Mostrando postagens com marcador MuBE. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador MuBE. Mostrar todas as postagens

20 de maio de 2015

Vernissage da Exposição Jerusalém Arte e Mistério da fotógrafa israelense Viviana Tagar


Para o Prefeito de Jerusalém fotos surpreendem com perspectivas artísticas e incomuns

Será no dia 21 de maio, das 19 às 22h, no MuBE – Museu Brasileiro da Escultura o Coquetel para convidados que marca a inauguração da Exposição Jerusalém Arte e Mistério, da fotógrafa Viviana Tagar, que vem ao Brasil especialmente para o evento.

Em seu mais recente trabalho, Viviana  descortina um olhar amplo e plural sobre a cidade que é berço histórico das três religiões monoteístas e convida a percorrer as matizes e nuances pessoais de sua ‘Jerusalém Dourada’, que nos evoca as terras de alhures e nos provoca a memória de outrora.

30 de março de 2014

MuBE apresenta exposição “3 Olhares”


São trabalhos recentes de Ricardo Tim, Beto Hacker e Renan Hackradt

Com vernissage em 03 de abril, quinta-feira, a proposta da exposição 3 Olhares é trazer à tona a percepção da realidade, o contraste de cores, formas, culturas e de etnias do Brasil. A mostra acontece na Sala Burle Marx de 04 a 23 de abril de 2014.

O trabalho de Ricardo Tim caracteriza-se pela forma peculiar de demonstrar movimentos, através de figuras imóveis. Para Tim, o cenário urbano é uma fonte inesgotável de alento e motivação, revelando a beleza dos objetos e utensílios usuais dos paulistanos. Nascido em 1973, na cidade de São Paulo, Ricardo Tim trabalhou como assistente em estúdios de fotógrafos renomados, como os de Klaus Mitteldorf e J.R. Duran.

Beto Hacker, em viagem ao Vale do Javari, revelou a cultura dos isolados índios Matis. O fotógrafo tem predileção em testemunhar as expressões da vida, registrando momentos únicos de manifestação de sentimentos. Seu brilhante trabalho foi homenageado no Prêmio Porto Seguro de Fotografia-2005.

Renan Hackradt, desde cedo, já mostrou sinais de talento, revelando um dizer adulto e único em seus trabalhos. Aos dezoito anos é enviado a Roraima para uma cobertura jornalística em área de conflito entre índios e arrozeiros. Dentre os trabalhos, destaca-se a figura de um homem de olhos arregalados, na fresta de uma balaclava, punho esquerdo erguido, brandinho um facão e escudado por um elmo de lata, com a inscrição "Guerra ou Paz". O retrato deste guerreiro, que dialoga com o tempo, lembra, por antagonismo uma antiga pintura a óleo do bandeirante Domingos Jorge Velho, no entanto com teor mais de quixotesco e humildemente trajado.

Serviço

MuBE – Museu Brasileiro da Escultura
Sala Burle Marx
Vernissage: 03 de abril de 2014, Quinta-feira, às 19h
Ao público: 04 a 23 de abril de 2014
Avenida Europa, 218 - Jardim Europa - São Paulo - SP
Entrada Gratuita

5 de junho de 2013

MuBE traz pinturas de José Moura-George


Artista português expõe série de 30 obras que compõem a mostra “Rumos e Destinos”

A partir do dia 5 de junho, quinta-feira, o MuBE - Museu Brasileiro da Escultura vai expor série de 30 obras do artista português José Moura-George. Batizada de “Rumos e Destinos”, a mostra pensada especialmente para o MuBE, sob curadoria de Acácio Amparo, traz pinturas acrílicas sobre tela e papel artesanal. Desde os anos 60, o luso-britânico desenvolve a temática de paisagens em seu trabalho e este será o foco da exposição que fica até 16 de junho na sala Pinacoteca do museu. O vernissage acontece no dia 4 de junho, às 19h.

Nos anos 50 e 60, José Moura-George, luso - britânico, estudou arte e design em Londres onde integrou o movimento Pop Art, fundado por Peter Blake, Hockney e Kitaj. Nos anos 70 e 80 passou a viver entre Londres e Nova York onde participou do movimento da Pintura Expressionista da Costa Leste dos EUA. Suas obras criam imagens de paisagens perdidas, linhas do horizonte.


Serviço

Rumos e Destinos, José Moura-George - MuBE - Museu Brasileiro da Escultura
Período expositivo: 5 a 16 de junho
Entrada gratuita
Endereço: Av. Europa, 218. São Paulo
Informações: 11 2594-2601, mube@mube.art.br
Horário de funcionamento: Terça-feira a domingo, das 10h às 19h

13 de maio de 2013

Viradinha Cultural do MuBE acontece dia 18 de maio



MuBE, agência Multicase e Maurício de Sousa Produções se unem para divertir crianças com atividades culturais durante todo o sábado

O sábado do dia 18 de maio promete marcar o calendário paulistano. O MuBE – Museu Brasileiro da Escultura, em parceria com a agência Multicase e Maurício de Sousa Produções, apresenta a 1ª edição da Viradinha Cultural do MuBE. Com entrada gratuita, as crianças passarão o dia entretidas com as mais diversas atividades, como oficinas, espaços de lazer e leitura, música e artes.

Dentre as dinâmicas haverá a Oficina "Crie Seu Personagem", onde os educadores do Grupo Weducation - responsável pelas escolas Mater Dei SP, Mater Dei São José dos Campos, Emece, Colégio Internacional Ítalo Brasileiro, Radial e Vila do Saber ensinarão a técnica de criações artísticas a partir da reutilização de materiais como jornais, sucata e garrafas pet.

Pela parte da manhã (10h às 13h), o MuBE vai promover a “Oficina de Gestualidade e Criação: o corpo também é uma ferramenta expressiva” com o professor Lucas Argüello. Durante três horas, a oficina busca uma investigação sobre como os gestos empregados nessas técnicas podem e trazem resultados surpreendentes, deixando de lado o pré-julgamento de fazê-lo ou não na feitura dos trabalhos artísticos. Já na parte da tarde, 14h às 17h, o professor David Mota ministra a Oficina de Toy Art na qual as crianças participarão ativamente da criação de personagens divertidos de papel em 3D.

Na Viradinha Cultural do MuBE também serão criados espaços como a Brinquedoteca, a Gibiteca e uma exposição de cerca de 600 trabalhos dos alunos do Grupo Weducation. Serão promovidas também algumas atrações surpresa, como o encontro das crianças com uma contadora de histórias e a apresentação do coral de uma das escolas do grupo.

Os interessados podem também levar itens para doação, como produtos de limpeza, agasalhos e alimentos não perecíveis, que serão entregues à ONG Pró-Saber.

“Quisemos inovar e fazer algo exclusivo para a criançada. Estamos preparando com carinho uma grande Viradinha Cultural.”, afirma Renata Junqueira, Diretora do MuBE.

Ainda no embalo da Viradinha Cultural, o MuBE recebe no dia 5 de maio a exposição “Mônica 50 Anos”, em comemoração ao cinquentenário da personagem Mônica, criada pelo desenhista Mauricio de Sousa há exatos 50 anos. A exposição ficará em cartaz até o dia 02 de junho, de terça a domingo, das 10h às 19h, com entrada gratuita. 

Por meio de objetos históricos, como o boneco de pelúcia original que deu origem ao famoso Sansão, publicações editoriais, desenhos animados e instalações, o público visitante mergulhará década a década na história da baixinha dentuça mais famosa dos quadrinhos nacionais.

Programação Completa:

10h às 18h:

Gibiteca, Brinquedoteca, Fraldário, Exposição Dog Art e Exposição de trabalho de 400 alunos, de 1 a 7 anos, do Colégio Mater Dei.

Oficinas: Crie seu personagem, Boneco de Corda e Toy Art.

12h – Coral dos alunos do EMECE

13h30 – Yoga com a professora Lila Cataldi

15h30 - Apresentação do musical ecológico ‘No Jardim de Ozom”

Serviço

Viradinha Cultural do MuBE
Data: 18 de maio de 2013
Local: MuBE
Endereço: Av. Europa, 218
Horário: 10h às 18h
Entrada Gratuita
Informações: 2594-2601 (MuBE) / (11) 2659-5898 (Multicase)

6 de maio de 2013

Ben-Hur produções artísticas convida para a estreia da peça Um Edifício Chamado 200



No dia  dia 10 de maio, às 21h30, no Teatro Mube Nova Cultural, Rua Alemanha, 218  - Jardim Europa – SP.

Ministério da Cultura apresenta Um Edifício Chamado 200 Texto: Paulo Pontes     Direção: Jerusa Franco

Com Ben-Hur Prado, Adriana Londoño e Leiza Correa Estreia dia 10 de maio, no TEATRO MUBE NOVA CULTURAL

Estreia no dia 10 de maio, às 21h30,  no MuBE a comédia “ Um Edifício Chamado 200”, escrita por Paulo Pontes. A história, que fez enorme sucesso nos palcos do país nos anos 70, gira em torno do personagem Gamela (Ben-Hur Prado), morador de uma bagunçada quitinete em Copacabana, nos anos 70.

Ele é um homem absolutamente ocioso, que passa o tempo consultando horóscopos e preenchendo volantes da loteria esportiva. Com ele, mora Karla (Adriana Londoño) que, embora romântica, não aguenta mais viver com tantas privações. Sonha em ser atriz.

O casal administra as agruras do cotidiano até a chegada de Ana (Leiza Correa). Ex amante de Gamela, ela o procura pedindo abrigo, nem que seja por uma noite. Karla se opõe, mas muda de ideia quando Ana declara ter 50 contos. As duas moças se tornam amigas.

Enquanto está sozinho em casa, Gamela recebe a inesperada visita de uma mosquinha marciana, a Bororó, que chega ao pequeno apartamento. O estranho ser antecipa os resultados da Loteria Esportiva, que farão de Gamela vencedor único do prêmio de 19 milhões de cruzeiros. Mas nem tudo sai como o planejado e anunciado.

“Um Edifício chamado 200” foi encenado pela primeira vez no ano de 1972 (em outubro no Rio de Janeiro e em novembro em São Paulo). A peça, que já teve como protagonistas Milton Morais / Stenio Garcia (Rio de Janeiro) e  Juca de Oliveira (São Paulo), fez  uma brilhante carreira, laureada pelo sucesso de público e crítica, até os anos 80, quando estreou também em Lisboa.  Esta nova montagem  é patrocinada pela Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei nº 8.313 de 23 de dezembro de 1991), Lei Rouanet, com captação de recursos junto as empresas maringaenses: Usina Santa Terezinha, Ferrari e Zagatto, Distribuidora de Bebidas Virginia e F.A. Maringá.

Serviço

Um Edifício Chamado 200

Texto: Paulo Pontes

Direção: Jerusa Franco

Elenco: Ben-Hur Prado, Adriana Londoño e Leiza Maria

Participação especial em off: Beto Hora

Estreia:  dia 10 de maio, sexta-feira

Temporada: de 10 de maio a 23 de junho

Sessões as sextas-feiras, 21h30

Sábados: 21h

Domingos: 18h

Duração: 70 minutos

Recomendação: 12 anos

Capacidade: 192 lugares

Ingresso: sextas e domingos R$ 50,00 /meia R$25,00

Sábados: R$ 60,00 / meia R$ 30,00

Local: Teatro MuBe Nova Cultural

Rua Alemanha, 218  - Jardim Europa – SP

Telefone: (11) 4301-7521
Horário da bilheteria:

Terça a Quinta: 14h às 18h
Sexta: 14h às 21h30
Sábado: 14h às 21h00
Domingo: 14h às 19:00h 
Ingressos também pelo call center: (11) 4062-0116 ou pelo site

Compreingressos.com

Serviço de Valet: R$ 25,00

3 de maio de 2013

São Paulo ganha a primeira “viradinha cultural”



MuBE, agência Multicase e Maurício de Sousa Produções se unem para divertir crianças

O sábado do dia 18 de maio promete marcar o calendário paulistano. O MuBE – Museu Brasileiro da Escultura, em parceria com a agência Multicase e Maurício de Sousa Produções, apresenta a 1ª edição da Viradinha Cultural do MuBE. Com entrada gratuita, as crianças passarão o dia entretidas com as mais diversas atividades, como oficinas, espaços de lazer e leitura, música e artes.

Dentre as dinâmicas haverá a Oficina "Crie Seu Personagem", onde os educadores do Grupo Weducation - responsável pelas escolas Mater Dei SP, Mater Dei São José dos Campos, Emece, Colégio Internacional Ítalo Brasileiro, Radial e Vila do Saber ensinarão a técnica de criações artísticas a partir da reutilização de materiais como jornais, sucata, garrafas pet, entre outros.

Pela parte da manhã (10h às 13h), o MuBE vai promover a “Oficina de Gestualidade e Criação: o corpo também é uma ferramenta expressiva” com o professor Lucas Argüello. Durante três horas, a oficina busca uma investigação sobre como os gestos empregados nessas técnicas podem e trazem resultados surpreendentes, deixando de lado o pré-julgamento de fazê-lo ou não na feitura dos trabalhos artísticos. Já na parte da tarde, 14h às 17h, o professor David Mota ministra a Oficina de Toy Art na qual as crianças participarão ativamente da criação de personagens divertidos de papel em 3D.

Na Viradinha Cultural do MuBE também serão criados espaços como a Brinquedoteca, a Gibiteca e uma exposição de cerca de 600 trabalhos dos alunos do Grupo Weducation. Serão promovidas também algumas atrações surpresa, como o encontro das crianças com uma contadora de histórias e a apresentação do coral de uma das escolas do grupo.

Os interessados podem também levar itens para doação, como produtos de limpeza, agasalhos e alimentos não perecíveis, que serão entregues à ONG Pró-Saber.

“Quisemos inovar e fazer algo exclusivo para a criançada. Estamos preparando com carinho uma grande Viradinha Cultural.”, afirma Renata Junqueira, Diretora do MuBE.

Ainda no embalo da Viradinha Cultural, o MuBE recebe no dia 5 de maio a exposição “Mônica 50 Anos”, em comemoração ao cinquentenário da personagem Mônica, criada pelo desenhista Mauricio de Sousa há exatos 50 anos. A exposição ficará em cartaz até o dia 02 de junho, de terça a domingo, das 10h às 19h, com entrada gratuita. 

Por meio de objetos históricos, como o boneco de pelúcia original que deu origem ao famoso Sansão, publicações editoriais, desenhos animados e instalações, o público visitante mergulhará década a década na história da baixinha dentuça mais famosa dos quadrinhos nacionais.


Serviço

Viradinha Cultural do MuBE
Data: 18 de maio de 2013
Local: MuBE
Endereço: Av. Europa, 218
Horário: 10h às 18h
Entrada Gratuita
Informações: 2594-2601 (MuBE) / (11) 2659-5898 (Multicase)

12 de abril de 2013

Musical infantil No Quintal de OZOM estreia em São Paulo



Espetáculo aborda de forma poética  assuntos como educação ambiental, coleta seletiva de lixo, reciclagem.

No Quintal de OZOM é um espetáculo infantil montado a partir da adaptação livre da   Obra poética de Paulo Afonso (Tchê) – “O Jardim Ozom”.   A peça conta a história de três plantinhas que fogem de seu planeta natal que foi destruído pela falta de harmonia de seus habitantes com o meio ambiente. Viajam pelas galáxias até chegarem a um quintal, no nosso planeta, onde conhecem um menino que aprende a se comunicar com elas e resolve se transformar em uma árvore. Através de uma simbiose, o menino e o quintal se iluminam no processo de fotossíntese.  A encenação cria uma metáfora para discutir a observação dos seres vivos que nos rodeiam e a importância de cuidarmos do nosso planeta.

A trilha sonora do espetáculo é executada ao vivo pelos atores, estimulando a percepção das crianças para vários tipos de instrumentos musicais, suas formas e sons.  As composições musicais passam pelo lírico, rock and roll, soul, pop, entre outros.

O autor do texto e compositor das músicas do espetáculo, Paulo Afonso (Tchê), é também compositor das músicas dos programas infantis "Curumim" e "Bambalalão", que foram ao ar pela TV Cultura, na década de 80.  A encenação contará, ainda, com projeções que prometem encantar as crianças.

“Através de canções, histórias e brincadeiras, o espetáculo percorre um caminho que propõe um diálogo direto com a plateia; abordando assuntos sobre a educação ambiental, a coleta seletiva de lixo, a reciclagem e uma discussão sobre a observação dos seres vivos que nos rodeiam”, explica o diretor do espetáculo, Paulo Del Castro. Para ele, a educação ambiental deve ser uma ação educativa permanente e, de preferência, que tenha formato lúdico para que as crianças adquiram habilidades e atitudes necessárias para a transformação.

Serviço: Musical Infantil No Quintal de OZOM

Temporada: 04 de maio a 28 de julho de 2013
Horarios: sábado, às 15h30 e domingo, às 11h

Ingresso: R$30,00 (inteira) e R$15,00 (meia)

 * Promoção – Quem trouxer livro não didático ou brinquedo em perfeito estado paga  apenas R$7,50 . Todo o material arrecadado será doado para instituições de caridade.

Lugares: 192 lugares

Classificação: LIVRE

Teatro MuBE Nova Cultural
Endereço: Rua Alemanha, 221- Jardim Europa
  Bilheteria - Tel. (11) 4301-7521 
Ar condicionado
Vallet RS25,00
http://www.noquintaldeozom.com.br

13 de janeiro de 2011

Exposição Internacional Troyart no MuBE: interatividade nas redes sociais

Artistas de todo o mundo participam da mostra através da comunicação via Internet.

Por meio das redes sociais se faz muita coisa, inclusive arte. Foi assim que nasceu a exposição internacional Troyart, que reunirá no MuBE (Museu Brasileiro da Escultura) - a partir do dia 15 de janeiro de 2011 - obras vindas de vários lugares do mundo. Foi uma chamada aberta feita via Facebook e blog, para artistas em geral, muitos deles adeptos da Arte Postal, que é democrática e inclui cada vez mais novos participantes.

Essa democracia resultará em centenas de obras expostas no museu. Os artistas se inscreveram pela internet e o MuBE enviou um kit para cada inscrito, com três modelos de Toy Art diferentes, criados pelos designers Roberto Stelzer e Nelson Schiesari. Os artistas customizaram e encaminharam as peças para a organização da mostra.

São robôs coloridos, com apetrechos como penas, pilhas, talheres, adesivos, cílios, fios, asas, ou o que a criatividade mandar. Feitos de acrílico, ferro ou plástico, eles têm como base o papel cartão.

A curadora Angela Ferrara selecionou as obras que chegaram pelo correio. E não termina aí a ligação dos estrangeiros com a exposição: eles aguardam as imagens da mostra nas redes sociais. E, de longe, saboreiam o resultado dessa interatividade em uma nova etapa da Arte Postal.

A Troyart será realizada na Sala Pinacoteca do MuBE até o dia 30 de janeiro. A entrada é gratuita.

ARTE POSTAL

Essa não é a primeira vez que o MuBE realiza uma exposição colaborativa baseada na Arte Postal. Em fevereiro deste ano, a mostra "A Book About Death" (Um Livro sobre a Morte) recebeu centenas de cartões postais, do mundo inteiro, e agora a proposta novamente é de democratizar o processo criativo e o acesso à arte.

A iniciativa foi da diretora de Relações Internacionais do MuBE, Renata Junqueira de Azevedo Silva, que vive a expectativa de obter o mesmo reconhecimento de público e crítica, assim como na mostra anterior.

Serviço:
Exposição Troyart
Curadora:
Angela Ferrara
Diretora de Relações Internacionais: Renata Junqueira de Azevedo Silva
Diretor de Arte: Andre Monteiro de Carvalho
Local: MuBE – Museu Brasileiro da Escultura – Sala Pinacoteca
Endereço: Rua Alemanha, 221, Jd. EuropaAberto ao público: de 15 a 30 de janeiro de 2011 (Abertura oficial na sexta-feira, 14/01, às 19 horas)
Horário: de terça a domingo, das 10 às 19 horas
Informações: (11) 2594-2601 / http://www.mube.art.br/
Entrada Gratuita

23 de novembro de 2010

Parceria MuBE-Fundação Folon apresenta mostra inédita no Brasil da artista belga Carole Solvay

A individual será inaugurada na quinta-feira, dia 25 de novembro

É possível fazer da natureza a sua escola de arte? A artista plástica belga Carole Solvay prova que sim, na exposição “Apesanteurs - Os desenhos secretos de Carole Solvay” que terá início no dia 25 de novembro no MuBE – Museu Brasileiro da Escultura (Vernissage no dia 24 de novembro, às 19 horas, para convidados). Autodidata, ela desenvolveu suas habilidades inspirada na natureza, e nesta individual, apresentará uma série de plumas de aves em esculturas e instalações.

Esta mostra é fruto da parceria inédita entre o MuBE e a Fundação Folon, da Bélgica, que vai trazer artistas do país para exporem no museu, além de levar brasileiros para exibirem seus trabalhos na Bélgica em 2011 também.

Exposição - A artista faz uso de plumas simples, de cores negras, brancas e cinzas. Às vezes, com um toque de cor mais acentuado, porém não se trata de plumas espetaculares, coloridas e exóticas. Talvez Carole queira destacar a simplicidade da natureza, que é bela de várias maneiras.

A curadora da mostra, Cristina Barros-Greindl, traz as suas impressões sobre a artista e suas obras: “São delicadas produções, instalações e esculturas aéreas, que deixam no espaço uma presença sensual e enigmática, sutil e de extrema beleza, evocando leveza, equilíbrio e translucidez. Sua força poética é a comunhão com a natureza. A trama das penas resulta em surpresa e emoção.”

Fundação Folon - A missão da Fundação Folon é preservar seu belo patrimônio: são 500 obras de arte, que foram doadas por Jean-Michel Folon, seu fundador. Desde outubro de 2000, quando foi inaugurada, a fundação apresenta aos visitantes as aquarelas, serigrafias, gravuras, cartazes, selos, vitrais, objetos e esculturas em madeira, gesso e bronze.

Alguns documentos raros também estão em exposição: capas de livros e revistas desenhados por Folon, pôsters, fotos com Milton Glaser, entre outros.

A instituição belga apresenta uma exposição permanente de obras de Jean-Michel Folon, na sua diversidade de temas e técnicas. Uma cenografia original e interativa projetada pelo próprio Folon leva o visitante a uma viagem poética.

Serviço

Exposição Apesanteurs - Os desenhos secretos de Carole Solvay
Curadoria: Cristina Barros-Greindl
Direção de Arte: Andre Monteiro de Carvalho
Local: MuBE – Museu Brasileiro da Escultura – Salas Pinacoteca e Burle Marx Endereço: Rua Alemanha, 221, Jd.Europa
Aberto ao público: de 25 de novembro de 2010 a 9 de janeiro de 2011
Entrada Gratuita
Horário: de terça a domingo, das 10 às 19 horas
Informações: (11) 2594-2601 ou pelo site do MuBE
Acesso para pessoas com deficiência / restaurante / ar-condicionado

11 de outubro de 2010

Nathalie Decoster em exposição no MuBE até 31 de outubro

A artista plástica francesa Nathalie Decoster expõe suas obras pela primeira vez no Brasil até 31 de outubro. E o local escolhido foi o MuBE – Museu Brasileiro da Escultura. São trinta esculturas em aço, inox, ferro e bronze, expostas tanto na área interna do museu (sala Pinacoteca), quanto na área externa, onde estarão as obras de grande porte.

Na exposição, Nathalie retrata a fragilidade humana. Em suas esculturas, o homem está situado no centro de grandes símbolos geométricos, gerando a sensação de infinito.

O crítico de arte Marcus de Lontra Costa comenta o trabalho da artista: “Nathalie Decoster é, essencialmente, uma artista voltada para o diálogo com a História. Em consonância com a tradição, a escala de seu trabalho é a escala humana. Perpassa, em toda a sua obra, uma aura romântica que procura valorizar a beleza e a dignidade da existência, diante da amplidão de um universo que revela a fragilidade do planeta. Natalie acredita – e valoriza – a capacidade da espécie de recriar a paisagem e transformar o mundo concreto e a realidade objetiva através da ação artística.”

Para Marcus, as obras de Nathalie se identificam com a arquitetura do MuBE. “Os generosos espaços do Museu Brasileiro da Escultura (MUBE) tornam-se um cenário ideal para as obras da artista. A associação entre a figura humana e a construção de uma geometria essencial composta por círculos e retângulos identifica-se com os princípios norteadores da própria arquitetura do museu”, afirma.

Nathalie já expôs seus trabalhos na avenida Champs-Elysées e no Musée de Montparnasse, em Paris (França), além de museus localizados em Veneza (Itália), Londres (Inglaterra) e Viena (Áustria).

A curadoria será da própria artista, e a direção de arte ficará a cargo de Andre Monteiro de Carvalho.


Serviço:
Exposição de Nathalie Decoster
Curadoria: Nathalie Decoster
Direção de Arte: Andre Monteiro de Carvalho
Local: MuBE – Museu Brasileiro da Escultura – Sala Pinacoteca e
Área Externa
Endereço: Rua Alemanha, 221, Jd.Europa
Aberto ao público: de 7 a 31 de outubro e na área externa: de 7 de outubro de 2010 a 18 de janeiro de 2011
Horário: de terça a domingo, das 10 às 19 horas
Informações: (11) 2594-2601 / www.mube.art.br

Entrada Franca

19 de agosto de 2010

Anne Cauquelin realiza palestra no MuBE sábado


A francesa Anne Cauquelin, referência mundial em arte contemporânea, ministrará uma palestra no MuBE – Museu Brasileiro da Escultura – no dia 21 de agosto, às 15 horas, quando abrirá espaço em seu discurso para a arte urbana e o Graffiti.

O evento gratuito faz parte do ciclo de palestras da “Bienal Graffiti Fine Art”, exposição que será realizada a partir de setembro no MuBE e terá uma série de atrações paralelas à mostra.

Anne Cauquelin é professora emérita da Universidade de Picardie, diretora da Nouvelle Revue de D´Esthétique, vice-presidente da Sociedade Francesa de Estética e está presente nos comitês de redação das revistas mais significativas do campo da Arte. Ela é também autora dos seguintes livros traduzidos para o português: Arte Contemporânea, Aristóteles, A Invenção da Paisagem, Teoria da Arte e Frequentar os Incorporais – Contribuição a uma Teoria da Arte Contemporânea.

A palestra será realizada no Auditório Pedro Piva, que tem capacidade para 192 pessoas. As inscrições devem ser feitas pelo telefone (11) 2594-2601, ou pelo email: mube@mube.art.br.

Serviço:

Palestra Anne Cauquelin (com tradução simultânea)
Curadoria: Sérgio Franco, Binho Ribeiro, Walter Nomura (Tinho), Sérgio Poato e Flavio Samelo

Local: Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) – Rua Alemanha, 221, Jd.Europa
Data: 21 de agosto (sábado)
Horário: 15h
Inscrições: (11) 2594-2601 / email: mube@mube.art.br
Entrada Franca

Ultima Postagem

Orquestra Petrobras Sinfônica apresenta "Thriller Sinfônico" e "Legião Sinfônico” em São Paulo

Os “showcertos” acontecem na Vibra São Paulo com regência do maestro Felipe Prazeres A Orquestra Petrobras Sinfônica vai apresentar na Vibra...