Campanha AACD Teleton 2021

Cursos Mecânica Online

Mostrando postagens com marcador cultura. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador cultura. Mostrar todas as postagens

15 de janeiro de 2019

Turismo, cultura e gastronomia na 36ª Festa da Uva de Jundiaí




Evento traz workshops, venda de produtos artesanais e a tradicional cerimônia da pisa da uva 

Quem gosta de turismo, cultura e gastronomia poderá encontrar tudo isso na tradicional Festa da Uva de Jundiaí, que nesta edição, completa 85 anos de história. 


“É ótimo ver a festa acontecendo na cidade, porque além dela divulgar um produto que há tanto tempo é o mais importante da agricultura jundiaiense, também mostra o valor do cooperativismo entre os agricultores e as pessoas do município. A festa vai além da comemoração, porque traz a importância do produtor e do papel na preservação da cultura e das terras, então, ver tudo isso acontecendo é uma alegria para nós”, comenta Orlando Steck Filho, agricultor do bairro de Traviú, local onde a uva niagara rosada, que deu início a Festa da Uva, surgiu pela primeira vez, após uma mutação somática espontânea da niágara branca, em 1933.

4 de agosto de 2015

Unibes Cutural: O novo espaço da cultura em São Paulo



Localizada em uma das regiões mais nobres da cidade, Rua Oscar Freire, 2.500, ao lado do Metrô Sumaré, a Unibes Cultural está instalada num edifício projetado por Roberto Loeb, um dos principais arquitetos do Brasil, com espaços ambientados por Marina Linhares, com projeto de iluminação de Guinter Parschalk e mobiliário de Fernando Jaegger. Um espaço inovador, voltado a transformação e desenvolvimento do potencial humano, acessível e com programação voltada para todas as idades. Esta é a Unibes Cultural que a partir do dia 17 de Agosto será aberto para a população promovendo o acesso à cultura.

28 de julho de 2015

O primeiro livro do contador de histórias Rodrigo Libânio chega às livrarias ainda em julho



Com mais de 2,5 mil cópias vendidas de forma independente, o primeiro livro escrito pelo experiente contador de histórias Rodrigo Libânio, "Eu gosto muito da minha vó, minha avó é muito legal, eu gosto muito dela", chega em julho às livrarias Cultura e Martins Fontes.

8 de julho de 2015

As férias de inverno pode ser mais cultural na rede de hotéis IHG


Julho é o período das férias de inverno, e para aproveitar esse tempinho com muita cultura e diversão, a rede de hotéis do IHG no Brasil realizará durante o período de 06 a 31 de julho de 2015, poderão optar pelos pacotes “ESCAPE DE FINAL DE SEMANA OU ESCAPE EM FAMÍLIA”, que ganham aditivos especiais para a ocasião.

23 de junho de 2015

3º Festival Gastronômico do Japão traz um deleite cultural ao restaurante Tarsila


Neste mês de junho a imigração japonesa completou 105 anos, desde a chegada dos primeiros nipônicos no Brasil, sendo hoje a maior população japonesa fora do Japão, e para celebrar esse feito e aos avanços, cultura e gastronomia que esse povo trouxe ao nosso país, o hotel Intercontinental São Paulo e o restaurante Tarsila irão promover do dia 23 a 26 de junho, o 3º Festival Gastronômico do Japão.

11 de junho de 2015

Museu da Casa Brasileira chega de bike para a Virada Cultural 2015


Criada para refletir o espírito tipicamente paulistano de uma cidade que "nunca para", a Virada Cultural é um evento com duração de 24 horas promovido pela Prefeitura de São Paulo, que oferece atrações culturais para pessoas de todas as faixas etárias, classes sociais, gostos e tribos. Desde a sua primeira edição, em 2005, o Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, participa do evento e para 2015 realiza, entre os dias 20 e 21 de junho, além das exposições em cartaz, uma série de atrações especiais para toda a família. O tema da programação do MCB deste ano é a bicicleta como agente transformador da mobilidade urbana e as novas apropriações do espaço público.

20 de maio de 2015

PROGRAMAÇÃO DE JUNHO/15 - TEATRO FOLHA



PROGRAMAÇÃO ADULTA

A BANHEIRA
Estreou: 01/05/15
Temporada: até 28/06/2015
Sextas às 21h30, Sábados às 20h e às 22h e Domingos às 20h
Classificação etária: 14 anos
Duração: 75 minutos
Sinopse: Comédia ágil e dinâmica que conta a história de um respeitável pai de família que, por fetiche, leva para casa uma amante inusitada. Surpreendida por um ladrão, a dupla acaba trancafiada no banheiro. A peculiar situação é a linha mestra da movimentada peça protagonizada por Anderson Müller.


- GRAÇAS A DEUSSS!!! – A COMÉDIA
Estreou: 02/05/2015
Temporada: até 27/06/2015
Sábados à meia-noite
Classificação etária: 14 anos
Duração: 70 minutos
Sinopse: Show solo de Guilherme Uzeda, que passeia por temas como as agruras de um ator desconhecido vivendo em um mundo de celebridades instantâneas, o mundo dos relacionamentos interpessoais e suas traições, o terrível monstro da chatice e a confiança no futuro do Brasil. Invariavelmente, sob a ótica do humor.

- OSCARICATO
Estreou: 08/05/2015
Temporada: até 31/07/2015
Sextas à meia-noite
Classificação etária: 14 anos
Duração: 60 minutos
Sinopse: Legítimo programa de auditório comandado por Thiago Adorno, que recebe artistas convidados para cantar sucessos que vão do rock ao brega. Com muito humor, acompanhado pela banda Oscarégato, pela “adornete” Marcia Dailyn, e pelo DJ Will Robson, o espetáculo é repleto de surpresas e promete esquentar as noites das sextas-feiras no teatro.

PROGRAMAÇÃO INFANTIL

RAPUNZEL
Estreou: 01/05/2015
Temporada: 26/07/2015
Sábados e Domingos, 16h
Classificação etária: livre
Duração: 60 minutos
Sinopse:  Com irreverência, toques “nonsense” e linguagem de circo, o espetáculo narra a história de Rapunzel, roubada de seus verdadeiros pais por uma bruxa má que não aceita dividir com mais ninguém os rabanetes de sua plantação. Sob o domínio da vilã, a prisioneira Rapunzel brinca de casinha em cima da árvore, no fundo de um quintal. Uma montagem da Cia Le Plat du Jour com embalo do músico Toquinho.


PEDRO E O LOBO
Estreou: 03/01/2015
Temporada: 26/04/2015 – Sessão extra dia 01/05 às 16h
Sábados e Domingos, 17h50
Classificação etária: livre
Duração: 55 minutos
Sinopse: Adaptação premiada da fábula musical russa usa manipulação de bonecos e técnica de teatro negro, sob a direção de Fernando Anhê. Uma das qualidades da montagem é apresentar para a garotada os sons de uma orquestra e os principais instrumentos musicais. Baseado em um antigo conto russo - sobre o menino valente que tenta capturar um lobo para salvar os bichos, seus amigos, na floresta, o compositor Sergei Prokofiev designou uma personalidade sonora para cada personagem ao criar a obra, em 1936.  O passarinho é representado pelo flautim; o gato, pelo clarinete; a pata, pelo oboé; o lobo, pelas trompas; os caçadores, pela percussão (marimba); o avô pelo fagote; e Pedro, pelas cordas. A base orquestral é pré-gravada; e o maestro Jamil Maluf narra em off a entrada de cada instrumento.

13 de janeiro de 2015

"Meu Ibira" está de volta com diversas atrações culturais para os paulistanos


No próximo sábado, 17 de janeiro, o projeto ‘Meu Ibira’ volta ao Parque do Ibirapuera para levar diversão e lazer aos paulistanos. Será um dia repleto de atividades culturais e esportivas, com direito à apresentação de Snowboard pela primeira vez no parque, além de oficinas de judô, capoeira e zumba.

13 de maio de 2013

“KulturTour” estreia hoje trazendo a cultura alemã



Projeto oferecerá diversas ações culturais, com artistas da Alemanha e do Brasil

A Volkswagen do Brasil, o Banco Volkswagen e a MAN Latin America patrocinam a turnê cultural “KulturTour”, que teve início hoje (13/5). Um caminhão estilizado VW Constellation 19.390, fabricado pela MAN Latin America, está em frente ao Theatro Municipal de São Paulo (Praça Ramos de Azevedo, s/n, São Paulo), chamando o público para dançar ao som de DJs. O mesmo caminhão levará a cultura alemã a 17 cidades brasileiras, durante um ano, propiciando o diálogo cultural entre os dois países por meio de diversas ações. A Volkswagen também cedeu uma pick-up Amarok para transportar artistas durante a turnê.

A turnê “KulturTour” é realizada pelo Goethe-Institut e pelo Ministério da Cultura (MinC). O projeto é um dos destaques da “Temporada Alemanha + Brasil 2013-2014 – Quando ideias se encontram”, cuja abertura oficial será realizada na noite de hoje (13/5) também no Theatro Municipal de São Paulo.

O caminhão, com os mesmos DJs que se apresentam nesta tarde, estará na Virada Cultural, em São Paulo, nos dias 18 e 19 de maio. A partir de junho, o caminhão seguirá para as cidades de Florianópolis (SC), Blumenau (SC), Três de Maio (RS) e Londrina (PR). A partir de agosto, passa por Vinhedo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG) e Vitória (ES). No Norte e Nordeste, as cidades visitadas serão Salvador (BA), Recife (PE), Campina Grande (PB), Natal (RN), Fortaleza (CE), Teresina (PI), São Luis (MA) e Belém (PA).

Programação

Durante um ano, em cada uma dessas 17 cidades por onde passará o caminhão, pessoas de todas as idades vão conferir, durante uma semana, apresentações de artistas itinerantes dos dois países, DJs, cinema ao ar livre, contação de histórias, workshops e um lounge de leitura com acervo de 1.000 publicações. A turnê também trará a exposição “Alemanha na Mala”, que permite que o visitante conheça um pouco mais sobre o idioma alemão por meio de curtas-metragens, histórias, música e poemas.

O caminhão VW Constellation 19.390, fabricado pela MAN Latin America, com carroceria de 15 metros, foi especialmente equipado para a turnê do “KulturTour” com palco retrátil e sua fachada foi transformada pelos expoentes da street art Carlos Dias (Brasil) e Jim Avignon (Alemanha). Envolvido com o grafite, a sticker art, a videoarte e a web art, Carlos Dias já participou da exposição De Dentro Para Fora (Masp, 2009) e Novo Muralismo Latino-Americano (Memorial da América Latina, 2006) e fez neste ano sua primeira individual no Paço das Artes. O berlinense Jim Avignon é considerado um ícone da arte pop, com trabalhos que misturam caricatura, arte gráfica, arte de rua e toy art. Seus trabalhos já foram expostos em museus de arte contemporânea do mundo inteiro, inclusive na cerimônia da nova abertura do Estádio Olímpico de Berlim, em 2004.

Com uma programação inovadora e multifacetada, o “KulturTour” é dirigido a um público amplo e procura apresentar o que há de mais atual na cena artística contemporânea alemã. A mostra de cinema ao ar livre, por exemplo, apresenta tendências diversas nas áreas de arte urbana, futebol e sustentabilidade.

O programa de música do “KulturTour” reflete o incrível cenário de inventividade e vanguarda da música eletrônica na Alemanha e trará DJs de sucesso, como Jack Tennis, de Berlim, que vai tocar na rota sul do “KulturTour”, para agitar o público e proporcionar uma troca musical com DJs brasileiros.

Durante todo o ano, o tour será acompanhado pelas mídias sociais (Facebook.com/goethebr e #kulturtour) e os visitantes poderão postar comentários, fotos e vídeos. Estudantes das cidades onde o caminhão vai passar também serão envolvidos na divulgação das atrações e na participação em concursos.

O projeto “KulturTour” faz parte da “Temporada Alemanha + Brasil 2013-2014 – Quando ideias se encontram”, que reunirá no Brasil inteiro até 2014 uma grande quantidade de eventos nas áreas de cultura, economia, tecnologia, ciências, educação e esporte, com o objetivo de fortalecer os laços entre os dois países. A temporada tem realização do Ministério das Relações Exteriores da Alemanha, em cooperação com o Goethe-Institut, o Ministério de Educação e Pesquisa da Alemanha (BMBF), o Ministério da Cooperação Econômica e Desenvolvimento da Alemanha (BMZ) e a Federação da Indústria Alemã (AHK). O Goethe-Institut é a instituição responsável pela programação cultural e de educação da temporada Alemanha no Brasil 2013-2014.

ITINERÁRIO DO KULTURTOUR
www.kulturtour.com.br
www.facebook.com/goethebr
www.twitter.com/kulturtour

REGIÃO SUL
4 de junho a 1 de julho de 2013
Florianópolis, Blumenau, Três de Maio, Londrina

REGIÃO SUDESTE
20 de agosto a 15 de setembro de 2013
Vinhedo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória

REGIÕES NORDESTE E NORTE
6 de novembro a 1 de dezembro de 2013
Salvador, Recife, Campina Grande, Natal

3 de fevereiro a 2 de março de 2014
Fortaleza, Teresina, São Luis, Belém

13 de dezembro de 2010

Sonia Madruga “Gravando Noel”

Cem anos de Noel Rosa e o Rio de Janeiro presta merecidas homenagens a quem fez história na Música Popular Brasileira. E nada melhor que uma exposição com músicas do compositor para comemorar a data tão especial.

A artista plástica Sônia Madruga também faz a sua homenagem a Noel Rosa. A artista participa da exposição Gravando Noel, no Imaculada Bar e Galeria. Sonia Apaixonada por Vila Isabel, Sonia escolheu a canção Feitiço da Vila para representar em sua obra.

Famosa por realizar suas obras com água de chuva, Sonia Madruga utilizou gotas caídas do céu de Vila Isabel para realizar a sua obra. Bairro onde nasceu e cresceu o cantor e compositor Noel Rosa.

Marco de renovação nas aquarelas, a carioca Sonia Madruga abraçou esta desafiadora técnica como a sua expressão profissional em 2002. Em prazo tão curtoalcançou reconhecimento internacional, recebendo, em maio 2009, na Cidade Luz, Paris a Médaille d'Argent pela Academie des Arts Sciences et Lettres Française.

Um pouco mais de Sonia Madruga em www.soniamadruga.com.br.

Serviço

Exposição “Gravando Noel”
Data: 07 de dezembro de 2010 a 07 de janeiro de 2011
Endereço: - Ladeira João Homem, 7, Morro da Conceição, Rio de Janeiro
Telefone: (21) 2253-3999
Horário: terça a sábado, das 12 às 20h.
Entrada gratuita

10 de dezembro de 2010

Novas gravuras e bate-papo no Choque Cultural


Choque Cultural promove lançamento de gravuras exclusivas de Samuel Casal e Stephan Doitschinoff, além de conversa com Felipe Lopez

Em novembro, a Choque Cultural agregou a casa vizinha ao seu QG, com foco em projetos educativos, na criação de uma biblioteca especializada em livros de arte urbana e contemporânea, realização de workshops e conversas com artistas e púbico, além da venda de obras a menos de R$ 5 mil.

Neste sábado, dia 11 de dezembro, às 15h, portanto, a Choque Cultural realiza uma conversa com o artista Felipe Lopez que vai discorrer sobre o processo criativo da exposição vigente, Obra de Construção, em cartaz até 23 de dezembro. Ele apresenta uma série inédita de colagens em que desconstrói fotografias impressas em etiquetas adesivas. Suas obras ganham e perdem volume enquanto retratam construções urbanas de bairros tradicionais de São Paulo, principalmente a Mooca. Sua ideia é usar as etiquetas como se fossem píxeis manuais, em que a fotografia é o objeto, o suporte e a linguagem. Nesta conversa, o paulistano Felipe Lopez fala também sobre como se transformou em Lomolopez (www.lomolopez.com) e sua experiência, em 2010, no Paraty em Foco - Festival Internacional de Fotografia, atualmente uma das maiores iniciativas culturais do país, ligadas à fotografia.

Além disso, o artista Stephan Doitschinoff lança uma edição especial de gravura. Doitschinoff, que integrou a exposição De dentro para fora/ De fora para dentro, no MASP, e foi eleito Artista Revelação de 2009 pela Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA), apresenta a gravura sob título Céus Abertos, com tiragem de 100 exemplares produzidos em serigrafia. Dourada e com aplicações de preto e vermelho, foi feita em parceria com o Estúdio Elástico (serigrafia) e a Gráfica Fidalga (tipografia).

Trata-se da primeira gravura lançada pelo artista em três anos e representa uma caveira de ponta cabeça com a mandíbula virada em referência aos simbolismos estudados pelo artista, além de ser uma continuação da sua exposição CRAS, apresentada em abril no Acervo da Choque. Entre suas mais recentes atividades, o artista instalou a escultura A Mão nas imediações do Museu Afro-Brasil, no Ibirapuera, 1,80 metro de altura toda em cerâmica, com símbolos em baixo relevo – iniciativa do artista consolidada por meio do Prêmio Interações Estéticas em Pontos de Cultura, da Fundação Nacional das Artes e do Ministério da Cultura (MinC) do Governo Federal.

Em 18 de dezembro, às 15h, é a vez de Samuel Casal lançar seu Cordel from Hell. Samuel Casal é gaucho e conhecido por seu trabalho como ilustrador, gravurista e quadrinista no Brasil, na Alemanha, Argentina, Bolívia, Chile, Espanha e França. Sua experiência já lhe rendeu oito troféus HQMIX, sendo três deles como Melhor Ilustrador e outro como Melhor Roteiro, ao lado de Adriana Burnstein pelo “Prontuário 666 – Os Anos de Cárcere de Zé do Caixão” (Editora Conrad), história em quadrinhos que integra a trilogia do cineasta brasileiro José Mojica Marins.

Seu trabalho de ilustração, muitas vezes, remete esteticamente à técnica da gravura, apesar de ser concebido de forma digital, com vetores. “Quando percebi essa influência, resolvi percorrer o caminho inverso: aprender a técnica primitiva que origina esse resultado visual que eu busco digitalmente e aplicá-la de uma forma mais contemporânea”, conta Casal. A partir dessa idéia original, desenvolveu a série de 14 gravuras, sendo 20 exemplares de cada, intitulada Cordel from Hell. É um tributo à literatura de cordel nordestino, que utiliza as xilogravuras como ilustração e que, por muitas vezes, tem como tema embates religiosos e sobrenaturais. Clicando aqui, é possível ver o processo criativo dessa série.

Sábado, 11 de dezembro de 2010 @ Choque Cultural, às 15h
Conversa com Felipe Lopez
Lançamento da gravura Céus Abertos, de Stephan Doitschinoff

Sábado, 18 de dezembro de 2010 @ Choque Cultural, às 15h
Lançamento série Cordel from Hell, de Samuel Casal

Obra de Construção por Felipe Lopez @ Choque Cultural
De 4 a 23 de dezembro (a galeria reabre em 11 de janeiro de 2011)
Rua João Moura, 997 e 1001, Pinheiros, São Paulo
Telefone: (11) 3061-4051
www.choquecultural.com.br
galeria@choquecultural.com.br
Terça-feira a sábado, das 12h às 19h
Grátis
Livre

Programação Centro Cultural Carioca


Confira a programação do Centro Cultural Carioca de 13 a 19 de dezembro.

Segunda, 13 de dezembro: NILZE DE CARVALHO LANÇA CD “O QUE É MEU”

Nilze Carvalho, na vanguarda da nova geração de sambistas cariocas, lança o CD “O que é meu”, no dia 13 de dezembro, às 21hs, no Centro Cultural Carioca. A vocalista do Sururu na Roda promete um show “pra fã” no mesmo palco onde está em cartaz com seu grupo ha 6 anos.

O disco com 14 faixas, produzido por Nilze e Edu Krieger, traz um repertório eclético, que reflete sua vivência adquirida ao longo dos anos de carreira nacional e internacional. O novo trabalho mostra toda a versatilidade musical da artista diante da riqueza da música popular brasileira de ontem e o que “fervilha” hoje nos recantos da Lapa.

Início: 21h00 / Preço: R$ 30,00

Quarta, dia 15 de dezembro: MAURÍCIO EINHORN

Maurício Einhorn, lendário gaitista do movimento bossa nova, se apresenta na quarta-feira, dia 15 de dezembro, às 21hs, no Centro Cultural Carioca. O músico chega acompanhado de Kiko Continentino e seu conjunto, com Clauton “Neguinho” Sales (bateria, trompete e vocais) e Jefferson Lescowich (contrabaixo acústico e vocal), para animar a casa com seus maiores sucessos.

Início: 20h / Preço: R$ 30,00

Quinta, dia 16 de dezembro: TRIBO DE GONZAGA Part. Especial MARÁ

Quem gosta de forró e reggae não vai querer perder a próxima “QuintArrastapé” no Centro Cultural Carioca, com a banda Tribo de Gonzaga e participação especial de Mará, do Raiz do Sana. A roda de forró acontece semanalmente, reunindo os melhores grupos do gênero na cena noturna carioca, sempre com convidados especiais. Nos intervalos, o DJ Darvyn Orlan toca muito samba, sambalanço, mpb e forró.

Início: 21h / Preço: R$ 20,00

Sexta, dia 17 de dezembro: PAGODE DA TIA DOCA

O pagode da Tia Doca, criado pela pastora da Velha Guarda da Portela, começou há 34 anos em Osvaldo Cruz, onde morava com seus filhos pequenos. A pastora faleceu em 2008, no entanto o DNA desta grande carioca, na figura carismática do seu filho Nem, continua comandando uma das mais tradicionais e importantes rodas de samba da cidade.

Início: 19h30 / Preço: R$ 12,00

Domingo, dia 18 de dezembro: SAMBA DA SAIDEIRA

A Praça Tiradentes vai ganhar vida nos domingos de verão com uma programação para bamba nenhum botar defeito. O Centro Cultural Carioca estreou no dia 5 de dezembro o projeto “Samba da saideira” que vai receber, a cada semana, um nome diferente do gênero.

A atração da semana é Gabriel da Muda, uma das vozes principais do Samba do Trabalhador e Samba da Ouvidor. O cantor, compositor e cavaquinista canta repertório de clássicos e promete dar uma canja de seu primeiro CD solo, “O que vai ficar pelo salão”.

Show: 17h30 / Preço: 10 reais (até às 17:30 horas), 15 reais (lista amiga e mulher) e 20 reais (homem)

Serviço

Rua do Teatro, 37 – Praça Tiradentes
Abertura da casa: De Seg a Qui – 19h às 01h30; Sextas – 18h às 2h; Sábados – 20h30 às 02h; Domingos – 19h às 2h
Capacidade: 200 pessoas
Faixa etária: 18 anos
Reservas: Segunda à Sexta das 11h às 20h - Tel.: (21) 2252.6468 / 2242.9642
Pagamento: dinheiro, cartões de débito Visa Eletron e Mastercard
Acesso para deficientes: não
www.centroculturalcarioca.com.br

23 de julho de 2010

Projeto Cine-Gastronomia exibe o filme What’s Cooking? no Centro da Cultura Judaica


O projeto Cine-Gastronomia inspira-se em uma festa tipicamente norte-americana, o dia de Ação de Graças, e exibe no Centro da Cultura Judaica dia 27 de julho, às 19h, a comédia What’s Cooking? (O que tem para o jantar?), de Gurinder Chadha. O filme mostra a reunião de diferentes famílias – mexicana, judia, vietnamita e afro-americana – para celebrar esta data especial no país onde vivem.

Após a exibição, o chef Breno Lerner comanda um Workshop de Culinária no qual ensina a fazer, entre outras, uma saborosa receita de peru, segundo as tradições culinárias de cada uma das culturas retratadas no filme. A programação é inteiramente gratuita.

Serviço

Evento: Cine-Gastronomia com Breno Lerner – What’s Cooking?
Data: 27 de julho
Horário: 19h
Local: Centro da Cultura Judaica - Rua Oscar Freire, 2.500 (ao lado da estação Sumaré do Metrô)
Classificação: a partir de 14 anos
Vagas: 298 pessoas para o filme e 70 para o workshop
Ingressos: os ingressos são gratuitos e devem ser retirados com uma hora de antecedência na bilheteria do Centro e estão sujeitos à lotação do espaço.

Informações

Tel.: (11) 3065-4333
culturajudaica@culturajudaica.org.br
www.culturajudaica.org.br

5 de junho de 2010

Matilha Cultural prepara mês especial prácachorro!

Em junho, projeto “práCachorro” agrada cães com programação diversificada, que inclui menu canino, cinema,arte visual e adoção. Humanos também são bem-vindos!


São Paulo, maio de 2010 - Há séculos, o cachorro faz parte do cotidiano do homem, seja ajudando na caça, na guarda, pastoreio, ou mesmo como companhia. Para celebrar e discutir o papel social do cachorro e realizar ações pela adoção e contra o crime do abandono, a Matilha Cultural abriga, entre os dias 8 de junho e 3 de julho, uma série de exposições e atividades voltadas para o melhor amigo do homem, a mostra práCachorro. A abertura da mostra será no dia 8, às 18h., com apresentação dos Djs Soares e Zinco, do Clã Leste, no primeiro happy hour Aquecimento Central de junho.

Ao prestar uma homenagem aos cães, a práCachorro é um programa completo para que donos e animais possam aproveitar um passeio com diferentes atrações que ocuparão todo o espaço da Matilha Cultural.

Instalações multimídia e interativas vão proporcionar momentos especiais de convivência entre humanos e cachorros. Desde a programação de cinema até o cardápio da casa serão adaptados especialmente para cães. Palestras, debates e ações para incentivar a adoção de animais serão realizadas ao longo do projeto com o apoio da campanha PEDIGREE® Adotar é tudo de bom, que possui valores alinhados com os conceitos da mostra Pracachorro.

“PráCachorro celebra a importância social desses seres verdadeiros”, diz Ricardo Costa da Matilha Cultural. “Nosso objetivo com esse evento é reforçar campanhas e trabalhos de ONGs contra o abandono e pela adoção de cachorros. Estamos usando cultura e entretenimento para ajudar a criar essa consciência nas pessoas. Sentimos imenso respeito e amor por esses animais”, explica.

Entre os serviços oferecidos, estão conversas sobre saúde e nutrição dos animais, palestra sobre adoção e posse responsável, estúdio fotográfico para registrar cães e seus donos com diferentes cenários e até mesmo um espaço lounge para que cães possam relaxar – ou brincar à vontade, dentro da Matilha, além de acesso à informações sobre o trabalho de grupos envolvidos com a causa animal.

Na galeria, a exposição de fotos de Paola Vianna revela o olhar do cachorro sobre o mundo a sua volta. Na arena, painéis ilustrados com a matéria “Nosso amigo Vira-lata”, escrita por Evaristo Eduardo de Miranda para a National Geographic Brasil (março/2010), detalham a importância histórica do cachorro em nossas vidas.

Uma programação musical ampliada com muito hip hop, soul, funk, world music e reggae dancehall completa o mês dedicado a celebrar os cachorros na Matilha Cultural

Abaixo, uma prévia da mostra:

FOTOGRAFIA– 08/junho a 03/julho - Gratis

Cachorros, por Paola Vianna
29 fotos tiradas entre 2004 e 2010, traçam uma linha que aproxima o espectador do olhar do cachorro, passando pelo contexto da familia, descaso, companherismo e morte no Brasil, Bolívia, Peru e Chile.

Estúdio Fotográfico
Um mini estúdio fotográfico, com diferentes possibilidades de cenários e figurinos para pessoas e cachorros, onde visitantes poderão se deixar fotografar com seus cachorros e levar uma lembrança dessas vidas cruzadas.


ARTE
Graffiti PráCachorro08/junho a 03/julho - Gratis



Cinco telas criadas especialmente para a mostra PráCachorro, trazem referências do universo canino. Pintadas pelos grafiteiros brasileiros Graphis, Saide, Nick, Feik e Binho Ribeiro, com curadoria do próprio artista plástico e grafiteiro Binho Ribeiro.


INSTALAÇÃO

Casinhas Sensoriais– 08/junho a 03/julho - Gratis


Casinhas de cachorro com diferentes cheiros e texturas, customizadas por um coletivo de artistas convidados pela Matilha, prometem entreter os cachorros com experiências sensoriais enquanto seus donos admiram as fotos na galeria. Entre os artistas, estão Amanda Mussi, Binho Ribeiro, Ebola, Elizabete, Juliana Kodama, Keto, Mr. Bomba, Marcelo Barneiro e Markone.

CINEMA

Durante este período, no cinema da MATILHA, o volume estará adequado à sensível audição canina. Pessoas poderão assistir aos filmes em cartaz juntamente com seus cachorros, que são mais do que bem vindos em todos os ambientes do espaço. Entre os filmes da programação, destaque para Alice, de Jan Svankmajer (Rep. Tcheca, 1988), As Aventuras Secretas de Tom Thumb (Reino Unido, 1993) de Dave Borthwick, Como Festejei o Fim do Mundo, de Catalin Mitulescu (França/França/Romênia, 2006), e S21 - A Máquina da Morte Khmer vermelho (FRA - 2003), de Rithy Panh.

AMBIENTE

Lounge “Bom pra cachorro!”
Um espaço confortável com almofadas e “brinquedos”, onde cachorros e seus acompanhantes poderão relaxar e se informar sobre ações em prol do melhor amigo do homem.

Café Matilha
O espaço destinado ao café na Matilha Cultural, também será especialmente adaptado aos visitantes caninos. Durante o período, será oferecido um cardápio especial para cachorros, com snacks para cachorros, rações e outros produtos PEDIGREE®, apoiadora da mostra. O primeiro café de São Paulo que atende donos e seus cachorros!


Palestras e Stand “PEDIGREE® ADOTAR É TUDO DE BOM”
Palestras com especialistas em terapias alternativas para cães, com demonstrações de acumpuntura e florais para os pets. Será montado um stand de divulgação do trabalho de ONGs participantes do programa PEDIGREE® Adotar é tudo de bom para incentivar a guarda responsável e atender pessoas interessadas em adotar um novo amigo.


FEIRA DE ADOÇÃO


Adotar é tudo de bom


No sábado, 12 de junho, dentro do festival Freeart, promovido pela Rede Social da Vila Buarque e pelo SENAC Consolação , a Matilha Cultural, junto com ONGs participantes da campanha PEDIGREE® Adotar étudo de bom, vai organizar uma feira para adoção de animais abandonados. Será na Praça Rotary, no bairro de Consolação, centro de São Paulo, das 12h às 18h. Ao final do dia, uma foto da exposição ‘Cachorros’, de Paola Vianna, será doada para o sorteio realizado pelo festival.


MÚSICA
Aproveitando a celebração dos cachorros, a Matilha inaugura em junho novas programações musicais para o espaço, além de manter o já tradicional happy hour das terças-feiras.

Aquecimento Central – A partir do dia 8, toda terça-feira, o happy hour musical da Matilha recebe os DJs Soares e Zinco, do Clã Leste, além de convidados especiais, dando aquele salve para o hip hop.

FunkDogDelic – A partir do dia 12, aos sábados, uma Matinê traz os clássicos do funk e da soul music dos anos 70. DJ Branco é o residente. Dia 19 as pick ups são comandadas pelo mestre DJ Hum. Dia 26, participação especial de Bid e sua incrível discoteca.

Mondo Cane – A partir do dia 18, para abrir os finais de semana, as noites de sexta vão começar mais cedo com a festa Mondo Cane na Matilha. Os Djs MZK e Wotjila vão trazer afrobeats, brazilian beats e mais música do mundo para fazer todos dançarem.

Show de encerramento:
Mixtape Matilha Cultural No fechamento da mostra práCachorro, dia 03 de julho, um show especial com os participantes da Mixtape Matilha. São 12 faixas que misturam bases jamaicanas de dub step, ragga e dancehall com vocais do hip hop nacional. A mixtape foi lançada no início do ano e está disponível para download no site da Matilha (http://www.matilhacultural.com.br/).

MATILHA & OLLDOG
A Matilha Cultural é uma entidade independente e sem fins lucrativos instalada em um edifício de três andares, localizado no centro de São Paulo. A Matilha integra um espaço expositivo, sala multiuso, café, além de um cinema com 68 lugares.

Fruto do ideal de um coletivo formado por profissionais de diferentes áreas, a Matilha foi aberta em maio de 2009 e tem como principais objetivos apoiar e divulgar produções culturais e iniciativas sócio-ambientais do Brasil e do mundo.

A Matilha foi concebida dentro da OLLDOG FILMES, produtora de cinema cuja história está associada à defesa dos diretos dos animais. Produziu uma série de filmes independentes e para ONGs parceiras denunciando o abandono, os testes de laboratório em animais e a vivisecção, sempre levantando a bandeira do respeito e defesa da vida.


SOBRE O PROGRAMA PEDIGREE® ADOTAR É TUDO DE BOM

Em 2008, PEDIGREE® iniciou no Brasil a Campanha Adotar é tudo de bom, principal programa nacional para a sensibilização, conscientização e mobilização da população para a causa dos animais abandonados e educação sobre guarda responsável, fornecendo apoio aos abrigos que resgatam cães e promovem a adoção consciente. Sem prazo específico para acabar, a ação acumulou até aqui novas estratégias, parceiros e uma série de atividades que ajudaram a promover a adoção direta de 11.276 cachorros abandonados. Saiba mais em: www.adotaretudodebom.com.br e siga no twitter: www.twitter.com/adotaretudodbom (com d mudo).

21 de maio de 2010

Semana do Museu: duas boas opções para sua diversão


Coleção de Cachaças Artesanais e painéis explicativos dão o tom em uma das salas do Museu da Cachaça. A segunda foto mostra as centenas de invenções brasileiras numa das salas da Inventolândia

  
Começa na segunda-feira a 8ª Semana Nacional de Museus no Brasil, promovida pelo Ministério da Cultura e pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), em comemoração ao Dia Internacional de Museus, que foi na terça-feira (18/05). O evento, realizado entre os dias 17 e 23 de maio, tem o objetivo de promover a integração das instituições museológicas e aumentar a visitação.

Conheça duas opções bem brasileiras:

Inventolândia – Museu das Invenções Imagine um piano dobrável, uma churrasqueira descartável ou um chuveiro portátil. Quer mais? Suporte para Leitura, Vela Comestível, Monitor Postural e Máquina de Gelar Líquidos rapidamente também estão em exposição. Podem até parecer objetos dignos da criação de cientistas, mas esses objetos existem, funcionam e estão expostos na Inventolândia, o Museu das Invenções. Inaugurado em 1996, o projeto da ANI – Associação Nacional dos Inventores recebe mais de 2 mil visitantes por mês entre crianças, adultos e turistas que visitam a cidade de São Paulo.

Os mais de 500 itens em exposição aguçam a curiosidade de todos que passam pelo local. “É muito interessante que as pessoas tomem contato com o mundo das invenções e das inovações tecnológicas. Diferentemente de outros países, no Brasil não se cultiva o hábito de pesquisar a história dos inventos. Precisamos mudar urgentemente essa realidade”, reflete Carlos Mazzei, presidente da ANI.

Além de valorizar o inventor, a Inventolândia funciona como uma importante vitrine para que os produtos que hoje parecem inimagináveis tornem-se uma realidade num futuro não muito distante. “Recebemos a visita de muitos empresários que encontram aqui diversas invenções de interesse. O Museu acaba funcionando como um grande ponto de encontro entre os inventores e o mercado”, orgulha-se Mazzei.

E alguns visitantes acabam se inspirando nos inventos expostos para criarem suas próprias peças. “O Museu prova que a criatividade não tem limites e que qualquer pessoa pode tornar-se um inventor”, enfatiza. “É um grande impulso ao empreendedorismo”.

Serviço:

Museu das Invenções
Rua Dr. Homem de Mello, 1109 – Perdizes – São Paulo – SP.
Funciona de segunda à sexta-feira, das 10h às 17h30.
A entrada custa R$ 10.
Os agendamentos de visitas são feitos pelo (11) 3873-3211.

Museu da Cachaça – Toda a história do destilado tipicamente brasileiro pode ser conhecida no Museu da Cachaça, idealizado e mantido pela Água Doce Cachaçaria em Tupã, cidade do interior de São Paulo. A novidade fica por conta da grande reforma e ampliação do espaço. “Praticamente, duplicamos o tamanho do Museu, que agora tem quatro salas tematizadas”, comenta Delfino Golfeto, o Embaixador da Cachaça no Brasil.

Segundo Golfeto, a intenção desta ampliação foi dar mais espaço para que os visitantes aproveitem a visita. Outra ideia é a de também disponibilizar peças que ficavam guardadas, longe da visão curiosa dos estudantes que visitam, em grupos, o local. “A história da cachaça se confunde com a história do Brasil porque a bebida foi criada pelos escravos, que não tinham acesso a outros destilados, por puro acidente: eles estavam manipulando a cana no preparo do açúcar. Era costume que os escravos separassem, sem que seus senhores soubessem, uma parte da produção para consumo nas senzalas. Porém, por um descuido, a ‘massa da cana’ fermentou e virou cachaça”, comenta o Embaixador.

Uma das intenções de Golfeto e da rede Água Doce Cachaçaria, com 103 restaurantes distribuídos em todo o Brasil, é desfazer o mito de que a cachaça faz mal e enfatizar a verdadeira importância do destilado nacional. “É preciso tornar o destilado brasileiro um orgulho nacional e mostrar que, quando consumida com consciência, a cachaça não vicia. Além de gerar emprego e renda, a da Cachaça Artesanal pode promover o Brasil no exterior e tem chance de crescer muito. Basta que, como tudo, o produto seja consumido com moderação e apreciado nos momentos corretos. Isso também é ensinado aos jovens que visitam nosso Museu”, diz Golfeto.

O breve relato de Golfeto mostra realmente que a história da cachaça funde-se à do Brasil. No Museu da Cachaça, dados curiosos, peças de engenho, garrafas e a coleção particular de Delfino Golfeto estão à disposição dos visitantes. Guiada e gratuita, a visita pode ser realizada em qualquer dia da semana. São quatro salas distintas, somando quase 1.000 m2 de área.

Serviço

Museu da Cachaça
Rua Nhambiquaras, 385 - Vila Aviação – Tupã - SP
Telefones: (14) 3441-2321 / 3441-4337
Entrada franca.

5 de março de 2010

A dupla Sá e Guarabyra encerram no dia 09 o projeto Rock Rural do CCBB-SP


 A dupla Sá e Guarabyra, fecha a série musical Rock Rural, no próximo dia 09 de março. O evento que começou no mês passado acontece todas as terças-feiras no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) - São Paulo, sempre em dois horários, às 13h e às 19h30.  Durante esse período grandes nomes do folk nacional como Zé Geraldo, Paulo Simões, Flavio Venturine estiveram no palco.
Para encerrar o evento, a dupla Sá e Guarabyra promete ao público uma viagem ao tempo.  Precursores do estilo rock rural, a dupla formada em 1973 sempre utilizou em suas composições temas como o campo, o amor e os relacionamentos, mesclados a ritmos como o folk, rock progressivo, entre outros. Dentre os grandes sucessos da dupla estão “Dona” e “Espanhola” (composta por Flávio Venturini). No repertório para Rock Rural, os músicos apresentarão, além de seus clássicos, composições em homenagem ao ex-parceiro Zé Rodrix, falecido em maio de 2009.
O evento, que estreou no dia 2 de fevereiro com apresentação do grupo O Terço, formado pelos músicos Flávio Venturini, Sergio Hinds e Sérgio Magrão levou ao público elementos do rock rural e do bom e velho rock 'n' roll. Também já passaram pelo palco do CCBB, o grupo Matuto Moderno, Zé Helder e Ivan Vilela.  

 

Serviço

09/03 - Sá e Guarabyra
Local : Centro Cultural Banco do Brasil – São Paulo - R. Álvares Penteado, 112, Centro - 
Próximo às estações Sé e São Bento do Metrô
11 3113 3651 / 11 3113 3652
www.bb.com.br/cultura

Teatro do CCBB (125 lugares)

Classificação Indicativa: livre
Ingresso: R$ 6,00 e R$ 3,00 (meia-entrada para estudantes, professores, correntistas do Banco do Brasil e maiores de 60 anos)
Horário da bilheteria: de terça a domingo, das 10h às 20h.
Informações: (11) 3113-3651 ou 3113-3652
www.bb.com.br/cultura - Ingresso antecipado: www.ingressorapido.com.br  / (11) 4003-1212

Acessos: Estações Sé e São Bento do Metrô. Praças do Patriarca e da Sé.
Acesso e facilidades para pessoas com deficiência física// Ar-condicionado // Loja // Cafeteria Cafezal

Estacionamentos - Opções de estacionamentos particulares na Rua Boa Vista, Rua Senador Feijó e Rua Libero Badaró. Confirmar dias e horários de funcionamento.
Van faz o transporte gratuito até as proximidades do CCBB – embarque e desembarque na Rua da Consolação, 228 (Edifício Zarvos) e na XV de novembro, esquina com a Rua da Quitanda, a vinte metros da entrada do CCBB.

3 de março de 2010

Espaço Cultural Oficina oferece vasta programação


O Espaço Cultural Oficina localizado na zona norte da capital, mantém hoje suas atividades com cursos que trazem conhecimento, descontração e equilíbrio aos seus participantes. Além disso, uma vasta programação que engloba saraus, sessão de cinemas, oficinas, workshops e shows são oferecidos para os admiradores das artes.

Para atender a demanda dos moradores da região, de segunda a sábado são ministradas as aulas de teatro, circo, música, dança de salão, do ventre e de fotografia. Segundo o curador do espaço Edson Rocha, o Espaço visa promover essas atividades de formação artísticas para aqueles que procuram uma opção de cultura e lazer diferenciada. 

Alguns eventos são gratuitos. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail eco@espacoculturaloficina.com.br ou pelos telefones (11) 3467.6160 / 3532.3101 ou ainda na própria sede do Espaço que fica localizado na Rua Alfredo Pujol, 381, em Santana. 

Confirma a programação abaixo e programa-se!

PROGRAMAÇÃO DO ESPAÇO CULTURAL OFICINA

Sarau da Camarilha
Todo 2º sábado do mês
A partir das 20h
Entrada Franca

Confraria do Cinema
Toda 2ª segunda-feira do mês
A partir das 19h
Entrada Franca

Forró Du Gessú
Todo 2º domingo do mês
A partir das 19h
Entrada R$ 10,00

Workshop de Commedia Dell’ Arte
Dia 11 de Março
Das 20h às 22h
30 Vagas
Workshop Grátis

Workshop de Mímica
Dia 15 de Março
Das 19h30 às 22h30
30 Vagas
Inscrição: R$ 20,00

Oficina de Cenografia
Dias 05 – 19 – 26 de Abril e dia 03 de Maio
Manhã / Tarde e Noite
20 vagas
Inscrição R$ 75,00  

24 de fevereiro de 2010

Twitteiros Culturais se encontram em oito capitais brasileiras


         No dia 27 de fevereiro, sábado, acontece simultaneamente em São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Rio Branco, João Pessoa e Porto Velho o ETC (Encontro dos Twitteiros Culturais), onde os usuários vão discutir “Livros e Literatura no Twitter”. Até o fechamento deste release havia também a possibilidade da realização do ETC em Brasília, Recife e Rio de Janeiro. Em São Paulo, o encontro acontece na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, a partir das 16h30. O ETC nacional é coordenado por José Luiz Goldfarb, Ricardo Costa e Fernanda Musardo.

 
            Mais uma vez profissionais das mais diversas áreas se encontram em pelo menos oito capitais do país para discutir a cultura no Twitter. O ETC - Encontro dos Twitteiros Culturais - acontece simultaneamente em São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, João Pessoa, Manaus, Rio Branco e  Porto Velho, no dia 27 de fevereiro, às 16h30 (no fuso horário de Brasília e às 15h30 nas demais cidades). Até o fechamento deste release havia também a possibilidade da realização do ETC em Brasília, Recife e Rio de Janeiro. Segundo os coordenadores nacionais, o multidisciplinar José Luiz Goldfarb, da Poiesis; Ricardo Costa, do Publishnews; e Fernanda Musardo, que administra o site ETC_Brasil, o tema do evento é “Livros e Literatura”.
           Em São Paulo, o encontro acontece na Livraria Cultura, do Conjunto Nacional (Av. Paulista, 2073 – tel: 11-3170-4033), com coordenação de Goldfarb e Ricardo Costa. Participam da mesa Frederico Barbosa (poeta e diretor da OS Poiesis), Marcelino Freire (escritor), Ronaldo Bressane (jornalista e escritor) e Sérgio Miguez (editor da Revista da Cultura, da Livraria Cultura), o mediador do encontro.
           “Há quem diga que a internet concorre com a leitura tradicional. Nossa experiência tem mostrado o oposto: o twitter, por exemplo, pode ser um grande aliado da promoção da leitura. No final do ano passado, a campanha #doeumlivrononatal iniciou-se como movimento de conscientização no twitter, mas aos poucos extrapolou o twitter e ganhou as ruas, atingindo a incrível marca de mais de 180 mil livros arrecadados”, diz Goldfarb. “No twitter há todo tipo de ação de incentivo à leitura, como fóruns permanentes de dicas, sugestões de leitura (tipo ‘o que eu estou lendo’) e a oportunidade de divulgação de blogs e sites, onde novos escritores também conseguem seu espaço. Ou seja, muito do que parecia ser um obstáculo mostra-se um grande aliado. Daí o tema “Livros e Literatura” do ETC nas diversas capitais”, acrescenta Goldfarb.
            É a terceira vez que o ETC acontece em São Paulo; a segunda que acontece em Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Manaus e Porto Velho. E a primeira em Rio Branco e João Pessoa. “Nossa expectativa é que até o final do ano aconteça simultaneamente em todas as capitais do país, além de algumas cidades do interior”, diz Goldfarb. Ele afirma ainda que em cada cidade haverá um twitteiro oficial do evento. “No dia 27, os ETCs utilizarão a hashtag #ETC_BR, para que todos possam acompanhar as principais ideias, frases e discussões ocorridas nos encontros.”
 
Sobre os encontros nos diversos estados

 
@ETC_Curitiba – na Livraria Saraiva Shopping Cristal. Segundo a coordenadora, Fernanda Musardo, é preciso confirmar presença para participar, o que pode ser feito pelo próprio twitter do @ETC_Curitiba, dizendo “EUVOU”

 
@ETC_Sampa – na Livraria Cultura do Conjunto Nacional (Av. Paulista 2073), com coordenação de José Luiz Goldfarb e Ricardo Costa;

 
@ETC_Acre -  na Biblioteca da Floresta, na Via Parque da Maternidade, s/nº, no Centro de Rio Branco, com coordenação de Andréa Zílio;

 
@ETC_Fortaleza -, no Armazém da Cultura, à rua Jorge da Rocha, 154, na Aldeota, com coordenação de Glória Diógenes;

 
@ETC_ Manaus - na Livraria Saraiva Mega Store, à avenida Mário Ypiranga Monteiro, 1.300, no bairro Adrianópolis. Segundo o coordenador Sérgio Freire é preciso confirmar presença pelo twitter @ETC-Manaus, dizendo “EUVOU”. O horário é diferente dos demais lugares. O encontro começa às 10h30. Às 12h30 acontece uma pausa para o almoço. Depois, o evento prossegue das 14h às 20h.

 
@ETC_PortoVelho - Na Livraria Nobel do Poro Velho Shopping. Segundo a coordenadora Daiana Souza, para participar é preciso confirmar presença no twitter do @ETC_PortoVelho respondendo “EUVOU”;

 
@ETC_BH - No Campus Diamantina da Uni-BH, à rua Diamantina, 567, Lagoinha,  com coordenação de Júlia Ramalho
@ETC_PB - O local e os nomes dos organizadores ainda está indefinido.  

29 de janeiro de 2010

PROJETO GURI ABRE VAGAS PARA CURSOS DE MÚSICA NOS POLOS DA CAPITAL PAULISTA



As aulas são gratuitas e os interessados podem se inscrever de 1º a 12 de fevereiro

A Associação Amigos do Projeto Guri, organização social de cultura que conta com o apoio do Governo do Estado de São Paulo por meio da Secretaria de Cultura do Estado, está com vagas abertas para cursos de música do Projeto Guri no primeiro semestre de 2010. Veja no link abaixo. Para participar não há necessidade de seleção, basta que o interessado esteja matriculado em qualquer instituição de ensino da rede pública e/ou particular. As inscrições podem ser realizadas de 1º a 12 de fevereiro, nos dias e horários de funcionamento dos Polos – unidades do Projeto Guri onde acontecem as aulas de música. Informações disponíveis no site http://www.projetoguri.com.br/site/polos/regional_saopaulo_jun09.pdf?r=CAPITAL.

Podem se inscrever crianças e jovens de 8 a 18 anos. Para participar de aulas de instrumentos como violino, guitarra, violoncelo, viola, saxofone, flauta transversal, clarinete, bateria, percussão e outros, além de aulas de canto coral, teoria e iniciação musical, entre outros cursos, os interessados devem se dirigir diretamente ao Polo em que deseja estudar, acompanhados por pais ou responsáveis, com a seguinte documentação: duas fotos 3x4; certidão de nascimento ou RG; comprovante de endereço; comprovante de matrícula escolar e carteira de vacinação. As aulas serão iniciadas em 22 de fevereiro, com uma semana de atividades de integração entre novos e antigos alunos.   

Ultima Postagem

Fusca, o carro que comoveu até personalidades de governo

Confira o podcast "Muito Além de Rodas e Motores"em https://soundcloud.com/user-645576547/ Dia 20 de janeiro é o Dia Nacional do F...