Campanha AACD Teleton 2021

Cursos Mecânica Online

Mostrando postagens com marcador Festival Esportivo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Festival Esportivo. Mostrar todas as postagens

29 de maio de 2013

Crianças e Adolescentes participam de Festival Esportivo no Fiat Clube


No fim de cada competição, todos os participantes receberam medalha

Mais de 500 crianças e adolescentes, acompanhados por atletas medalhistas do Minas Tênis Clube, como o judoca Hugo Pessanha e o nadador Nicolas Oliveira, participaram, no último sábado (25), de um grande festival esportivo no Fiat Clube, em Betim (MG). O Desafio Árvore da Vida contou com disputas de futsal, voleibol, natação e judô entre alunos de diferentes instituições e projetos sociais do município.

“Nosso objetivo não é incentivar a competição, mas proporcionar a troca de experiências. O contato entre os jovens reforça ainda mais a finalidade dos programas, que é a inclusão social”, ressaltou Ana Veloso, coordenadora de Relacionamento com a Comunidade e Sustentabilidade da Fiat. Essa foi a primeira edição do evento, que já é considerado um dos mais importantes do município, voltado para o incentivo da prática esportiva entre crianças e adolescentes com idades entre 10 e 18 anos.

Na cerimônia de abertura, uma tocha foi acesa, relembrando a cerimônia dos Jogos Olímpicos. Durante o aquecimento e nos intervalos entre os jogos, os atletas do Minas Tênis tiveram a oportunidade de compartilhar com os alunos dicas, que foram além das orientações técnicas. “O esporte não pode se limitar ao jogo em si. É respeito uns com os outros, é disciplina e cooperação”, disse Ulisses Monteiro, campeão brasileiro de futsal nas categorias de base sub 15 e sub 17. Ele também destacou a importância dos programas sociais para o incentivo ao esporte. “Minha família não tinha condições de pagar aula particular. Jogava bola na rua, mas recebi o apoio necessário para me dedicar ao futsal e crescer”, completou Ulisses.

No fim de cada competição, todos os participantes receberam a medalha “Desafio Árvore da Vida”. Para o judoca Gabriel Diniz, do programa Árvore da Vida Esportes, a conquista do pódio foi inesquecível. A medalha foi entregue por Hugo Pessanha, um dos melhores da modalidade do País. “Foi muito emocionante. Estou mais motivado para treinar com dedicação e vontade”, contou o aluno. “Independente do placar, o que vale é compartilharmos momentos de fraternidade”, ressaltou Hugo, durante a premiação.

Para acompanhar o filho no tatame, a auxiliar de Serviços Gerais, Rosália dos Santos, começou os preparativos no dia anterior. Separou o melhor vestido e foi ao cabelereiro. “É uma festa. Fiz questão de me preparar para esse momento”, disse Rosália, que não escondeu a emoção ao falar da importância do projeto Árvore da Vida Esportes na vida do filho, de 14 anos, que pratica judô duas vezes por semana: “Saio de casa para trabalhar e sei que ele não ficará nas ruas. Por meio do esporte, ele está aprendendo a ser uma pessoa melhor”.

No canto de uma das quadras do futsal, Reginaldo Jesus dos Santos estava atento ao jogo. O filho Wallison Rodrigues, 12 anos, suava a camisa atrás das melhores jogadas e o pai não escondia o nervosismo. “Meu filho me acordou às seis horas da manhã para acompanhá-lo. Como gosto muito de futebol, aproveito para repassar algumas dicas”, contou Reginaldo. Wallison é um dos 100 alunos do projeto Esporte para Desenvolvimento, que tem parceria do Banco Interamericano para o Desenvolvimento (BID) e oferece aulas gratuitas para crianças e adolescentes do bairro Jardim Teresópolis em Betim (MG).

Na quadra ao lado, Hugo Eustáquio Ferreira, 16 anos, comemorou quatro gols em uma única partida de futsal. “Meu sonho é ser igual ao Neymar e estou no caminho”, diz o craque que há três anos participa do programa Fica Vivo, do Governo de Minas. Para o time de futsal do programa Viva o Esporte para Todos, da Prefeitura de Betim, o breve descanso para repor as forças também é oportunidade de aprendizado. O técnico Tales Superbi aproveitou a pausa entre as partidas para rever alguns erros e incentivar a equipe: “Perdemos a partida, mas não podemos desanimar”.

Na piscina, a água fria não desanimou os competidores. Giovana Dara, 11 anos, do Árvore da Vida Esportes, estava ansiosa para o mergulho. “Será minha primeira competição, mas estou confiante com o bom resultado no estilo crawl”, disse a aluna que aprendeu a nadar durante as aulas do projeto. Para não perderem o fôlego, os atletas do Minas Tênis Clube, entre eles Nicolas Oliveira, hoje o segundo melhor do Brasil na prova dos 100 metros livre, atrás apenas de César Cielo, animavam os participantes na beira da piscina. “Não podemos desanimar na primeira dificuldade. O esporte, com certeza, é um bom caminho”, aconselhou Nicolas.

No ginásio do Fiat Clube, Dayne Karoline, 14 anos, contava com uma torcida especial. A mãe, Luciana Alves, e o irmão de três anos acompanhavam cada sacada e bloqueio do time de vôlei do programa Viva o Esporte para Todos. “Dayne começou a participar das aulas para ocupar o tempo ocioso. Hoje, o vôlei virou paixão”, contou Luciana, sem esconder o orgulho de ver a contribuição da filha para a vitória da equipe.

O Desafio Árvore da Vida é uma iniciativa da Fiat Automóveis e integra as atividades do Esporte para Desenvolvimento, projeto do BID em parceria com as ongs AVSI e CDM, com patrocínio da Fiat Automóveis por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. O encontro também contou com o apoio do Árvore da Vida Esportes, projeto da Fiat Automóveis em conjunto com o Minas Tênis, com recursos da Lei de Incentivo ao Esporte.

Ultima Postagem

Estrutura voltada para as crianças tem diversas brincadeiras e atrações

Jurema Águas Quentes se prepara para receber turistas nas férias de julho O Jurema Águas Quentes preparou programações imperdíveis para as c...