação da Becomex as empresas têm a possibilidade de ganhar competitividade e maior eficiência operacional, evitando paradas de produção em razão da falta de componentes e matérias-primas.

Apoiamos as empresas com suas importações oferecendo as melhores ferramentas estratégicas em OEA – Operador Econômico Autorizado para atingir redução de custos logísticos, estreitar o relacionamento com RFB – Receita Federal Brasileira e alcançar um alto nível de compliance para atender exigências internacionais.

É importante destacar que a partir da implementação do novo processo de importação pela RFB, e a Becomex já está preparando as empresas para essa realidade, o setor vai contar com um sistema único e integrado, com janela única de inspeção, prazos e processos definidos, diminuição na quantidade de intervenientes, gestão de riscos eletrônica, menor lead-time de importação e maior previsibilidade operacional.

O ambiente de treinamento teve início com os atributos vinculados às NCM – Nomenclatura Comum do Mercosul dos capítulos de 1 a 49 no mês de julho, seguidos dos capítulos 50 a 71 desde o último dia 6 de setembro no Portal Único Siscomex para testes pelos importadores. Os demais capítulos têm previsão de serem publicados até o final de 2022.

Após implementação total, será possível ter a documentação de importação integralmente pronta antes mesmo da chegada da mercadoria ao Brasil, o que não acontece hoje em dia. A liberação da carga mais rapidamente é um dos maiores benefícios dessa alteração.

As empresas precisam estar prontas para essa nova realidade que está a caminho e em pouco tempo entrará em vigor. A Becomex estrutura os atributos e demais informações necessárias para o atendimento do Catálogo DUIMP, atualizando as informações nos sistemas de Comércio Exterior e diretamente no próprio Catálogo de Produtos.

Com uma plataforma SaaS – Software as a Service integrada ao ERP – Enterprise Resource Planning ou uma solução de Comércio Exterior, entregamos o workflow do cadastro de materiais, aplicando o conceito de Grupo Tarifário através de Inteligência Artificial e da plataforma exclusiva DIANA, que faz o melhor uso da base de dados.

*Vinicius Pacheco é Diretor Operações da Becomex

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ultima Postagem

Ford oferece espaço, conforto e preço com o Territory Titanium 2024

SUV global chega ao Brasil com versão única e motor turbo a partir de R$ 209.990,00 Texto:  Sérgio Dias Fotos: Sérgio Dias Desde que deixou ...