26 de março de 2011

Seu Jorge & Almaz em terras brasileiras


É uma mistura simples, nunca antes pensada e que rendeu um dos melhores projetos musicais dos últimos tempos. Seu Jorge & Almaz é a combinação perfeita de música universal de alta qualidade. Pense em pegar os caras da banda que fizeram todo o movimento Mangue Beat aparecer no Brasil e botar pra cantar um dos nossos melhores artistas que passeia livremente por todas as vertentes da música. Seu Jorge bota pra quebrar ainda mais quando esta acompanhado de Lúcio Maia, Pupilo, Dengue e Antônio Pinto, todos membros da lendária Nação Zumbi, uma integração Rio de Janeiro/ Pernambuco que está ganhando o mundo.

Ganhando o mundo, pois o projeto foi lançado primeiramente nos Estados Unidos onde a ideia era levar a música de brasileiros sem ficar nos clichês e padrões que os nossos artistas são rotulados fora do país.  Versões de músicas de compositores como Vinicius de Moraes, Martinho da Vila, Tim Maia, Jorge Ben, Michael Jackson e outros, ganharam aquela roupagem psicodélica digna do mague beat, ainda mais quando se tem Lúcio Maia na guitarra e seus delays, reverbs e echos. Alta qualidade sonora! Música pra dançar, pra pular, outras pra ficar só olhando e viajando na riqueza do som.

O projeto começou quando em 2008 o diretor de cinema Walter Salles convidou o Seu Jorge para cantar uma das músicas do filme Linha de Passe, foi onde ele conheceu Lúcio Maia e Pupillo que também trabalhavam nas gravações no estúdio de Antônio Pinto. Seu Jorge como sempre vem inovando e surpreendendo os seus fãs, principalmente quando agora ela saca de uma flauta transversal ou de um pequeno teclado com sintetizador para fazer suas maluquices junto com a banda mostrando que está aprendendo novos instrumentos e crescendo cada vez mais musicalmente. Certamente essa junção com a banda que mudou a maneira de vermos a música nordestina, misturando rock com maracatu, faz parte desse crescimento e nós como bons ouvintes só temos a agradecer.

O primeiro show em São Paulo aconteceu no último dia 25 de março no Citibank Hall, o terceiro no Brasil, antes desse só aconteceram duas pequenas apresentações no Rio de Janeiro, mas pelo visto agora eles vieram com força total para as terras brasileiras mostrar esse trabalho tão prestigiado em outros países. Para os que ainda não conhecem, vale muito a pena, recomendo também uma passeada pelo You Tube para assistir os dois curtas metragens  com o nome “The Model: Oshun and the Dream”, um vídeo de estética maravilhosa e música de Seu Jorge & Almaz. 

Texto e fotos
Por Fellipe Abdalla

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ultima Postagem

Abarth Fastback e o delicioso ronco esportivo do motor

Comemoramos os 75 anos da marca avaliando o modelo que tem motorização turbo com 185 cavalos de potência Texto: Sérgio Dias Fotos: Sérgio Di...