12 de agosto de 2010

Grandes DJs do deep house mundial se encontram na cabine do D-Edge nesta sexta


A sexta-feira, 13 de agosto, será uma data especial no calendário de comemoração aos 10 anos do clube paulistano D-Edge. A casa do empresário e DJ Renato Ratier investe pesado no gênero deep house em mais uma edição da festa Freak Chic. Os convidados Kevin Yost e Rafael Moraes são ícones e peritos quando o assunto é fundir jazz e beats dançantes. O norte-americano Kevin Yost foi um dos primeiros no mundo a mesclar o ritmo orgânico com os grooves eletrônicos nos anos 1990. Já o DJ Rafael Moraes injetou brasilidade na música híbrida e a trouxe para as pistas d o Brasil no final da década.

Rafael Moraes, que é percussionista e produtor, contribuiu para a modernização da cena mundial do deep house com suas músicas e remixes próprios e também em parcerias com nomes reconhecidos internacionalmente como Osunlade, Abicah Soul, Charles Spencer, Simbad e Ethan White, da banda nova-iorquina Tortured Soul. Com Ale Reis e Andre Torquato, forma o coletivo Nomumbah que conquistou com seu álbum de estreia, Love Moves, o apoio e elogios de artistas como Jazzanova, Gilles Peterson e Henrik Schwarz.

É a primeira vez do Kevin Yost no Brasil desde a discreta passagem por São Paulo em 2004, e Rafael tem sido visto frequentemente na cabine do D-Edge em festas como Moving e Mothership. Como de costume, o DJ brasileiro fará as honras da casa abrindo a programação da noite. Rafael Moraes prepara um se t especial de lentos BPMs (batidas por minuto), para fazer o clima aconchegante do começo da noitada. Também se apresentam na mesma noite o projeto britânico The Revenge e o residente Davis.

Serviço:

Rafael Moraes e Kevin Yost na Freak Chic
13 de Agosto a partir 0:00
D-Edge Club www.d-edge.com
Alameda Olga, 170
Barra Funda - São Paulo
Preço: R$ 80 ou R$ 60 (com flyer ou nome na lista - no site da D-Edge ou freakchic@d-edge.com.br)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ultima Postagem

A difícil decisão pela eutanásia de um pet

Procedimento representa um modo humanitário de matar o animal sem dor e com mínimo estresse Texto: Sérgio Dias Fotos: Pixabay Na coluna dess...