Ford destaca a diversidade e inclusão no seu Programa de Estágio 2020/2021

 



Serão priorizadas candidaturas de pessoas negras, LGBTI+, mulheres, pessoas com deficiência e estudantes com mais de 36 anos
 

A diversidade e inclusão ganha relevância no Programa de Estágio 2020/2021 da Ford Brasil, que vai priorizar candidaturas de pessoas negras, LGBTI+, mulheres, pessoas com deficiência e estudantes com mais de 36 anos para aumentar a representatividade na empresa. 


“O processo de recrutamento é a principal porta de entrada para a diversidade. É nesse momento que conseguimos atrair pessoas com perfis diferentes do que já temos em predominância na empresa e de fato sermos inclusivos”, destaca Salim Khouri, Head de Talent da Ford América do Sul.

São 50 vagas disponíveis nas unidades de Camaçari, São Paulo, Taubaté e Tatuí, para estágios com duração de até dois anos nas áreas de Finanças, Serviço ao Cliente, Logística, Qualidade, Desenvolvimento do Produto, RH, Compras, Marketing, Vendas e Jurídico. Os interessados têm até o dia 28 de outubro para cadastrar o currículo no site https://fordmaisdiversidade.gupy.io/jobs/498207 e participar do processo seletivo. 

Podem participar estudantes que estejam cursando graduação em economia, ciências contábeis, administração, ciência da computação, design, direito, engenharias (elétrica, mecânica, mecatrônica, automação, produção, de computação/software), marketing, psicologia, publicidade e propaganda e sistemas da informação, com previsão de formatura entre julho de 2022 e dezembro de 2023. É necessário que o curso seja no período noturno, para que o estágio possa ser realizado durante o dia. 

As etapas do processo seletivo serão totalmente virtuais e incluem a triagem dos currículos cadastrados, dinâmica em grupo e entrevistas com as áreas de negócios. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Interior mineiro recebe o passeio off-road Suzuki Day

Condomínio Visniec volta para curta temporada no Viga Espaço Cênico

Moacyr Franco volta aos palcos para comemorar 60 anos de carreira