29 de abril de 2013

Começam hoje as inscrições para a maior mostra de samba do Brasil



São 1.103 vagas, gratuitas, com prêmios que totalizam R$ 225 mil
  
Sambistas de todo o Brasil têm, a partir de hoje, 29 de abril, a chance de concorrer a R$ 225 mil em prêmios. A São Paulo Exposamba, maior concurso de composições do gênero, abre 1.103 vagas para inscrições de novas composições, em uma mostra que irá escolher os melhores sambas inéditos do País.
As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas no site www.g1.com.br/saopauloexposamba, até 10 de maio. Cada pessoa pode inscrever no máximo dois sambas. Os primeiros 1.103 sambas inscritos, de quaisquer estilos, se juntarão a 97 que se inscreveram para a 1ª edição da São Paulo Exposamba, ocorrida em 2012, mas não participaram por ficar além dos 1.000 primeiros.

No total, serão 1.200 sambas concorrendo ao título de melhor nova composição de samba do Brasil. Estas 1.200 músicas irão concorrer em 60 eliminatórias (20 sambas em cada), com apresentações ao vivo de seus compositores (ou de intérpretes indicados por eles) em 34 Centros Educacionais Unificados (CEUs) e em 26 escolas estaduais na Grande São Paulo, interior e litoral paulista.

Em cada um destes 60 eventos serão escolhidos dois diferentes estilos de samba (samba-rock, pagode, samba-enredo etc), de acordo com opinião de júri constituído por representantes das comunidades locais: professor, estudante e pessoa da terceira idade, sob presidência de especialista em samba indicado pela Fábrica do Samba, realizadora da São Paulo Exposamba.

Após esta fase, os 120 melhores partem para defender suas composições em segunda etapa, no Sesc Pompeia, entre 28 de maio e 1 de junho. Em cinco noites de apresentações, os 120 serão reduzidos a 50 escolhidos, que passarão à fase semifinal. Dos 50, 12 (seis por noite) irão à final pela escolha do júri e 12 irão pela escolha do voto popular (que será via site g1.com.br/saopauloexposamba).

Prêmios

Ao final da São Paulo Exposamba, serão premiadas as cinco melhores composições em análises do público (voto via internet) e dos jurados. Em cada categoria (júri e voto popular) os cinco primeiros receberão como prêmio, por ordem de classificação, R$ 35 mil; R$25 mil; R$20 mil; R$15 mil e R$10 mil, dos quais serão descontados o respectivo Imposto de Renda Retido na Fonte, podendo haver pagamento de mais de uma premiação ao mesmo participante caso haja coincidência entre a escolha do júri e da votação popular. Ainda haverá escolha de Compositor Revelação e Melhor Intérprete, em votação somente do júri, com premiação de R$7.500 cada, também com desconto de Imposto de Renda Retido na Fonte.

“A São Paulo Exposamba se tornou um marco para novos compositores do gênero. O sucesso de 2012 será repetido neste ano, mas agora em maior escala, pois o evento deixa de acontecer apenas na cidade de São Paulo para ganhar todo o Estado”, afirma o organizador e realizador da São Paulo Exposamba, José Maria Monteiro.

Semifinais e finais com grandes nomes
         
As semifinais e as finais da São Paulo Exposamba terão shows de grandes nomes do samba. Na edição de 2012, Beth Carvalho, Diogo Nogueira, Zélia Duncan, Arlindo Cruz, Almir Guineto, Fernanda Abreu, Dona Ivone Lara e Luiz Melodia se apresentaram. Para este ano a agenda está sendo finalizada pela organização. As apresentações serão no Sesc Pompeia, juntando os compositores “consagrados” à nova geração.

Shows e oficinas
         
Além de premiar as melhores novas composições do Brasil, a São Paulo Exposamba irá levar o melhor do samba, com apresentações de grupos, dança e música instrumental, para todo o Estado de São Paulo. Serão quase três meses de eventos sempre gratuitos, nos CEUS e em escolas estaduais.

Já nesta sexta-feira, 26 de abril, a partir das 19h, o CEU Aricanduva, na zona leste paulistana, receberá palestra e aula interativa sobre samba com Walleska Bártolo, além de show com a dupla Henrique Netto e Daniel Castro. No sábado e no domingo, mais samba, mas agora nos CEUs Campo Limpo, Capão Redondo, Vila do Sol, Caminho do Mar e Meninos (confira programação abaixo).

No total, serão 250 eventos em São Paulo e em 30 outras cidades paulistas. O término da “maratona” está marcada para 15 de junho. São cinco vertentes culturais, além da Mostra (concurso que premiará as composições):

Oficinas musicais
Pertencem ao projeto Raízes do Nosso Som. São workshops que, em nível elementar básico, abordarão os seguintes temas: samba, música instrumental brasileira, instrumentos, arte, entretenimento, educação e mercado profissional. Ocasião perfeita adquirir conhecimento técnico e teórico transmitido por artistas de grande prestígio no cenário nacional, que se revezarão semanalmente, tais como Henrique Neto, no violão, e Daniel, no baixo elétrico.

É Só Tocar
Levará a 22 CEUs e a 8 escolas estaduais pocket-shows didáticos de música instrumental brasileira. Artistas convidados – como Paulo Sérgio Santos, Caio Márcio, Luis Carlos de Paula, Marcos Eugênio e Dado - interpretarão obras brasileiras que estão inseridas em um conceito folclórico-popular desprovido de modismos.
Estrelas nos CEUs

O violonista José Paulo Becker e o cantor Marcos Sacramento apresentarão o show “Todo mundo quer amar, uma homenagem a Paulo César Pinheiro”, com composições inéditas da própria parceria estabelecida entre José Paulo Becker e o homenageado, contidas no CD “Todo Mundo Quer Amar”, mescladas com sucessos antigos do poeta, como "Refém da Solidão", "Cai Dentro", "Cicatrizes" e "O poder da Criação".

Só Danço Samba e Samba Danças
Os “Encontros Dançantes” representam os workshops do projeto Só Danço Samba, que se complementa com o projeto Samba Danças.  Ambos serão ministrados por Walleska Bártolo, diretora-executiva da Fábrica do Samba, pesquisadora de danças brasileiras e professora de danças de salão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ultima Postagem

Nísia Floresta contará com Circuito Gastronômico

Ação conjunta dos empresários busca fortalecer o turismo local Nísia Floresta conta com uma forte gastronomia e abriga os principais restaur...