Mostrando postagens com marcador discovery+. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador discovery+. Mostrar todas as postagens

16 de janeiro de 2024

Discovery e discovery+ estreia "Perseguição em Alta Velocidade" no Brasil




Produção mostra com exclusividade as perseguições policiais mais extraordinárias já capturadas por câmeras

A nova série “Perseguições em Alta Velocidade” (High Speed Chase) estreia no Discovery e no discovery+ com episódios de perseguições policiais de alto risco nos Estados Unidos, capturadas através de câmeras exclusivas, que mostram ao público imagens e gravações jamais vistas.


Nessa série cheia de emoção e adrenalina, os espectadores se sentem no banco do passageiro e observam de perto um mundo no qual os criminosos farão qualquer coisa para escapar.

20 de janeiro de 2021

Série mostra união da família durante pandemia e incêndios florestais

 



Nova temporada de "Alasca: A Última Fronteira" estreia no Discovery

Por quase um século, o legado do casal Yule e Ruth Kilcher sobrevive na paisagem gélida do Alasca. Ali, três gerações da família vivem como os pioneiros: com perseverança e união, seus descendentes enfrentam condições climáticas severas e sabem prosperar onde a maioria das pessoas pereceria. 


O Discovery retorna ao lar dos Kilcher para mais uma temporada de "Alasca: A Última Fronteira" (Alaska: The Last Frontier). Dessa vez, no entanto, desafios inéditos se apresentam: com a iminência da pandemia e incêndios florestais que ameaçam porções significativas dos mais de 250 hectares da propriedade, a família precisa se unir ainda mais e enfrentar o desconhecido e renovar o legado de seus antepassados. 

28 de abril de 2014

Discovery estreia a segunda temporada de Águias da Cidade



Manifestações populares ocorridas em São Paulo e visita do Papa ao Brasil estão entre os contextos registrados na série

Em sua primeira temporada, lançada em 2012, a produção local ÁGUIAS DA CIDADE esteve entre as atrações mais assistidas do Discovery. Dramas reais vividos pela equipe do Grupamento de Radiopatrulha Aérea da Polícia Militar do Estado de São Paulo são o tema da série, que estreia  a segunda temporada quarta-feira, 30 de abril, às 23h10.

“Construímos um formato genuinamente brasileiro que cativou o público ao mostrar dramas reais contados sob uma perspectiva humana e, ao mesmo tempo, técnica –a junção ideal de informação, entretenimento e histórias impactantes que o Discovery prioriza em sua programação”, afirma Michela Giorelli, vice-presidente de produção e desenvolvimento da Discovery Networks na América Latina.

Coprodução entre Discovery e Mixer, a safra inédita conta com oito episódios de uma hora de duração, resultantes de mais de mil horas de gravações realizadas com 18 câmeras. O foco está na atuação de resgatistas que continuam obstinados a salvar vidas, intervindo em casos graves e emergências de todo tipo.

Predomina a abordagem humana de uma rotina profissional estressante, onde não há espaços para falhas – na narrativa, fatores técnicos e informações objetivas misturam-se aos sentimentos e emoções dos personagens: médicos, enfermeiros pilotos, mecânicos e tripulantes operacionais. “Foram mais de mil horas de gravação, nas quais captamos a força dos personagens. Em momentos de coragem absoluta, de heroísmo  ou de decepção, vemos ali seres humanos lutando pela vida de desconhecidos – isso é emocionante”, diz o diretor geral Rodrigo Astiz, da Mixer.

Os médicos que atuam nos Águias não são policiais militares, mas devem aprender a agir como se fossem. Originalmente preparados para o ambiente hospitalar, esses socorristas precisam aprender e incorporar procedimentos policiais que os ajudem a manter a segurança de todos os envolvidos no resgate.

As manifestações que pararam a cidade de São Paulo em meados de 2013, nas quais três helicópteros foram destacados para patrulhar e apoiar o trabalho do COPOM, a central de comando da PM, também fazem parte da nova temporada. Apesar da tensão de uma megalópole e caos no trânsito paulistano terem motivado a existência de uma unidade de socorro aéreo, a atuação no epicentro de um cenário de conflito como este é, de certa forma, novidade para os experientes profissionais a bordo dos helicópteros.

A ação dos tripulantes dos Águias e suas reações frente a situações como a visita do Papa Francisco à Basílica de Nossa Senhora Aparecida, acidentes de trânsito, perseguições policiais, resgates médicos, incêndios, ameaças de bomba e diversas outras situações imprevisíveis (como, por exemplo, uma pane mecânica que deixa um Águia parado no heliporto do maior complexo hospitalar da cidade) são partes dos episódios, que destacam o papel fundamental do Grupamento junto às forças especiais da Polícia Militar.

ÁGUIAS DA CIDADE é uma coprodução entre Discovery e Mixer, com incentivo da Ancine pelo artigo 39. Por parte da Mixer, a direção geral é de Rodrigo Astiz e a direção de Sérgio Zeigler. Pelo Discovery, o projeto foi supervisionado por Gabriela Varallo, Rafael Rodriguez e Michela Giorelli.

22 de abril de 2014

Discovery transmite salto ao vivo direto do Monte Everest


Na semana que antecede o evento, o canal exibirá bastidores da façanha 

O americano Joby Ogwyn se prepara para o maior desafio de sua vida. No domingo, 11 de maio, às 22h (horário brasileiro), munido apenas de uma roupa especial que lhe permitirá planar, ele será a primeira pessoa a voar de wingsuit  partindo do topo da montanha mais alta do mundo: o Everest. Em EVEREST EM QUEDA LIVRE - AO VIVO, as lentes do Discovery vão acompanhar esse momento ao vivo, com transmissão exclusiva para mais de 224 países e territórios.

Joby se prepara com treinamento intenso. Antes de partir para os Himalaias, ele treinou na Califórnia, Utah e Alpes suíços. Após seis semanas de adaptação na montanha, Joby estará pronto para a escalada até o cume do Everest e, por último, poderá saltar e voar.

Cenas de bastidores, além de entrevistas com a equipe que estará acompanhando Joby no campo base do Everest (inclui metereologistas, socorristas, sherpas e os próprios apresentadores do especial, que também se preparam para escalar a montanha), serão levadas ao ar na semana que antecede o salto (de segunda, 5, a sexta, 9 de maio) em programetes transmitidos ao vivo no Discovery, a partir da meia-noite.

Durante o voo, no domingo, 11 de maio, Joby terá uma série de câmeras instaladas em seu wingsuit, que vão permitir ao público uma visão completa da descida, partindo de mais de dez mil pés de altitude e a uma velocidade superior a 150 km/h.

Para Joby, o Everest não é novidade. Aos 24 anos, ele se tornou o americano mais jovem a chegar ao topo. Em 2008, Joby quebrou o recorde mundial de subida mais rápida da montanha, ao escalá-la pelo lado sul em apenas nove horas e meia (um percurso que geralmente leva entre três e quatro dias para ser percorrido).

“Esta será a última parte do meu sonho. Desde criança, imaginava como seria voar. Não consigo pensar em um cenário mais espetacular do que o Everest”, afirmou Joby. “Tudo o que já conquistei foi apenas um teste para o que estou prestes a realizar”, completou.

O evento televisivo ao vivo é produzido pela Peacock Productions para o Discovery. Gretchen Eisele, Colleen Halpin, Benjamin Ringe e Knute Walker estão a cargo da produção executiva pela Peacock enquanto Howard Swartz foi escalado para supervisionar o projeto pelo Discovery.


20 de fevereiro de 2014

Discovery lança noite temática dedicada ao mundo dos motores


Feras da customização, colecionadores e loucos por carros e motos desfilarão nas “Sextas de Motor”

Texto e Foto: Assessoria de Imprensa

As noites de sexta-feira não serão as mesmas na tela do Discovery a partir de 21 de fevereiro, quando o canal estreia seu bloco de programação SEXTAS DE MOTOR. Das 19h às 23h10, a audiência poderá acompanhar novas temporadas de séries consagradas como “Dupla do Barulho” (Fast’n Loud), “American Chopper” e “Overhaulin’", além dos inéditos “Turbinados” e “Os Carvottas”.

A produção local Turbinados abre a nova faixa, às 19h. A série mostra o universo da customização de carros e as competições de drift. Todas as sextas, serão exibidos dois episódios em sequência. Os três personagens principais - Zumbi, Bola e Caju – vão dividir com a audiência os processos que envolvem a transformação de um veículo, além de apresentar os competidores e fãs do drift por meio de entrevistas e matérias.

Em Os Carvottas, que começa às 19h50, o público poderá acompanhar o dia a dia de uma família muito peculiar. Luís Carvotta e seu filho, Diego, são colecionadores fanáticos de carros e motos antigas. Os dois trabalham juntos em uma oficina mecânica e vivem em desacordo. Para acalmar os ânimos, entra em cena a matriarca, Mirta. A série explora a paixão e o empenho de pai e filho para encontrar, bancar e transformar carros enferrujados em veículos dos sonhos.

A noite continua com novos episódios de Dupla do Barulho (Fast’n Loud), às 20h40. A série é protagonizada pelo empresário Richard Rawlings, dono da oficina Gas Monkey, e pelo mecânico e restaurador Aaron Kaufmann. Na estreia da segunda temporada, ambos seguem transformando autos antigos em verdadeiras minas de ouro. Juntos, eles viajam por estradas empoeiradas do Texas em busca de carros a restaurar. Ricahrd e Aaron precisam de grandes projetos e lucro garantido para manter abertas as portas da oficina.

A estreia da nona e última temporada do reality show American Chopper, às 21h30, é outro destaque do bloco de programação especial. Os aficionados por motocicletas acompanham as desavenças de Paul Teutul (Sênior) e seus filhos, Paul, Junior e Mickey, em suas respectivas oficinas.

Para fechar o bloco, às 22h20, o Discovery estreia a nova temporada de “Overhaulin’”, chamada Overhaulin’: Os Supercarros. Nesta série, o ícone do design automotivo Chip Foose e sua equipe de mecânicos dão vida a diferentes modelos que são completamente restaurados e depois devolvidos aos donos - pessoas comuns que têm um forte vínculo com seus carros. A cada episódio, o telespectador conhece em detalhe as etapas da transformação e também histórias que ilustram a relação entre homem e máquina. Cada carro modificado se torna uma surpresa e também um marco na vida dos proprietários.

3 de fevereiro de 2014

Discovery exibe a continuação da primeira temporada de Ouro Selvagem


Série conta com a participação de George Wright e Scott Lomu

A partir desta terça-feira, 4 de fevereiro, às 21h30, o Discovery exibe a continuação da primeira temporada de OURO SELVAGEM (JUNGLE GOLD), série que acompanha a trajetória de George Wright e Scott Lomu, dois norte-americanos que arriscam tudo na tentativa de fazerem dinheiro na selva de Gana segundo um plano que lhes permitirá recuperar as perdas materiais sofridas em consequência da crise financeira de 2008.

A segunda parte da primeira temporada tras quatro episódios e segue acompanhando George e Scott, ex-corretores de imóveis de luxo, que acostumaram-se a fechar negócios de vários milhões de dólares. Suas famílias colheram os frutos deste trabalho e o dois tinham condições de prover o melhor para eles. Entretanto, em 2008, ao ignorarem os sinais de alerta emitidos pelo mercado imobiliário que já entrava em colapso, acabaram perdendo tudo. Com a falência absoluta, a família de Scott foi obrigada a mudar-se para o porão da casa de seu pai, enquanto George se esforçava para não perder seu imóvel. Com o futuro seriamente comprometido tomam a audaciosa decisão de jogar tudo para o alto e decidiram extrair ouro da selva de Gana, região do oeste da África com abundantes reservas deste metal precioso que poderia deixar milionários até dois novatos com equipamentos obsoletos.

Ao garantirem um empréstimo de 150 mil dólares de um investidor, a pressão cresce fazendo-se absolutamente necessário encontrarem ouro para pagarem estas e outras dívidas que totalizam mais de um milhão de dólares. Para complicar a situação, a extração de ouro em si é a parte mais fácil de todo o processo. Latifundiários armados, estradas desertas sem lei e compradores de ouro clandestinos de gangues locais, além de truculentos compradores do minério, são alguns dos desafios que os aventureiros precisam enfrentar e vencer caso queiram escapar ilesos da região e com ouro suficiente para assegurar o futuro financeiro de suas famílias.

Unidos pela vontade de sobreviver e encontrar sustento para a família, estes garimpeiros modernos vivem com o passaporte na mão, única salvação em um universo traiçoeiro no qual um só movimento em falso pode acabar com suas vidas. É um mundo de riscos enormes mas também de incríveis possibilidades.

OURO SELVAGEM é uma produção da Raw Television para a Discovery. Dimitri Doganis e Sam Maynard são os produtores executivos e Charlie Clay o produtor da série. Christo Doyle e Meagan Davis são os produtores executivos por parte da Discovery.

Investigação Discovery estreia “Crimes que Ficaram na História”


Os seis episódios levam os  telespectadores de volta aos anos 50 e 60

As formas de matar mudam mas o assassinato dura para sempre. CRIMES QUE FICARAM NA HISTÓRIA (A CRIME TO REMEMBER) que estreia nesta quinta-feira, 6 de fevereiro, às 21h, no Investigação Discovery convida os espectadores a voltarem ao passado e desvendarem a complexidade de casos reais de assassinatos dos anos 50 e 60. A série traz histórias de mulheres e homens que viveram relacionamentos complicados nos quais os sonhos frustrados e as paixões reprimidas levaram a crimes hediondos.

Para ilustrar de forma adequada cada período, CRIMES QUE FICARAM NA HISTÓRIA permanece fiel à moda e aos estilos, ao mesmo tempo que destaca os tabus culturais e as normas sociais inseridas em cada caso. Cada história é conduzida pela narrativa de um espectador fictício que “conhecia” a vítima, enquanto os repórteres que cobriram o caso explicam o impacto do crime e da investigação na sociedade.

Mesmo que os assassinatos fossem os mesmos naquela época, o mundo era um tanto diferente. A tecnologia científica era limitada, os relacionamentos eram complicados e os assassinatos eram muitas vezes vistos como a melhor maneira de sair de um casamento. Naquela época, às vezes o mais importante era a aparência de alguém do que o que ela havia feito para determinar sua culpa. A série entrelaça estes efeitos culturais perfeitamente em cada história, revelando os desafios da realização de uma investigação de assassinato em uma era pré-forense e de intolerância.

Entre os casos retratados está um no qual a alta sociedade de Nova Iorque ficou chocada com o tiroteio misterioso de um de seus homens mais respeitáveis, o de uma mulher divorciada que confunde os detetives com seu comportamento abominável após o assassinato de seus filhos e moças que encontraram sua independência como garotas de programa em Manhattan e acabaram sendo vítimas de um assassino louco.

Confira a sinopse de cada um dos seis episódios:

Pergunte para Alice

Queens, Nova Iorque, 1965. Duas crianças são encontradas mortas e, com seus pais passando por um divórcio, a polícia fica convencida de que um deles é responsável pelo crime. Após o pai ser inocentado por um teste do detector de mentiras, o foco da polícia volta-se para Alice Crimmins – uma mulher de cabelos ruivos que já teve inúmeros amantes e que parece mais preocupada em retocar sua maquiagem do que em chorar pela morte de seus filhos. A polícia permanece nesse caso por vários anos, com uma obsessão incansável em relação à bela mulher divorciada. Com escassos indícios e um júri de doze homens casados, eles foram capazes de condenar Alice. Mas ela era realmente culpada? 

O assassinato das garotas de programa

Nova Iorque, NY, 1963. Quando Patricia Tolles, uma assistente editorial da Time-Life, retorna ao seu apartamento no Upper East Side, ela encontra sua casa revirada e coberta de sangue. Em um quarto são encontrados os corpos de suas colegas de quarto, a pesquisadora da Newsweek Janice Wylie e a professora Emily Hoffert. Os meios de comunicação apelidam o caso de “O assassinato das garotas de programa” e o medo se instala nos corações de milhares de jovens garotas que se mudaram para Nova Iorque para se juntar à força de trabalho e ganhar independência. A polícia de Nova Iorque fica sob uma pressão enorme para resolver o caso. Ao prenderem um suspeito, eles ficam tão ansiosos para condená-lo que ignoram um importante detalhe. Quatro anos se passam antes que novas provas sejam descobertas e o verdadeiro assassino é preso.

Juiz, júri, pena de morte

West Palm Beach, Flórida, 1955. O respeitado juiz Curtis Chillingworth e sua esposa se despedem dos amigos após um jantar e nunca são vistos novamente. A polícia revista a casa da família e encontra a iluminação da varanda quebrada, gotas de sangue em uma passagem até a praia e dois rolos de fita adesiva usados. Quatro anos se passam até que uma conversa ouvida em um bar dá as autoridades a oportunidade que estão procurando. Com uma operação secreta e um quarto de hotel em Miami sob escuta, eles desvendam uma assustadora história envolvendo corrupção, bebidas contrabandeadas, loteria cubana e finalmente descobrem o que realmente aconteceu com o casal Chillingworth.

Bomba-relógio

Denver, Colorado, 1955. Quando o voo 629 da United Airlines explode no ar, a nação que ainda experimentava a novidade das viagens aéreas lamenta-se por esta terrível tragédia. Em um mundo anterior à Agência de Segurança dos Transportes dos Estados Unidos e à caixa preta, é necessário um meticuloso trabalho do FBI e da polícia para vasculhar os destroços. Os investigadores descobrem uma elaborada trama de assassinato a partir de um relacionamento distorcido entre mãe/filho e o primeiro ato de sabotagem de um avião comercial nos EUA. Uma bomba bem posicionada e algumas apólices de seguro de vida mais tarde (compradas em uma máquina de distribuição automática do aeroporto) e o assassino conseguiu matar sua vítima, além de 43 viajantes inocentes.

Um novo tipo de monstro

Michigan, 1967-69. Várias jovens mulheres de várias universidades do sul do Michigan são assassinadas uma por uma. Estas alegres e animadas estudantes ficam intimidadas com um homem apelidado de “O assassino de estudantes”. Seis mulheres morrem antes que um policial novato consiga se infiltrar na sociedade fechada das fraternidades estudantis e extirpar um dos primeiros assassinos em série conhecidos do país.

Quem matou o Sr. Woodward?

Nova Iorque, NY, 1955. Ann e Billy Woodward são os queridinhos da sociedade nova-iorquina, até uma noite cheia de bebidas em um jantar para a Duquesa de Windsor, que termina com Billy deitado em uma poça de sangue na mansão da família Woodward. Ann admite ter puxado o gatilho, mas jura que foi um acidente. Mas quando os investigadores pesquisam mais a fundo, seu passado da classe trabalhadora é revelado e as ondas de protesto da sociedade nova-iorquina cerram fileiras, levando a consequências fatais para Ann.

CRIMES QUE FICARAM NA HISTÓRIA foi produzido para o Investigação Discovery pela XCON Productions. Christine Connor é a produtora executiva da XCON. Thomas Cutler é o produtor executivo e Sara Kozak é a vice-presidente sênior de produção do Investigação Discovery. Henry Schleiff é o presidente do Investigação Discovery, Destination America e Military Channel.

24 de janeiro de 2014

Discovery estreia série com o mágico e ilusionista


David Blaine é a estrela de “DAVID BLAINE: REAL OR MAGIC?”

Há mais de uma década, o norte-americano David Blaine impressiona o mundo com surpreendentes números de mágica e ilusionismo. Inicialmente apenas um habilidoso mágico, Blaine passou a seguir os passos de Harry Houdini,  um dos maiores ilusionistas do mundo, buscando façanhas que pareciam fisicamente impossíveis. Para mostrar os incríveis feitos deste ilusionista, o Discovery estreia a série DAVID BLAINE (DAVID BLAINE: REAL OR MAGIC?), na segunda-feira, 27 de janeiro, às 20h40, com episódio especial de quase duas horas.

Neste primeiro capítulo, Blaine impressiona famosos, como os atores Jamie Foxx, Aaron Paul e Bryan Cranston, a atriz Olivia Wilde, o comediante Ricky Gervais e o físico Steven Hawking, além de surpreender pessoas nas ruas em todo o mundo.

Se o episódio de estreia mostra muitos números e instiga os telespectadores a quererem conhecer melhor o trabalho de Blaine, os outros sete capítulos exibem façanhas que ficaram conhecidas mundialmente, além de desvendar os bastidores de algumas delas.

Entre os feitos mostrados, estão os oito dias em que ele passou completamente submerso em um aquário ligado a um tubo que o permitia respirar e receber alimentação. Para fechar este feito, Blaine tentou bater o recorde de maior tempo debaixo d’água sem respirar.

A série mostra ainda quando ele subiu em um pilar de 27 de metros de altura, instalado em um parque de Nova York, e lá permaneceu em pé em um espaço de 56 cm por mais de 34 horas sem água ou alimento.

Outra façanha que não poderia ficar de fora da série foi quando Blaine entrou em um cubo gigante de gelo, totalmente fechado, e lá permaneceu durante quase 64 horas. Na ocasião, ele não usava roupas protetoras e, como no primeiro feito, foi ligado a um tubo que o permitia respirar e se alimentar. No final, o gelo precisou ser cerrado para que ele pudesse sair e o ilusionista levou mais de um mês para conseguir caminhar novamente.

20 de janeiro de 2014

Discovery fecha 2013 como canal de maior crescimento


Líder do gênero factual e maior audiência da TV por assinatura

Segundo o Ibope, em 2013 o Discovery aumentou sua audiência no Brasil em 29% (média do dia, entre todos os indivíduos com serviço de TV por assinatura), despontando como o canal de maior crescimento entre os 20 primeiros do ranking. Além disso, o Discovery Home & Health consolidou sua liderança entre os canais de estilo de vida no horário nobre[2], enquanto o Discovery Kids, pelo quinto ano consecutivo, garantiu o primeiro lugar do ranking da TV por assinatura.

“O sucesso obtido pelos canais Discovery em 2013 reafirma a qualidade de nosso conteúdo e a oferta única de nosso portfólio”, disse Monica Pimentel, vice-presidente de conteúdo da Discovery Networks Brasil. “O resultado consagra nossa estratégia de construir e oferecer marcas diferenciadas, com conteúdo que agrada e é relevante para o público local”, completou Monica.

Além do sucesso no Brasil, a rede Discovery comemora os resultados obtidos em 2013 na América Latina como um todo.

O canal Discovery continua a crescer, dominando o gênero factual na região pelo 12º ano consecutivo e posicionando-se entre os cinco mais assistidos da TV por assinatura na América Latina (entre adultos de 25 a 54 anos). A audiência do último trimestre do ano, comparada ao mesmo período de 2012, alcançou índices de destaque em mercados chave como o Brasil (+54%).

O Discovery Kids obteve aumento de 12% em audiência na América Latina, liderando o ranking panregional dos canais pré-escolares, entre crianças de 4 a 11 anos, e despontando como o número um da TV por assinatura entre mulheres de 25 a 49 anos.

Já o Discovery Home & Health fechou 2013 como líder do gênero estilo de vida entre mulheres de 18 a 49 anos e colocou-se entre os dez primeiros do ranking panregional da TV por assinatura no horário nobre.

13 de janeiro de 2014

Discovery estreia Desafio Selvagem com Bear Grylls


Um dos maiores especialistas em sobrevivência e aventura comanda uma competição na Nova Zelândia

O aventureiro, escritor e montanhista Bear Grylls poderá ser visto em mais um programa do Discovery, desta vez um reality show de competição, exibido em oito episódios. DESAFIO SELVAGEM COM BEAR GRYLLS (GET OUT ALIVE WITH BEAR GRYLLS), que estreia terça-feira, 14 de janeiro, às 22h20, testará os limites de dez equipes formadas por duplas.

Bear, um dos maiores especialistas em sobrevivência do mundo, despertará em cada participante a vontade de sobreviver e a determinação ferrenha para sair vivo de um ambiente selvagem. Cada equipe possuirá uma missão tripla: vencer a natureza, viajar como um grupo unido e evitar a eliminação.

Ao longo do trajeto, Grylls avaliará o grupo. Se a situação exigir, ele intervirá, mas, basicamente, as duplas deverão trabalhar juntas para vencer o clima, a fadiga e as dificuldades do terreno. No final de cada etapa, o aventureiro será obrigado a decidir quem terá que abandonar a expedição.

A cada semana, Grylls enviará uma equipe para casa. A dupla que demonstrar mais garra, coragem, iniciativa e resolução na sua tentativa de sair viva leva o prêmio de 500 mil dólares.

DESAFIO SELVAGEM COM BEAR GRYLLS é uma coprodução da Bear Grylls Ventures e Electus, estúdio multimídia de Ben Silverman.

24 de junho de 2013

Discovery acompanha travessia de corda bamba sobre o Grand Canyon



Especial será exibido com os melhores momentos

O acrobata Nik Wallenda, “O rei da corda bamba”, entrou para a história ao se tornar o primeiro a atravessar o Grand Canyon. Esta foi a maior travessia sobre corda bamba da história realizada por Wallenda – situada a 1.500 metros de altura acima do rio Little Colorado, mais alto que o Empire State Building. A VIDA POR UM FIO (SKYWIRE LIVE WITH NIK WALLENDA) foi exibido ao vivo pelo Discovery para quase 200 países, inclusive o Brasil, neste no domingo.

Um especial de uma hora que mostrará os principais momentos desta travessia será exibido na terça-feira, 2 de julho, às 22h30, no Discovery.

“O Grand Canyon foi um dos lugares que visitei quando criança. Pelo que me lembro, era um sonho antigo meu atravessar um cenário tão espetacular”, revela Wallenda, com 34 anos, um membro da sétima geração da lendária família Wallendas Voadores. “Sou extremamente grato à tribo Navajo por tornar meu sonho uma realidade e ao Discovery por confiar em minha capacidade.”

Wallenda andou sobre o Canyon sobre uma corda bamba, a aproximadamente 1.500 metros, sem o uso de qualquer tipo de cinto ou equipamento de segurança. Ele acredita que o cinto criaria uma falsa sensação de segurança e diminuiria uma das habilidades que sua família levou muitas gerações para aperfeiçoar. O percurso livre também foi uma oportunidade para homenagear seu bisavô, o lendário Karl Wallenda, que morreu após cair de uma corda bamba em Porto Rico em 1978.

A travessia de corda bamba ocorreu em uma região isolada do Grand Canyon preservada pela organização Navajo Nation Parks and Recreation, que serviu como um cenário espetacular para o evento.

A travessia do Grand Canyon marca o oitavo recorde mundial de Nik Wallenda, incluindo sua travessia de corda bamba em 2012 diretamente sobre as Cataratas do Niágara dos Estados Unidos até o Canadá. Atualmente, ele planeja sua próxima grande proeza, que poderá incluir uma travessia entre continentes da Europa até a Ásia sobre o estreito de Bósforo na Turquia ou ser arremessado de um canhão até o alto de um arranha-céu.

A VIDA POR UM FIO foi produzido pela Peacock Productions para o Discovery com os produtores executivos Gretchen Eisele, Knute Walker e Benjamin Ringe. Howard Swartz atua como produtor executivo para o Discovery. Outros produtores executivos incluem Nik Wallenda, David Simone, Winston Simone e Shelley Ross.

O Discovery é uma marca global dedicada a criar conteúdo de alta qualidade baseado na vida real. Sua missão é informar, entreter e satisfazer a curiosidade de seu público, através de uma programação variada nas áreas de ciência, tecnologia, natureza, história, aventura humana e cultura mundial. Lançado nos Estados Unidos em 1985, e na América Latina, em 1994, o Discovery está presente em mais de 200 países e territórios.

Ultima Postagem

Haval eleva a disputa dos SUVs médios com o H6 PHEV19

Modelo tem preço a partir de R$ 239 mil e permitirá ligar qualquer aparelho elétrico de 220 V Texto: Sérgio Dias Fotos: Divulgação A GWM Bra...